A Truck fora de Interlagos

TRUCK

CASCAVEL – A Fórmula Truck cumpre em 2015 sua 20ª temporada como campeonato brasileiro de automobilismo homologado pela CBA. É a terceira em que Interlagos, tido em tese como principal autódromo do país, não terá nenhuma corrida da categoria dos caminhões, que são os mais rápidos do mundo, salvo exceção vinda daqueles monstros de arrancadas de tudo que tenha rodas e motores nos Estados Unidos e, talvez, na Austrália.

As duas primeiras temporadas em que não houve a etapa paulista da F-Truck foram as de 2000 e 2001, época daquele quiproquó danado acerca dos danos que alegadamente os caminhões causavam à pista. Laudos comprovaram que um kart faz mais mal ao asfalto que os brutos da Truck e, desde 2002, a etapa de Interlagos era tida como o GP de Mônaco ou as 500 Milhas de Indianápolis no calendário dos caminhões, dada sua importância relativa diante do complemento do calendário.

Em 2015 a Truck amarga a ausência de Interlagos em seu calendário, presumida há muito e formalizada nesta tarde. A etapa final de 6 de dezembro foi confirmada para Londrina, que já foi palco da segunda etapa. É a primeira vez que uma pista recebe a categoria duas vezes na mesma temporada desde 2001, quando Curitiba teve a quarta e a oitava etapa.

Uma carta assinada pela presidente da Truck, Neusa Navarro, foi distribuída agora ao fim da tarde a pilotos, patrocinadores e colaboradores da categoria. Não me considero exatamente um colaborador do evento, acho que mais atrapalho que ajudo, mas a missiva também me foi enderecada. Reproduzo-a na íntegra e sem qualquer edição. As considerações correm por conta de cada um de vocês – comentem à vontade.

Santos, 01 de setembro de 2015.

Aos

Patrocinadores, Pilotos, Equipes e Colaboradores

Prezados Srs.

Ref. Alteração de data Fórmula Truck

A organização da Fórmula Truck, tendo em vista o Campeonato Brasileiro – Temporada 2015, vem através da presente, informar a V.Sªs. à mudança do local de nossa 10ª. e última etapa, originalmente marcada para os dias 04, 05 e 06 de dezembro no Autódromo José Carlos Pace – Interlagos/SP, para o Autódromo Ayrton Senna – Londrina/PR, pelos fatos que nos vimos na obrigação de levar ao conhecimento de todos:

Após termos em outubro de 2014 aprovada nossa data, pela SPTuris, entidade que administra o autódromo de Interlagos, finalizamos nosso calendário e além de divulgá-lo, também o inserimos em nossos regulamentos, porem no inicio deste ano fomos surpreendidos com a comunicação sobre a indisponibilidade das datas acima referidas.

Estranhamente a data passou a pertencer a Vicar Promoções Esportivas, realizadora também de eventos automobilísticos, entre eles a Stock Car, que promoveria o Campeonato Brasileiro de Marcas, sob a alegação de já existir um comprometimento com eles.

Depois de apresentarmos proposta para realizarmos juntos na mesma data, ambos os eventos, ou seja, Brasileiro de Marcas e Fórmula Truck, fomos mais uma vez surpreendidos com o fato que a Vicar não mais realizaria seu evento, pois a SPTuris havia programado um novo evento nas dependências do autódromo de Interlagos.

Indignados procuramos novamente a SPTuris, em busca de esclarecimentos e soluções, porem, ficamos perplexos ao saber que a data, antes da WEC, depois assegurada para a Fórmula Truck, depois comprometida com o Brasileiro de Marcas, seria então de um show de musica eletrônica, o EDC;

Queremos deixar também registrado a enorme e não menos irônica coincidência, da promotora do show musical ser, nada mais nada menos, que a empresa Time For Fun, proprietária da Vicar Promoções Esportivas.

Prosseguindo com a incoerência foi primeiro nos negado as datas de 27, 28 e 29 de novembro de 2015, com a alegação de que a Fórmula Um estaria desmontando suas estruturas, mesmo nos dispondo a aproveitar parte das mesmas, depois nos foi oferecido às datas de 18, 19 e 20 de dezembro de 2015, condicionada a ser coordenada com a StockCar, o inicio de nossa montagem com a desmontagem dos mesmos, o que é imensuravelmente desprovida de qualquer bom censo e lógica, vez que a mesma realizará nos dias 11, 12 e 13 de dezembro de 2015, a saber: Stock Car, Brasileiro de Marcas, Brasileiro de Turismo, Brasileiro de Fórmula 3 e Mercedes Benz Challenge, ou seja, totalmente impossível de se realizar.

Não vemos e sequer nos foi apresentado qualquer justificativa plausível, o que em nosso entendimento além de lamentável, é prejudicial a todos envolvido, com reflexos maiores em alguns, mas sem dúvida alguma, prejudicando o nosso maior incentivador: o patrocinador.

Assim não nos restou alternativa, forçando-nos a mudar o local de nossa 10ª. e ultima etapa, de São Paulo para Londrina, no mesmo final de semana, constante no nosso calendário, para que possamos terminar dignamente a temporada 2015 ainda neste ano.

Ressaltamos que muito nos entristece essa situação, aonde tivemos que nos conter para não tomar atitudes cabíveis, que se por um lado traria justiça, de outro nos prejudicaria em relação a futuras solicitações de datas, e não é esse nosso objetivo, e sim simplesmente realizar nosso trabalho, que é promover nosso evento na pista de Interlagos. De qualquer forma, fica à disposição de todos que assim o desejarem, toda a documentação que assegura e comprova a veracidade dos fatos aqui retratados, bem como nos colocamos a disposição para dirimir quaisquer dúvidas.

Certos de sua compreensão, aproveitamos o ensejo para renovar nossos protestos de elevada estima e apreço.

Neusa M. Navarro

Presidente

Anúncios

9 pensamentos sobre “A Truck fora de Interlagos

  1. E Luc, O desrespeito esta tão grande que deixou de ser aplicado apenas aos campeonatos paulistas e agora foi pra algo de nome nacional.
    Uma pena, pois se reservaram a data, geralmente com quase 1 ano de antecedência e fazer a Truck sair de Sp pra ir pra Londrina só reforça a imagem que Interlagos esta virando uma praça de Festas.
    Será que o retorno que esta festa vai trazer, vai ser pelo menos perto do retorno da truck, da qual não lembro de ter uma corrida de arquibancada vazia? Será que este retorno ao cofre publico será tão grande como o que a truck vai pagar para usar o autódromo?
    Tem muita coisa errada… Muita coisa errada.
    Allan Bernardo.

    • Não, Cesar. O criador do Velo Città me disse em 2012, na inauguração, que lá não haveria corridas de motos ou de caminhões – embora, no casobdas motos, haja treinos e cursos. Para a Truck também não interessaria, pela impossibilidade de levar público ao local.

  2. Pingback: A posição da SPTuris | BLuc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s