Stock Car em 360 graus

CASCAVEL – Não é novidade, claro. Aqui mesmo já mostrei algo parecido, uma iniciativa da Red Bull na Fórmula 1. Mas não é por isso que deixa de ser interessantíssima a apresentação da Stock Car pelo piloto Allam Khodair com uso da tecnologia de 360 graus.

Bem, se você estiver lendo o blog de um PC ou notebook a coisa não vai fazer muito sentido. Mas tente acessar esse post pelo aparelho celular e zás!, você escolherá o ângulo pelo qual vai ver o vídeo produzido pela Panograma no fim da temporada passada.

Sua equipe na Stock

277196_582361_fdv_9207CASCAVEL – Seria chulo demais tratar como um “bolão” uma das novidades que a Stock Car lança na etapa do fim de semana no Velopark. Afinal, o “Minha Equipe Stock Car” é bem mais elaborado que isso.

É que os conceitos do fantasy game, que já é sucesso por exemplo na Liga Mundial de Surfe, me remetem aos vários anos em que participei de um bolão de Fórmula 1 que confronta a sorte de jornalistas e curiosos do meio automobilístico há mais de uma década. Em 2006, de olho no prêmio máximo e líder na pontuação, vi-me obrigado a torcer contra Barrichello no GP do Brasil, assim quem estava em nono terminaria em oitavo (acho que era Kubica) e eu meteria a mão na grana. Barrichello foi até o fim e tive de me contentar com as moedas reservadas ao terceiro colocado.

O “Minha Equipe Stock Car” não vale grana viva, é bem verdade. Mas vale prêmios muito legais. O participante forma sua equipe escalando os pilotos a seu inteiro critério e tenta cravar com antecedência seus resultados nas duas corridas de cada etapa, bem como pole position, os dez primeiros. É um exercício bem bacana para quem conhece do assunto.

A página da Stock na internet explica melhor como funciona. Quem já quiser montar sua própria equipe pode acessar o site do fantasy game.

Seria a volta do #StockCarLucTeam?imagem_release_607477

As duplas da Stock Car

imagem_release_605682

Átila Abreu mantém com Nelsinho Piquet a dupla que já atuou nas edições da prova em Interlagos e Goiânia

CASCAVEL – O dia já foi de bastante trabalho para as equipes da Stock Car no Autódromo Internacional de Curitiba, onde a temporada começa no domingo com a já tradicional corrida de duplas que, para efeito de campeonato, vai atribuir pontos aos seis primeiros colocados – seus convidados não pontuam, obviamente.

Serão 32 os carros na pista – o desfalque fica por conta dos dois da catarinense Boettger. Nomes novos, alguns voltando, bastante gente do Brasileiro de Turismo tendo a chance de estrear na Stock pelo formato da prova e um fim de semana que promete bastante. A série de acesso vai ter rodada dupla com corridas no sábado e no domingo, dia em que também começa a temporada do Mercedes-Benz Challenge.

Estarei lá no sábado pela manhã. Narro a primeira corrida do Turismo na transmissão pelo YouTube, tendo o Gersinho Marques como comentarista, e também a prova de domingo do Mercedes-Benz Challenge, ao vivo no Bandsports, ao lado do comentarista Tiago Mendonça e do repórter Bruno Monteiro. Não somos parentes.

Meu ano começou, enfim. Aqui, trago a lista das duplas inscritas na corrida da Stock Car.

Axalta C2 Team – Gabriel Casagrande/Márcio Campos e Júlio Campos/Alan Hellmeister

Cavaleiro Sports – Popó Bueno/Norberto Gresse Filho e Sérgio Jimenez/Beto Cavaleiro

Eisenbahn Racing – Nestor Girolami/Franco Girolami e Vitor Genz/David Muffato

Eurofarma-RC – Max Wilson/Vitor Meira e Ricardo Maurício/Guilherme Salas

Full Time Sports – Allam Khodair/Félix da Costa e Rubens Barrichello/Augusto Farfus

Full Time-ProGP – Lucas Foresti/Luiz Razia e Felipe Guimarães/Duda Pamplona

Geolab Racing – Denis Navarro/Felipe Maluhy e Rafael Suzuki/Franco Vivian

Hot Car – Felipe Lapenna/Marco Cozzi e Raphael Abbate/Nicolas Costa

Ipiranga-RCM – Galid Osman/Damian Fineschi e Thiago Camilo/Lucas di Grassi

Mico’s Racing – Alceu Feldmann/Tarso Marques e Fábio Carbone/Vicente Orige

Red Bull Racing – Cacá Bueno/Ricardo Sperafico e Daniel Serra/Danilo Dirani

RZ Motorsport –Luciano Burti/Felipe Giaffone e Thiago Marques/César Ramos

Shell Racing – Átila Abreu/Nelsinho Piquet e Ricardo Zonta/Laurens Vanthoor

União Química Racing – Bia Figueiredo/Beto Monteiro e Diego Nunes/Dennis Dirani

TMG Motorsport – Guga Lima/Tuka Rocha e Valdeno Brito/Maxime Martin

Voxx Racing – Felipe Fraga/Rodrigo Sperafico e Marcos Gomes/Antonio Pizzonia

12789744_10204351947837516_1461225304_o

Luiz Razia, ex-piloto de Fórmula 1, forma dupla com Lucas Foresti na Full time-ProGP

Stock no shopping

STOCK CAR MINIS 1CASCAVEL – A temporada da Stock Car só vai começar no primeiro fim de semana de março, mas as ações promocionais de 2016 já vão a mil. Janeiro marcou o início de atividade de um projeto que vinha sendo formatado há bastante tempo, voltado especialmente à criançada.

O Shopping Anália Franco, em São Paulo, é o primeiro a receber a novidade. Desde a última quarta-feira e até o último dia do mês a criançada tem a chance de pilotar, por assim dizer, carrinhos elétricos que imitam o visual dos Stock Car. A pistinha foi montada na praça de alimentação do shopping. Quem ainda não alcança os pedais se esbalda no Espaço Baby, pintando, recortando e colando carrinhos da categoria.

Aos que já não cabem nos carrinhos elétricos a ação em torno da Stock Car no Anália Franco inclui mostra contando as quase quatro décadas de história da categoria, simuladores eletrônicos com pilotagem virtual nas pistas da categorias e a exposição de um Stock Car de verdade.

Horários e as demais informações sobre serviço da ação no Anália Franco estão disponíveis aqui. Tudo indica que a série de ações vai acompanhar a Stock Car nas cidades que vão receber as etapas do campeonato de 2016.

STOCK MINIS 2

Argentino no grid

MAURICIO GIROLAMI

PINHAIS – A foto mostra Ricardo Maurício e Nestor “Bepo” Girolami na comemoração pela vitória na corrida de duplas que abriu em Goiânia, no dia 22 de março, a temporada de 2015 da Stock Car. Ricardinho é bicampeão da categoria, todos sabem.

Girolami, pelo que ouço aqui e ali circulando nos boxes da categoria cá no autódromo de Curitiba, vai disputar toda a temporada de 2016. Seu destino seria a Schin Racing Team, equipe comandada pelo ex-piloto Carlos Alves que conta, no campeonato deste ano, com o paulista Felipe Lapenna e o mineiro Raphael Matos. Seria, ou será, o primeiro argentino a cumprir uma temporada completa na série brasileira.

Não é uma situação que deverei acompanhar com máxima atenção, essa da definição dos pilotos que vão defender cada equipe da Stock no ano que vem. Mas, pelo que comentou o Lito Cavalcanti, a quantidade de pilotos que vão mudar a cor dos macacões em 2016 é grande.

Stock Car em Curvelo

SANTA CRUZ DO SUL – A primeira categoria de automobilismo a pôr seus carros na nova pista do Circuito dos Cristais, na mineira Curvelo, foi a Stock Car.

Sim, eu sei, o traçado ainda nem foi asfaltado. Mas o Lucas Foresti, que é do Distrito Federal, e o Rapha Matos, que é de Minas, estiveram por lá dias atrás com os Stock Car de suas equipes, respectivamente a AMG Motorsport e a Schin Racing Team.

Mexendo em coisas aqui e ali na internet cá em Santa Cruz do Sul, dei de cara com esse vídeo produzido pelo moropôrrico Fábio Oliveira.

Animal!, como diria – ou disse, não estou certo – o próprio Fabão.

Quatro horas de corridas

GAZETA 2 - STOCK CAR (Bruno Gorski)

CASCAVEL – Quatro horas de corridas. É isso que nos reserva o fim de semana no Autódromo Internacional de Curitiba, para onde já se dirige toda a horda do automobilismo brasileiro em seus mais variados âmbitos – com o devido perdão pelo mau termo.

Que ninguém intua nada relativo ao Endurance Brasil, que começou encorpado com duas boas corridas no Rio Grande do Sul, em que pese os dirigentes torcerem o nariz para o uso da palavra “Brasil” no nome do campeonato, sob a prerrogativa de determinado adendo. Menos ainda algo relativo à prova 800 Quilômetros de Curitiba, que essa vai acontecer só em 5 de julho e dela só o que sei até o momento, além da data, é que está sob a batuta do incansável Daniel Procópio, que ainda tenta incluí-la no calendário do Endurance… hã… bem, do Endurance Brasil.

Falo do fim de semana em Curitiba, deste que se aproxima, dias 30 e 31 de maio. A programação dos treinos livres e classificatórios vai começar na sexta-feira, e as corridas, válidas por quatro campeonatos, vão acontecer no sábado e no domingo.

O carro-chefe da festa, claro, é a Stock Car, com seu Circuito Schin, com as duas corridas no domingo. A primeira com 48 minutos e mais uma volta, a segunda com 28 minutos e mais uma volta. Arredondemos para 80 minutos de corrida, que é o que vai dar no fim das contas, salvo uma interrupção de alguma prova por bandeira vermelha.

GAZETA 1 - TURISMO (Vanderley Soares)

Tem também o Brasileiro de Turismo, categoria de acesso à Stock. As duas corridas, uma no sábado e outra no domingo, têm a mesma duração, 30 minutos e mais uma volta. Grosso modo, vamos a mais 63 minutos de corridas. A Copa Petrobras de Marcas terá, igualmente, uma corrida no sábado e outra no domingo, cada uma com 25 minutos e mais uma volta. Coloque mais 53 minutos na conta. Por fim, o Mercedes-Benz Challenge, esse com corrida única, de 45 minutos e nem mais um centavo.

Colocando desta forma, serão exatos 241 minutos de corridas. Ok, quatro horas, não precisamos fazer tanta conta assim. Fora isso, somando treinos livres e classificatórios, teremos mais de doze horas de motores roncando – 7h50min de pista liberada na sexta-feira, outras 4h30min no sábado.

Aí abaixo destrincho a programação completa do fim de semana, considerando apenas (“apenas”?) as sete corridas e os horários de suas largadas.

Sábado

14h05 – Campeonato Brasileiro de Turismo (primeira corrida, 30 minutos mais uma volta)

16h05 – Copa Petrobras de Marcas (primeira corrida, 25 minutos mais uma volta)

Domingo

8h40 – Campeonato Brasileiro de Turismo (segunda corrida, 30 minutos mais uma volta)

10h00 – Copa Petrobras de Marcas (segunda corrida, 25 minutos mais uma volta)

11h15 – Mercedes-Benz Challenge (corrida única, 45 minutos)

13h05 – Stock Car (primeira corrida, 35 voltas, ou 48 minutos mais uma volta)

14h20 – Stock Car (segunda corrida, 20 voltas, ou 28 minutos mais uma volta)

251180_495211_fdv_5600