Tuíta, Edgard!

CASCAVEL – Ontem à noite, antes de me recolher, deixei lá no meu perfil no Twitter a ideia para uma campanha. Fazer campanhas está na moda, afinal, só o que o partido da raiha faz é campanha – bem, não é a esse tipo de campanha que eu me referia.

Propus, enfim, uma campanha de sensibilização. Sob a hashtag #TuítaEdgard, o propósito é fazer com que a galera que orbita o mundo das corridas convença o mestre Edgard Mello Filho a criar, enfim, um perfil no Twitter. Sei lá se tem paciência para isso, acho até que tem. Acordei com as galinhas hoje e, numa rápida examinada na internet, percebi que o #TuítaEdgard já está ganhando adesão das massas. E das moças, também.

E quer canal mais adequado para o Edgard seguir compartilhando com a gente, quando não está narrando ou analisando em seu “Loucos por Automobilismo“, suas sacadas de gênio, suas excelentes tiradas, sua experiência vivida dos dois lados do balcão, seu jeito sempre positivo de ser e de ver?

A campanha está lançada. Vamos interditar ruas, promover piquetes, confeccionar faixas, acionar carros de som e entupir calçadas e bueiros com material impresso. Vamos fazer panfletaço nas portas das escolas e das baladas, fechar supermercados, arrecadar fundos para mensagens no rádio e na tevê, mobilizar os usuários e dependentes de redes sociais, mandar uma correspondência ao Lula. Talvez não fechemos os supermercados, não sei por que incluí isso. Deve o afã de ver uma causa nobre sendo levada a efeito.

O clamor da nação internética há de ter algum efeito. O grito que ecoa nas timelines é apenas um: Tuíta, Edgard!

ATUALIZANDO EM 9 DE OUTUBRO, ÀS 7h41:

O Leonardo Gomes informou agora há pouco que o Edgard já criou um perfil no Twitter, o @emf_autoracing. “Ele só não usa por não ter saco pra isso”, falou o Léo. A única postagem tuítica do Edgard, de 30 de março do ano passado, foi “Por enquanto estou só na moita observando como as coisas funcionam por aqui…”. É mais um motivo para a tuitosfera bradar: tuíta, Edgard!

GT na net

CASCAVEL – Ok, ok. Atendendo a pedidos, o Campeonato Brasileiro de GT confirmou suas novas contas nas ditas redes sociais.

No Twitter, onde estão reunidos dez entre dez dos internautas que orbitam o automobilismo em algum nível, a categoria está como @Portal_GT. Não esqueça do underline, ou você vai cair num perfil piauiense relegado às moscas há três anos.

A categoria também lançou seu perfil no Facebook e está em vias de ativar o conteúdo atualizado do novo site, sobre o qual há um time todo debruçado há semanas. Não será surpresa se pintar por aí algo na linha “BloGT”.

E já li nalgum canto, aí, que estão utilizando a expressão “GTnautas”. Acho que vai pegar.

Twitcam globalizada

CASCAVEL – Já um tanto contumazes na prática da twitcam, ferramenta viabilizada pelo Twitter que viabiliza interação entre usuários, Rubens Barrichello e Tony Kanaan terão sábado, durante a programação da etapa de Long Beach da Fórmula Indy, uma sessão um tanto mais incrementada de bate-papo com internautas do mundo inteiro.

Numa iniciativa viabilizada pela Ortsbo, que a Indycar anuncia como plataforma líder mundial de tradução de idiomas em tempo real, os dois pilotos da KV Racing vão participar de uma rodada de perguntas e respostas que será exibida pela internet com tradução simultânea para 53 idiomas. Caceta, 53 idiomas! Nem sabia que havia tantos idiomas.

Jornalistas, fãs e curiosos em geral que quiserem participar da sabatina, e conheço um balaio de gente que vai querer, podem tanto fazer o registro prévio para a conversa quanto entrar ao vivo, bastando para isso acessar esse link aqui. A rodada de perguntas e respostas será apresentada pelo piloto canadense James Hinchcliffe, da Andretti. O papo de sábado vai começar às oito da noite, horário de Brasília.

O comunicado que recebi da Fórmula Indy anunciando o evento de sábado informa que o software de eventos Live & Global, da Ortsbo, integra o Livro dos Recordes e já foi empregado em eventos similares com os pilotos da família Andretti, os roqueiros Gene Simmons e Paul Stanley, o jogador de basquete Steve Nash e, também, no tapete vermelho do Orange British Academy Film Awards, atraindo participantes de 161 países.

Aos que pensam em aproveitar o canal direto pra indagar Rubens sobre o apelido de seu carro de corridas, adianto o expediente por aqui. Ele próprio já disse que é “Ogum Marinho”.

Vendem-se seguidores

Me segue que eu te sigo de volta. Siga e dê RT e concorra ao prêmio tal (costumo fazer algo parecido com isso quando há brindes do automobilismo para sortear). Preciso te mandar uma DM, como faço? Os meios que os usuários do Twitter buscam para aumentar o número de seguidores são os mais diversos. Como também varia bastante a importância que cada tuiteiro dá a essa informação, alguns conferem a ela status quase religioso. Fulano é fodástico, tem tantos mil followers, proclama um, para ouvir como resposta uma vogal qualquer em exclamação.

Pois se você, tuiteiro, tem menos seguidores do que acha que precisa ou merece, seus problemas acabaram.

Há pessoas como o Gilliardi Machado, catarinense de 18 anos que leva a vida rendendo, esse é o termo, pacotes de seguidores para os usuários do Twitter. A fórmula é simples, segundo ele conta. Ele consegue num prazo entre 10 e 24 horas fazer com que qualquer conta do Twitter passe a ter milhares de seguidores a mais. Há preço tabelado: você, hã, adquire 5.000 seguidores por 200 reais, ou 10.000 seguidores por 350 reais. Um pacote de 50.000 seguidores, dos que Gilliardi conta ter vendido a três clientes do meio artístico, custa 1.750 dinheiros, à vista ele faz por 1.500. À vista? É, porque o pagamento pode ser parcelado em três vezes, sempre com depósito bancário no Itaú ou na Caixa Econômica. E só se fala em dinheiro depois do serviço feito, como deve ser toda boa transação comercial. Quem contratar e não pagar pode ter lá seus contratempos, mas o Gilliardi garante que até hoje não teve qualquer problema com nós-cegos.

Faz seis meses que o Gilliardi faz esse tipo de trabalho, que concilia com a faculdade, cursa algo na área imobiliária. Já atendeu mais de 200 clientes. Em geral, empresários, atores e atrizes, modelos, DJs. “Essas messoas me procuram e eu também procuro clientes, vejo principalmente pela bio da pessoa, ali as pessoas geralmente mostram o que fazem, com que trabalham. Pessoas que trabalham mais com artistas, com empresários, precisam disso para mostrar e divulgar trabalhos”, ilustra. Foi assim, aliás, que chegou a mim. Fez contato via Twitter.

Mas quem são, afinal, os seguidores que o Gilliardi – ele e mais dois amigos, na verdade; é um trabalho em equipe – faz aparecerem do nada? São perfis criados só para isso, algo como um spam? Não, segundo ele garante. “São seguidores reais. Conforme eu for fazendo meu trabalho, você mesmo pode ver as pessoas que seguem”, esclarece. “Você fecha um pacote comigo e, a partir daí, não vai se preocupar com nada, só sentir a vibe dos seguidores subindo. O trabalho é todo meu”.

Se eu comprar seguidores do Gilliardi, então, eu tenho de dar a ele a senha da minha conta, certo? Errado. Aí lembrei do colega que teve de anular o perfil no Twitter porque foi atrás de um site que “dá” seguidores, mas em contrapartida faz você seguir um catatau de perfis, mais de mil naquele caso. “Nada disso. Meu serviço é totalmente seguro, com o sistema do Twitter, eu não tenho como fazer você seguir alguém, porque não tenho acesso à sua conta. Não forço ninguém a seguir ninguém. Se fosse assim eu mesmo teria milhões de seguidores”.

Ok. Aí eu vou lá e, hã, compro 10.000 seguidores. Mas tem bônus, afinal o Gilliardi sabe como funciona o negócio. “Querendo ou não, todo mundo acaba tomando unfollow, independentemente de quem seja. Então eu sempre rendo uns seguidores a mais para manter o combinado com o cliente. Se você comprar o pacote de 10.000 comigo, eu rendo 3.000 seguidores a mais para não sair do combinado. Eu sempre deixo bem claro para a pessoa que o combinado eram os 10.000 e rendi 13.000, a diferença é para garantir que não vá baixar dos 10.000 que foram combinados. E peço para entrar em contato comigo se um dia baixar disso, pra eu rever a situação e render a diferença que caiu. Nunca tive reclamação disso, também”, detalha.

Achei um tanto interessantes a dinâmica e os princípios do trabalho, embora tenha optado por manter a minha lista de seguidores, hoje são 2.335 – um bom número para jogar no bicho, aliás, vou ali no Gaúcho apostar dois reais na cobra pro sorteio das 11 horas. Mas quem quiser inflar a lista de seguidores tuíticos ou dirimir as dúvidas suscitadas aqui pode contatar o Gilliardi por e-mail, o endereço é contatogilliardi@r7.com.

Compensação tuítica

Passei uns dias num rincão onde o grau de dificuldade é exatamente o mesmo para encontrar sinal no pente de internet móvel ou pepitas de ouro. Aleatoriamente, a operadora despejava uma remessa de tweets no celular, foi o que me permitiu acompanhar mal e porcamente o que a tuitosfera (não) estava pensando.

Foi a abstinência que faltava para atestar meu vício tuítico, para o qual ainda acredito haver cura. Sobretudo pelo grande número de mensagens que recebi manifestando preocupação com meu sumiço taimeláinico. Alguns tweets, que vou passar a chamar de tuítes, foram devidamente armazenados no meu caderninho de rascunhos e são reproduzidos aqui, para deleite daqueles que nada fazem a cada dia antes de ler minhas breves e valorosas pensatas.

Segue aí, pois, o que eu teria tuitado desde o dia em que saí de combate. A partir da indispensável leitura o ano de vocês pode começar. Ah, sim, e prometo nunca mais escrever “taimeláinico”.

3 de janeiro
Lugarzinho bonito e civilizado, até. E, pelo visto, ainda não descoberto nem por TIM, nem por Claro, nem por Vivo. Tem uma tevê, ao menos.

Começamos bem, com dois carros atolados na lama. Para evitar a fadiga, trabalhos abertos.

Teodora anda atacando de azul na novela. A cor dela é o rosa. As mulheres têm de se ater às suas cores, ora.

4 de janeiro
O Luc Júnior também começou bem. Caiu da rede e ganhou um puta galo na testa.

A prefeitura teve uma ideia de jêneo, e graças a ela todas as casas dessa região ficam sem água umas 16h por dia. Prefeito deve ser do PT.

Faltou um violão por aqui. Vamos dar um jeito nisso. Sempre damos um jeito em tudo.

Triste o noticiário da chuva em Minas. E por que a Patrícia Poeta (suspiro!) usa o escudo do Corinthians como pingente?

5 de janeiro
Vai começar o desafio. 12 pessoas que nunca se viram convivendo num ambiente, hã, hostil. É, amigo, vai ter amistoso da seleção brasileira.

O prefeito daqui é tucano, bisbilhotei hoje. E tem bom índice de aprovação. Tanto faz, o lance da água foi idiota do mesmo jeito.

E os ministros da Dilma, hein? O último que sair que puxe a descarga.

Luc Jr. se destaca por ser um carinha que se adapta a qualquer situação, é o que sempre digo.

Parece que “Os Normais – 2” não agradou. Eu gostei, ri bastante. Sou meio fora de mão.

6 de janeiro
A continuar assim, vou eleger todas as duplas sertanejas como a melhor de todos os tempos. Mas não vamos mudar o repertório.

Por falar em música sertaneja, acabamos de definir o repertório pro show de @Luc_e_Juli no dia 25 em Interlagos. Ficou bom, acho eu.

Tomara que barro não danifique a pintura. Ainda não lavei o carro.

Sempre quis fazer um carro de corrida com essas peças, nunca consegui. Os moleques conseguiram.

E o Luc Júnior, do alto de seus cinco anos, vai fazendo fila nos marmanjos que o desafiam no dominó. Eu nem me atrevo a enfrentar o hominho.

7 de janeiro
Inversão de papéis por aqui. Hoje fui eu a levar a Juli para o embarque – viajou a trabalho, volta amanhã. Ossos do ofício, e tal.

A passagem por Joinville, que é alvo de um quase bullying tuítico, rendeu muitas novas piadas sobre cidades ruins. Maioria cabem a Cascavel.

Hoje vi que levando o notebook lá pro meio do quintal o pente da Claro dá algum sinal. Muito empenho. Fico sem internet, mesmo. Faz bem.

Sabe o cara que vai pra longe de casa fazer o que nunca fez na vida? Esse sou eu, jogando bocha num sábado à noite. #tiozinho

8 de janeiro
Pedrão lembrou que a gente existe.

A cara do brother Nilceu Santos à bandeirada não disfarçou a decepção pelo terceiro lugar na Copa América de Ciclismo. Que foi muito bom.

O migué caiu, @BarackObama. Osama Bin Laden, que vende cachorros-quentes a alguns quilômetros, estava ontem no bar da bocha. E cheio da grana.

Vou aderir à tática pregada pelo @teojose: a partir do dia em que chegar em casa, só vou comer alface. Talvez me recupere em uns três anos.

9 de janeiro
A partir de hoje, atuo na assessoria de imprensa da Fórmula Truck. Desafio bacana, ambiente idem, e assim vamos em frente.

A Juli voltou com nosso violão. Desenferrujar é bom. Daqui a alguns dias, afinal, teremos o primeiro show em São Paulo. Ou os primeiros.

Que seria do mundo sem filas?, é o que me pergunto sempre.

Dia de notícias tristes. Pedrão, amigo desde quando tínhamos 6 anos, foi encontrado morto em seu apartamento. 12 facadas. O mundo é foda.

10 de janeiro
Dia de inventar alguma moda por aqui. É aniversário da @juli__monteiro.

Parece que o bicho está pegando com as taxas do autódromo de Interlagos, não consigo acompanhar direito. Bem, não é problema meu.

O show de babaquice começou e por três meses vai entreter meu amado-idolatrado-salve-salve país de merda. Espia lá.

E o dia termina com um bolinho, e tal. A Juli não deixou fotografar, só se tirasse as velinhas. Ficou sem a foto.

11 de janeiro
Pra que sair de casa se não for pra arrumar uma confusão, né?

Consegui rasgar o dedo em dois lugares. Anular direito, ou anelar direito, nunca sei. Logo sara.

Agora que me ocorreu: alguém lembrou de pedir aos parentes pra irem lá em casa colocar ração pro gato?

Hoje, fatalmente, vou perder o episódio da série sobre a Dercy. Por uma boa causa, ao menos. Menos mal que logo vai estar no YouTube.

12 de janeiro
Olhamos para o céu e concluímos: é hora de voltar. Além do mais vai ter show do Armandinho por esses dias. Melhor não corrermos o risco.

Caramba, esqueci de fotografar a pilha de latinhas de cerveja. Vão render um bom caraminguá ao tio da coleta seletiva. Boa viagem pra nós.

N.E.: A formatação de texto e fotos ficou horrível, eu sei; o Blogger mudou os comandos para esse tipo de coisa e tentar deixar os posts com uma cara mais ou menos ficou uma nhaca. Preciso reaprender a mexer com isso aqui.

Assumi o outro lado

O assunto é delicado, gera preconceitos, assumir uma posição polêmica, ainda mais quando se a tem sob dúvida, é algo quase dolor. Mas resolvi assumir, e o fiz em público, para os sete centenas de colegas de Twitter e quem mais quisesse ler em qualquer canto do globo.

Foram duas ou três horas para eu conseguir externar algo que, como já esperado, poderia me gerar antipatias. Nem todos estão preparados para tamanha franqueza, afinal, o mundo de hoje é pautado por preconceitos.

Quem me segue pelo Twitter e esteve à frente do computador durante a tarde já acompanhou. Para quem fez coisa mais útil no dia, reproduzo aqui, tweet por tweet, retweets incluídos, uma confissão que fiz aos colegas de microblog.

* Devo chegar hoje à inenarrável marca de 700 followers. O momento será celebrado com uma revelação bombástica. Preparem os sistemas nervosos.

* É, caro Américo. Chega uma hora na vida em que temos de assumir algumas de nossas decisões. RT @dmotorsport: …uma revelação bombástica….

* Não ria. É algo que vai fazer com que muitos amigos se afastem de mim. Estou preparado para isso. RT @LipePaiga: …revelação bombástica….

* Bem, 700 seguidores. Se alguém considerar me aplicar um “unfollow”, este é o momento, isso me livraria de uma revelação constrangedora.

* Não sei se estou preparado para revelar o que lhes prometi. Afinal, tornando público esse sentimento, seguramente haveria reações negativas.

* Minha mãe, por exemplo, seguramente ficará um bom tempo sem falar comigo. Mas conheço-a, sei que um dia, mesmo que demore, irá compreender.

* É algo que também, pela própria convivência em família, eu gostaria de discutir com minha esposa antes de contar para vocês, amigos.

* Sim, sou. Creia, até entre os corintianos, o que tenho a contar pode soar mal. RT @Amarsili: @lucmonteiro vc é corintiano? ok!, eu tbm…rs

* Algumas pessoas vão me criticar. Outras, imagino, vão até me cumprimentar e dizer que minha atitude terá sido correta. Momento difícil.

* Enfim, amigos, peço que me deixem refletir um pouco mais a respeito antes de me manifestar.

* Antes fosse isso, Ronei… RT @RONEIRECH: Xi a revelaçao do @lucmonteiro é que o fusca do sorteio foi furtado e nao haverá carro p/ entregar

* Muitas pessoas, homens e mulheres, vivem sentimentos como o meu, e até se orgulham disso. Outros omitem, por compreensível discrição.

* É esse meu receio, Tarso. RT @tarso_greenflag: @lucmonteiro faz logo a declaracao…. na pior das hipoteses o mundo para de falar com vc…

* Pode parecer fácil para quem enxerga de fora, Thomaz. Mas é difícil. RT @Orangetilt: @lucmonteiro FALA LOGOO!!! Vc tá pior que TARDE QUENTE!

* Não brinque, Thomaz. É coisa séria. RT @Orangetilt: @lucmonteiro Ok, já entendemos você é…. argentino!

* Não é tão fácil quanto parece, Américo. RT @dmotorsport: @lucmonteiro Aliás, já pode revelar. Você já tem 700 seguidores!

* Grato pelo apoio, Paulo Henrique. RT @PHdiBH: Estaremos com vc, amigo! RT @lucmonteiro: Ñ sei se estou preparado para revelar o que prometi.

* Não, não faça isso. Vou tomar coragem e revelar de uma vez. RT @dmotorsport: @lucmonteiro E aí, Luc, vai contar ou eu terei de revelar?

* @RONEIRECH Tive no @dmotorsport um grande parceiro para discutir essa questão. Ele me ajudou a esclarecer algumas coisas a mim mesmo.

* Bem, gente, não vou pra casa com esse peso na cabeça. Vou compartilhar com vocês, enfim, esse sentimento que percebi há pouco tempo.

* Vou compreender se muitos dos amigos, aqui do Twitter ou de outras searas, passarem a me discriminar. É assim o mundo de hoje, afinal.

* É algo que ainda me traz dúvidas, nunca me imaginei em uma condição como essa. Tenho de confessar que é incômodo, mas verdades são verdades.

* Antes, agradeço aos 700 amigos que aturaram as minhas abobrinhas aqui no Twitter. Sei que muitos vão deixar de me seguir a partir de hoje.

* Sempre tive posição muito convicta sobre isso. Agora, talvez pela chegada sutil da idade, passo a ver que outras opções podem ser saudáveis.

* Isso também, o médico falou ontem. Mas, a essa altura, pouco importa. RT @RONEIRECH: @lucmonteiro Vai ter que parar de fumar né??? (risos)

* Vou revelar, e não vou usar a tag #ProntoFalei. Isso é de uma frescura irritante, minha descoberta não precisa vir acompanhada de frescuras.

* Sim, torço. E acho que tem a ver com isso, tambem, Luciana. RT @lucfsantana: @lucmonteiro que vc torce para a Argentina… não é novidade…

* Enfim, amigos, espero que os que me prezam mantenham um bom conceito, e que os que me desprezam não passem a me odiar por isso.

* Isso seria horrível. Mas mostra que há coisas piores que o que vou revelar. RT @ruizrodrigo1: vai virar Backing Vocal do Dejavú e Calypso

* Ainda não discuti isso com a Juli, com quem hoje comemoro sete anos de boa união. Falarei com ela a respeito, claro. Ficará pasma, eu sei.

* Enfim, amigos, é o seguinte: mesmo ainda chocado com a descoberta repentina, vejo-me propenso a votar em Dilma para presidente do Brasil.

É claro que foram muitas as manifestações, durante e depois. De amigos, de estranhos, de contatos virtuais, como dizem.

Tenho três meses para decidir se mudo de lado.