Igualdade para todos

ImagemCASCAVEL – O nome da equipe é IGT, que leva a “Igualdade para todos”. O carro, um Gol, o de número 433, inscrito na categoria Novatos. É assim que Paulo Polido, Thiago Caro Cenjor e Tales Lombardi tomaram parte, em 2013, da Copa Marshal de Marcas & Pilotos, que apresenta no Campeonato Paulista de Automobilismo o maior grid nacional de uma categoria de turismo.

O que torna pitoresca a participação de Paulo, Thiago e Tales é o fato de todos serem cadeirantes. No “Curva do S” da semana passada o Roberto Figueroa exibiu uma matéria que fez com os três pilotos mês passado, na primeira etapa. O Paulo mostrou toda a adaptação feita no carro para atender às necessidades do trio.

Quando se quer, consegue-se.

Anúncios

Aperitivo

CASCAVEL – Falei há pouco sobre o automobilismo regional na tevê, panorama que tem como notório referencial o Campeonato Paulista de Marcas & Pilotos. Pondo em disputa pelo segundo ano consecutivo a Copa Marshal Pneus, a competição começou no último fim de semana em Interlagos – claro -, com 50 carros no grid.

As duas baterias da corrida serão mostradas nos próximos dias, o pacote de tevê está prestes a ser anunciado pela associação dos pilotos da categoria. Um aperitivo para quem acompanha a Copa Marshal foi preparado pelo Roberto Figueroa, no programa “Curva do S”, do Esporte Interativo. Está aí.

Crash!

CASCAVEL – Começou ontem a temporada 2013 da Copa Marshal, que vem a ser o Campeonato Paulista de Marcas & Pilotos. Com invejável grid de 50 carros, a corrida teve vitórias de Luiz Cirino na primeira bateria e de Pedro Pimenta na segunda.

O Marcos Moschetta e o pessoal dele já estão tratando, lá em Porto Alegre, da edição em vídeo das duas baterias da corrida, que vão para a televisão nos próximos dias – eu logo confirmo para vocês datas, horários e canais da exibição. Com uma hora de duração, tempo que reserva parcos minutos à publicidade que viabiliza a transmissão, o programa vai mostrar, como sempre, tudo que aconteceu em Interlagos.

Como o infortúnio do Ayman Darwich, piloto da categoria Novatos, na segunda bateria da corrida, antecipado no vídeo abaixo.

Para desgosto geral da nação, continuo na narração das corridas da Copa Marshal.

Vitória apimentada

Imagem

CASCAVEL – Mês passado, durante uma visita ao Pedro Pimenta num dos boxes de Interlagos, ri da lambança que ele fez com um pacote de batatas chips. Enquanto tratava de limpar tudo, porque não adiantava chorar a batata derramada, o Pimenta me fez um desafio: “Quero ver você rir de mim quando eu voltar a correr”. E revelou, então, a parceria que acabava de fechar com Márcio Philippi. Os dois correriam, correm, como parceiros em 2013, na categoria Super da Copa Marshal de Marcas & Pilotos.

A primeira etapa do campeonato terminou agora há pouco, em Interlagos. Muitos riem com o Pimenta, mas ninguém ri dele, que dominou de ponta a ponta a segunda bateria da prova. Foi um verdadeiro trabalho em equipe. Philippi, que largou em 37º no grid de 50 carros – os pilotos da Super, repito, tiveram pista molhada na tomada de tempos classificatória de ontem –, fechou a primeira bateria em sexto. A inversão absoluta das seis primeiras posições de um resultado final para o grid seguinte pôs o Pimenta na pole, que ele aproveitou muitíssimo bem, mesmo recebendo pressão ininterrupta do Edgard Amaral, parceiro do Wanderson Freitas. Amaral, que também marcou hoje seu retorno às pistas, terminou em segundo.

(Em tempo: a foto aí de cima, que mostra os carros de Pimenta e Amaral, foi tirada na primeira bateria, quando Philippi e Freitas estavam em ação.)

Luiz Cirino, vencedor da primeira bateria, terminou a segunda em terceiro entre os pilotos de sua categoria. O pódio da Super teve, ainda, Luís Filgueiras, Luiz Pielak e Ricardo Lima. Pielak, de 46º no grid para 14º ao fim da primeira corrida e de 14º para sexto na geral da segunda, esteve em Interlagos só para lembrar que Cascavel já está dominando o mundo. O Leandro Zandoná, outro cascavelense, vinha à frente do Pielak, mas abandonou ainda no início da corrida. E foi bom ver o baiano Lima de volta à categoria, também.

Na categoria Light, mais uma vitória do carro número 82, desta vez com o Luiz Martins, pai do Cezar, que já havia sido primeiro colocado na prova do início da manhã. Cleiton Campos, Nelson Fortes, Maique Papareli, Carlos Andreoni Filho e Ricardo Pinto fecharam, nessa ordem, a lista do pódio.

Eduardo Castlho, que foi o pole geral da etapa na primeira bateria, ficou com a vitória na Novatos. A disputa pelo segundo lugar foi definida exatamente na linha de chegada, com o Thiago Oliveira levando a melhor sobre o Basilios Eleutheriou por 32 milésimos de segundo. O pódio também teve Eduardo Rocha, Paulo Durci e Anderson Scovoli.

O resultado completo da bateria está aqui. E por hoje era isso. A próxima etapa da Copa Marshal está confirmada para dia 17 de março.

Dada a largada!

ImagemCASCAVEL – Terminou há pouco a primeira bateria do ano na Copa Marshal de Marcas e Pilotos.

Campeão da categoria Light em 2012, Luiz Cirino estreou na Super com o pé direito no fundo, vencendo a corrida. Luís Piccolo foi o segundo, à frente do Aldo Piedade Jr., do aniversariante Wanderson Freitas, Marcio Philippi e Claudio Roscoe. Os seis foram para o pódio. O Freitas largou em 49º, terminou em quinto na classificação geral e cravou a volta mais rápida da corrida na 13ª das 16. Edgard Amaral é quem vai assumir seu carro na segunda prova.

No grupo dos oito primeiros, só um carro que não era da categoria Super. Cezar Martins, que vem da Novatos, me falou ontem de sua torcida para que eu pudesse, enfim, narrar uma vitória dele nas transmissões da categoria pela televisão. E tratou de assegurar isso já na primeira das 20 tentativas do ano, terminando a corrida em quarto e ficando com a vitória na Light. Vai dividir o pódio com Cleiton CamposMaique Papareli, Douglas Carvalho Júnior, Carlos Andreoni e Nelson Fortes.

Pela Novatos, o vencedor foi o curitibano Thiago Oliveira, décimo na geral. Eduardo Castilho, que largou da pole no grid geral – os pilotos da Novatos pegaram pista seca na tomada de tempos -, cruzou a linha de chegada em 11º. Esse pódio terá, ainda, Basilios Eleutheriou, André Ferreira (capixaba que corria no Rio e aderiu ao Paulista depois da extinção de Jacarepaguá), Anderson Scovoli e Eduardo Rocha.

Vale uma palinha aos pilotos de Cascavel que estão lá, também. Xuxo Pielak, outro que largou lá do fim do grid, terminou em 14º, sendo o oitavo da categoria Super. Seu parceiro Leandro Zandoná, com o outro Fiesta da Ferrari Competições, vinha alcançando o grupo dos 10 primeiros quando abandonou a corrida, na nona volta. Ainda não sei o que houve para tirá-lo da disputa.

A segunda bateria da primeira etapa vai começar daqui a duas horas. Com a inversão das seis primeiras posições do grid, prevista no regulamento a partir do resultado final da primeira bateria, a pole vai ser do parceiro Pedro Pimenta, que volta ao grid como parceiro de Márcio Philippi.

Dá para acompanhar pelo site da Giga Brasil, com narração do Alexandre Cronhal, com livetiming na Racing Crono. O resultado completo da primeira bateria está aqui.

Imagem

Xuxo no Paulista de Marcas

CASCAVEL – Não, não se trata aqui de acusar nenhuma das contumazes mutretas automobilísticas. Apenas o cabível registro de que Luiz Fernando Pielak, que desde a longínqua infância adotou sem opções adicionais o apelido “Xuxo” , vai participar em Interlagos neste fim de semana da primeira etapa da Copa Marshal , que vem a ser o Campeonato Paulista de Marcas & Pilotos, categoria de turismo de maior grid do automobilismo brasileiro.


Não tem qualquer pretensão, o Xuxo, de participar da temporada toda da Copa Marshal. Pelo contrário, disse-me há pouco que vai atuar apenas nesta primeira etapa, aproveitando a maior folga no calendário do Campeonato Metropolitano aqui de Cascavel, que só vai começar no dia 24 do mês que vem – foi vice-campeão pelas bandas de cá em 2012, perdendo o título para o Daniel Kaefer, que se mandou para a Sprint Race. Ainda no ano passado, Pielak levantou a taça do Festival Brasileiro de Marcas 1.6, que reuniu em Curitiba os dez melhores pilotos de cada campeonato regional. É campeão brasileiro, pois, façanha que o levou a promover farta churrascada à qual fui convidado e, com a indelicadeza de sempre, não compareci.

Mas Cascavel não terá só um piloto no grid da Copa Marshal no domingo. Também com um Fiesta preparado pela Ferrari, Leandro Zandoná é outro que vai a Interlagos disposto a dar trabalho a paulistas, catarinenses, cariocas, mineiros e jupterianos. “O Leandro vai ser o meu calo neste ano, está andando muito forte”, testemunha o Xuxo Pielak. Os dois, Leandro e Xuxo, vão inscrever seus carros na categoria Super – o campeonato também tema Light e a Novatos, ficando toda a diferenciação atrelada à graduação dos pilotos, já que o regulamento técnico é o mesmo para todos.


É de se supor que o pessoal da Copa Marshal fique de cabelo em pé – exceções óbvias a Alexandre Nascimento e José Santiago, que lideram a lista dos calvos do grid – quando pilotos de Cascavel confirmam participação. O Xuxo, na primeira vez em que foi, conseguiu lugar na primeira fila do grid, que lhe acabou sendo confiscado por força do regulamento desportivo. Não lembro o que foi, parece que deixou de comparecer à pesagem, ou não estava devidamente barbeado, ou não tinha lido horóscopo, algo assim. Wanderley Faust, hoje mui digno secretário municipal do Esporte e Lazer, fez uma participação em Interlagos em fins de 2011 e, além do oitavo lugar geral na corrida, cravou a volta mais rápida de todas. Guinho Biberg, quando estreou, levou a vitória de sua categoria. Cascavel está muito perto de dominar o mundo.

Não sei quem produziu a foto lá no alto, do carro do Xuxo. Se o fotógrafo me estiver lendo, ou alguém que tenha a informação, que se manifeste. A do Zandoná foi feita pelo Deivicris de Cristo. As duas durante o Festival Brasileiro em Curitiba.

Na íntegra: Copa Marshal, 8/10

CASCAVEL – Não vamos deixar que a temporada de 2013 comece sem que o blog traga todas as corridas de 2012 da Copa Marshal de Marcas & Pilotos.

Hoje vamos aqui com a oitava e antepenúltima etapa, disputada há meses lá em Interlagos. A transmissão, tal qual exibida pela TV Aberta e pela All TV em São Paulo, está no site da categoria, disponível nesse link aqui.

Com a minha narração, como sempre. A nona etapa deve pingar por aqui nos próximos dias. O campeonato de 2013, não custa lembrar, vai começar no dia 24 de fevereiro.

ASSISTA TAMBÉM:

Copa Marshal: primeira etapa

Copa Marshal: segunda etapa

Copa Marshal: terceira etapa

Copa Marshal: quarta etapa

Copa Marshal: quinta etapa

Copa Marshal: sexta etapa

Copa Marshal: sétima etapa