A CBA, a Copa Truck, nós e os Corsinhas…

IMG-20170706-WA0032

Bate-papo com o Dadai nos boxes, ontem. Não sei exatamente o motivo da visita dele ao evento. Mas não importa: ele também não tem ideia do que me trouxe a Caruaru para correr… 

CARUARU – Vim a Pernambuco para correr, algo que jamais tinha imaginado. Amanhã participo da primeira etapa do Torneio Nordeste de Marcas & Pilotos. Uma etapa aqui em Caruaru, outra daqui a duas semanas em Fortaleza, as duas como preliminares da cada vez mais sólida Copa Truck.

Ontem, no intervalo dos treinos, parei para um papo rápido nos boxes com o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Waldner Bernardo. Que não esteve em nenhuma das duas primeiras etapas da Copa Truck, mas marca presença na deste fim de semana.

Vá lá que o Dadai é pernambucano e mora em Recife, está pertinho de casa, mas é no mínimo instigante vê-lo visitando a categoria de box em box poucos dias depois da Fórmula Truck suspender seu campeonato de 2017. Lembremos que a CBA, logo em seguida a essa suspensão, divulgou nota comunicando a rescisão do contrato que conferia à Fórmula Truck o direito de promover o Campeonato Brasileiro de caminhões.

JEG 66

Esse é o carrinho que vai me levar à pista amanhã em Caruaru, na abertura do Torneio Nordeste de Marcas & Pilotos. Aproveitamos para promover um pouquinho a nossa Cascavel de Ouro.

Depois de responder ao Dadai as coisas de praxe sobre meu fim de semana de corrida, perguntei-lhe algo sobre os planos para as corridas de caminhões de 2018. Ele só disse que é muito cedo para falar no assunto.

Quanto ao meu fim de semana de corrida, ele está sendo bem complicado. Talvez até mais que imaginei antes de sair de Cascavel para vir para cá. Mas é como acabei de comentar com o Felipe Carvalho, que também veio de lá para participar da corrida: o que tinha para dar errado já deu. Amanhã vai ser só alegria. É o que esperamos.

JEG 03

O Felipe Carvalho também veio de Cascavel para correr em Caruaru. Está na mesma equipe que eu, a Jeg Team Racing, do Rogério “Jegue” dos Santos, que é um ídolo do automobilismo pelas bandas de cá. 

Anúncios

Copa Truck com 20 caminhões

CASCAVEL – Uma semana de novidades no automobilismo brasileiro. Uma delas, a estreia do Campeonato Brasileiro de Turismo 1600, com a primeira etapa aqui em Cascavel. Uma categoria que devolve ao âmbito nacional, depois de duas décadas, a disputa entre pilotos de carros com motores 1.6 fabricados no Brasil – o regulamento admite, na verdade, todos os modelos produzidos no Mercosul. Falei da categoria dias atrás em meu blog na página da Revista Racing e também no espaço que o Jorjão Guirado me abriu no Portal CATVE.

A outra novidade do nosso esporte sobre quatro rodas tem seis: é a Copa Truck, que dá largada à sua primeira temporada em Goiânia, em uma programação de pista conjunta com a da terceira etapa da Copa Centro-Oeste de Marcas & Pilotos. O autódromo vai acolher, ainda, um evento organizado pelo Planeta Caminhão que vai reunir centenas de caminhoneiros e suas “naves” no autódromo, com direito a premiação aos participantes e tudo mais. O primeiro grid da Copa Truck será composto por 20 caminhões de seis marcas.

COPA TRUCK - AM MOTORSPORT

Os caminhões de Wellington Cirino e André Marques, que vão competir pela AM Motorsport, única equipe da Copa Truck a inscrever caminhões Mercedes-Benz nesta primeira etapa da temporada

A RM Competições terá seis caminhões Volkswagen-MAN no grid, um a mais que quando atuava na Fórmula Truck. Em Goiânia, a equipe promove a estreia dos paulistas Vinicius Palma e Rodrigo Belinatti, pilotos que tiveram formação automobilística na Spyder Race. Renato Martins, decano das corridas de caminhões no Brasil, deixa de ser só chefe de equipe e volta a pilotar, tendo ainda a esposa Débora Rodrigues, David Muffato e Adalberto Jardim como companheiros de equipe. Felipe Giaffone, titular da RM, não participa da etapa goiana, em que terá Palma como substituto. O tetracampeão brasileiro estará em Indianápolis como comentarista da Band na transmissão da Indy 500.

São quatro, em princípio, os Scania no grid. Um deles é o da RVR Motorsport, equipe de Roberval Andrade que mantém a parceria com o Sport Club Corinthians Paulista. Danilo Dirani, de volta às corridas de caminhões depois de três anos, é o titular. Andrade, dono de dois títulos brasileiros, deverá assumir um segundo caminhão do time na sequência da temporada – por ora, corre com o Iveco da Dakarmotors, equipe de Carlos “Paraguai” Assis pela qual já competiu em parte da última temporada da Fórmula Truck. Outros dois caminhões Scania estão na Luhrs Motorsport. São os Scania que integravam a equipe de Pedro Muffato, desativada ao fim da última temporada. Um modelo de cabine frontal, o chamado “cara-chata”, é pilotado pelo catarinense Joel Mendes Júnior. Outro, de motor avançado, ou “bicudo”, é o do paranaense Duda Bana, que ensaiou em fevereiro um contato definitivo com os brutos de competições, mas acabou adiando para agora o novo passo da carreira.

COPA TRUCK - LUHRS

Um em foto e outro em layout, os Scania da Luhrs Motorsport, dos pilotos Joel Mendes Júnior e Duda Bana

A Original Reis Competições, equipe goiana de pilotos goianos, responde pelo quarto Scania do primeiro grid do ano, o de José Maria Reis, que também é o chefe de equipe. O time assume uma façanha neste início de história da Copa Truck, inscrevendo caminhões de marcas diferentes. O outro, um Ford, tem como piloto Pablo Alves, destaque das competições regionais de Marcas & Pilotos. Há ainda os Ford da DF Racing Fans. Djalma Fogaça e seu filho Fábio são os pilotos das duas máquinas. Fabinho tem sua própria equipe, também com um caminhão Ford, que tem estreia prevista para a segunda etapa, em Campo Grande. A Iveco também tem três caminhões na pista. Além de Andrade pela equipe do “Paraguai”, a marca se faz representar pela Lucar Motorsport, com os pilotos Beto Monteiro e Luiz Lopes.

A Mercedes-Benz se apresenta com dois caminhões. A AM Motorsport, equipe de André Marques, trabalha em ritmo frenético na montagem do equipamento. André, piloto de um dos caminhões, garante que os dois estarão prontinhos da silva a tempo do embarque para Goiânia. Seu companheiro de equipe é Wellington Cirino, piloto de caminhões há duas décadas e também tetracampeão brasileiro. A Volvo, igualmente, chega com dois pilotos em ação. O paranaense Leandro Totti e o gaúcho Régis Boessio são os pilotos da Clay Truck Racing, equipe chefiada pelo também piloto João Marcos Maistro.

Os pilotos da nova Copa Truck não fazem a menor questão de disfarçar a alta expectativa pelo momento. A partir da sexta-feira os caminhões estarão na pista, e a etapa vai ser transmitida no domingo, a partir das três da tarde, pelo canal SporTV 3. A seguir, a lista dos 20 nomes que vão dar início a essa história.

5 – Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições

6 – Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), AM Motorsport

7 – Débora Rodrigues (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições

8 – Vinicius Palma (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições

9 – Renato Martins (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições

11 – Rodrigo Belinatti (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições

12 – José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições

15 – Roberval Andrade (SP/Iveco), Dakarmotors

27 – Fábio Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans

28 – Danilo Dirani (SP/Scania), RVR Motorsport

33 – Pablo Alves (GO/Ford), Original Reis Competições

35 – David Muffato (PR/MAN), RM Competições

44 – Joel Mendes Júnior (SC/Scania), Luhrs Motorsport

47 – Duda Bana (PR/Scania), Luhrs Motorsport

72 – Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans

73 – Leandro Totti (PR/Volvo), Clay Truck Racing

77 – André Marques (SP/Mercedes-Benz), AM Motorsport

83 – Régis Boessio (RS/Volvo), Clay Truck Racing/Boessio Competições

88 – Beto Monteiro (PE/Iveco), Lucar Motorsports

99 – Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports

Copa Truck

_20170406_192142

Renato Martins, duas vezes campeão na Fórmula Truck, é o presidente da associação das equipes que vão formar o grid da Copa Truck.

PINHAIS – Enquanto do outro lado da rua em Santana do Livramento a Fórmula Truck prepara o segundo evento do calendário do Campeonato Brasileiro, reunindo grid com 12 caminhões na pista de Rivera, no Uruguai, as equipes que se retiraram da categoria por divergências e discordâncias com a gestão de Neusa Navarro Félix dão seu primeiro passo em público no que diz respeito ao surgimento da nova competição automobilística de caminhões do Brasil, que muito tem sido especulada e mesmo posta sob dúvida nos últimos meses.

Copa Truck. Esse será o nome do novo campeonato, segundo press release que o João Alberto Otazú enviou hoje. Seis etapas de maio a dezembro, em três regiões brasileiras e com uma subdivisão em copas regionais – a Nordeste, a Centro-Oeste e a Sudeste. As pistas que formam o calendário de eventos, até por dedução óbvia, são Goiânia, Campo Grande, Caruaru, Fortaleza, Curvelo e Interlagos, muito embora o nome “Interlagos” não seja mencionado no comunicado. Não conheço outro autódromo na cidade de São Paulo e não imagino uma corrida de caminhões em pista de rua, enfim.

O Sul ficou fora. A considerar o calendário divulgado horas atrás, as corridas de caminhões em Cascavel, Londrina, Curitiba, Velopark e Guaporé em 2017 serão, ou terão sido, as da Fórmula Truck. As pistas de Santa Cruz do Sul – onde autoridades municipais foram à imprensa acusando a Fórmula Truck por insolvências – e de Tarumã, em Viamão, não entraram no calendário de nenhuma das duas. As duas etapas nordestinas da Copa Truck têm apenas duas semanas de intervalo entre si, ambas em julho, pela óbvia complexidade da operação logística. Não há etapas previstas para os meses de agosto, setembro e novembro. Sei lá, essa janela poderia até comportar uma Copa Sul.

O site Grande Prêmio, ao repercutir o comunicado da Copa Sul, informou que o domínio do site do novo campeonato foi registrado em nome de Carlos Col. Quem acompanha corridas sabe quem é o Col, não preciso apresentá-lo.

A íntegra do comunicado que veio hoje anunciando a Copa Truck segue abaixo.

Copa Truck anuncia parceria e calendário

Categoria de caminhões de competição começa em maio, promovida pela Sport Promotion

A Associação Nacional de Equipes de Truck (ANET) fechou acordo de parceria com a Sport Promotion Marketing Esportivo, conceituada empresa deste segmento, para promover o evento esportivo de corrida de caminhões que visitará vários Estados de todo o País já em 2017.

Formada por nove equipes e seus respectivos pilotos, a ANET anuncia que a primeira prova da temporada, de um total de ao menos seis será realizada no dia 28 de maio, em Goiânia (GO).

Essa inovadora competição da categoria de caminhões será disputada em forma de Copas, com a realização da Copa Truck Nordeste, Copa Truck Centro-Oeste, Copa Truck Sudeste.

“Será um novo conceito em eventos, certamente criando o interesse das montadoras, indústria de autopeças do segmento de caminhões e demais anunciantes, que poderão usufruir deste novo modelo de competições para o relacionamento com seus públicos, aproveitando as suas características regionais”, comenta Renato Martins, presidente da ANET.

“A Sport Promotion está ansiosa por colocar sua estrutura e experiência de 35 anos de atuação no marketing esportivo, a serviço deste tão importante projeto para o automobilismo do Brasil”, anunciou Alfredo Carvalho, Diretor Comercial da Sport Promotion.

“Estamos muito satisfeitos com o acordo e a oportunidade de trabalhar junto a profissionais que acreditaram em nosso projeto e seu novo formato de corridas, com tantos pilotos profissionais e competitivos, inclusive todos os campeões dos últimos oito anos, entre eles Felipe Giaffone, o atual Campeão Brasileiro”, enfatiza Martins.

A Associação Nacional de Equipes de Truck é composta pelas equipes RM Competições, AJ5 Sports, DF Motorsport, RVR Motorsports, Dakar Motors, Fábio Fogaça Motorsports, Lucar Motorsports e Clay Truck Racing, que formam um grid de cerca de 20 caminhões.

Confira o calendário da Copa Truck 2017:
28/05 – Goiânia (GO) – Copa Trcuk Centro-Oeste
11/06 – Campo Grande (MS) – Copa Trcuk Centro-Oeste
09/07 – Caruaru (PE) – Copa Trcuk Nordeste
23/07 – Fortaleza (CE) – Copa Trcuk Nordeste
15/10 – Curvelo (MG) – Copa Truck Sudeste
17/12 – São Paulo (SP) – Copa Truck Sudeste

Falei rapidamente com o Renato enquanto preparava o post. Perguntei-lhe alguns pontos sobre o novo evento. A tônica do breve papo veio na resposta dele: “Calma, uma coisa de cada vez”. E tem coisa à beça.

Com relação à Fórmula Truck, que estreia em Rivera, o grid de domingo pode contar com até 12 caminhões. Além de oito dos nove que foram desembarcados no Velopark para a corrida do mês passado – um dos quais, o Ford que era de Edu Piano, não teria sido levado ao Uruguai -, tudo indica que dois Ford de José Maria Reis e dois Scania de Pedro Muffato possam figurar no evento. Não sei com quais pilotos. A categoria não divulga esse andamento. Os últimos comunicados à imprensa falavam da entrevista coletiva e da liberação do camping no autódromo uruguaio. Sei da estreia do Edson Ferreira porque ele me telefonou todo contente para contar a novidade. Resta esperar os treinos livres, que começam nesta sexta, para sabermos quais pilotos e caminhões estarão na pista.