Aposta feita, aposta quitada

Imagem

GUARULHOS – Por que estaria o Paulo Salustiano, corintiano desde as fraldas, vestindo uma camisa do Santos?

Bem, a humilhação (bati três vezes na madeira, aqui) foi fruto de uma aposta de futebol. Teve um Corinthians x Santos, ou Santos x Corinthians, não sei, ele apostou o placar com o Juninho Félix, que é santista, perdeu e teve de se sujeitar. Neusa Navarro, corintiana fervorosa, mostrou-se solidária ao piloto no momento em que teve de se mostrar em público em momento tão frustrante, durante a etapa da Fórmula Truck em 2012 no finado autódromo de Jacarepaguá. Tivesse havido uma vitória do Corinthians, como estamos acostumados, seria o Juninho a vestir o manto sagrado do Timão.

Bem, o Salu arrumou um jeito de se vingar do destino. E foi à forra em cima de um dos sujeitos mais escolados que ele e eu conhecemos. O Djalma Fogaça. Até agora não entendi o que levou o caipira, torcedor protocolar do São Bento de Sorocaba, a se meter em conversa de futebol, mas é fato que ele fez a aposta similar com o Salu no jogo do último domingo, em que o Timão meteu uma virada na freguesia são-paulina.

A galera da Fórmula Truck já vai fechando as malas pra viajar a Londrina, onde no domingo rola a segunda etapa da temporada. No dia em que Djalma vai fazer 50 anos, inclusive, motivo que o faz merecer a torcida por um bom resultado. É figura unânime no meio, ou quase, o Djalma, que forma com o Léo Burti e o Pedro Muffato o trio mais franco que conheci no automobilismo.

E vai comemorar os cinquentinhas vestindo o manto corintiano. Motivo de orgulho para qualquer um.

O dono do mundo (1)

SÃO PAULO – E foi assim que eu narrei hoje, aqui de Interlagos, as etapas finais do Mercedes-Benz Grand Challenge e do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo.

Coisa de campeão, sabe? Dono do mundo, claro, é o Coringão. Eu ainda estou longe disso.

O dono da América (9)

SÃO PAULO – Os problemas de quem ainda não escolheu por quem torcer na Corrida do Milhão da Stock Car acabaram.

Rubens Barrichello, com o capacete que vai usar no fim de semana aqui em Interlagos, já levou a torcida toda. Metade pró, metade contra, mas total.

Por tão nobre causa, já elegi meus pilotos do fim de semana em Interlagos. Barrichello, na Stock, e Omilton Visconde Júnior, no Porsche GT3 Cup. Vou ali nos boxes do Porsche Challenge ver se mais alguém está atacando de Coringão.

O dono da América (7)

SÃO PAULO – Alguma dúvida sobre quem será o campeão de torcida na quinta etapa do Porsche GT3 Cup Brasil, amanhã aqui em Interlagos? Omilton Visconde Júnior na cabeça!

Por falar em Interlagos, vai despencar o mundo por aqui já já. Expectativa que aumenta para as corridas que vamos transmitir ao vivo pela internet – os que acompanharem o evento, seja no autódromo ou pelo computador, vão concorrer a um kit de prêmios sensacional. Brincadeira imperdível, essa, tem dado uma repercussãozinha legal.

O dono da América (6)

SÃO PAULO – O Corinthians está no caminhão Scania do Roberval Andrade na Fórmula Truck, e a reta final da Libertadores marcou o patrocínio da Iveco ao Timão. Muita gente já me abordou a esse respeito, e sobre esse panorama nada tenho a dizer.

Ninguém teria, pensava eu. Mas o César Delima, do site Óleo Nível, foi fuçar a questão nos bastidores da Truck.


Cabe dizer que o nome do site do César é um dos mais bem bolados que já vi.

O dono da América (5)

SÃO PAULO – Claro que o gênio Mauricio de Sousa não esqueceria de providenciar uma homenagem do mais ilustre de todos os torcedores corintianos ao Corinthians e ao “bandeloco”, como define o próprio Mauricio. Os quadrinhos de Cascão torcendo pelo Coringão são especialmente hilários.

Um grande mito, o Mauricio. Está na lista dos sujeitos que tenho de conhecer.