Yellow Camaro

CASCAVEL – E não é que o “Camaro Amarelo”, que ontem foi epicentro de um desabafo quase hilário no Facebook, veio parar na minha timeline hoje de novo?

Vocês preferem com Munhoz & Mariano ou com Bon Jovi? Tirem a prova nessa, hã, edição especial do “Sertanejão na veia”.

Não sei quem fez, embora haja ali a indicação de um canal com mais vídeos do gênero. Mas foi trabalho de mestre.

Alentejanas (17)

GRANOLLERS – O “Roda viva” de segunda-feira, pelos comentários que li ontem, foi de um humor questionabilíssimo. Aldo Rebelo, mui digníssimo ministro dos Esportes do Brasil, só falou besteiras sobre Copa do Mundo e assuntos condenáveis afins.

Enfim, se é pra rirmos com um “Roda viva”, que seja com um mestre do humor. Com vocês, Chico.

Chupa, petezada!

CANOAS – Fiquei em dúvida na hora de escolher um título para este post, que traz o mais fiel dos retratos do processo eleitoral lá em Cascavel. Pensei em “Mundo animal”, mas seria um desrespeito à fauna. E, se tem alguém que pode ameaçar mais que os detestáveis integrantes dos Direitos Humanos, são os ecochatos do Ibama.

“Chupa, petezada!” é mais direto, vem do coração, vai virar hashtag mundial, não engorda. E tem gente que a partir de amanhã vai tratar de achar o que fazer da vida. Ia fazer um trocadilho com sonhos e golpes, e economizo-o por respeito aos padeiros e praticantes de artes marciais.

Avenida Brasil mexicana (2)

BRASÍLIA – Postar rápido, antes que termine o último capítulo da novela. Ontem, reproduzi aqui uma sacanagenzinha bem bolada, atrelando Chaves a “Avenida Brasil”.

Tem a dona Clotilde congelada achando que matou o Chaves, tem o Chaves congelado depois do cortiço inteiro chamá-lo de ladrão, tem o Chaves e a Chiquinha congelados depois do desmaio do seu Barriga (o nome do personagem era Zenon, certo?), tem também o Quico e o Chaves congelados com a declaração de amor que ouviram o seu Madruga fazer ao professor Girafales.

É só clicar nos links dados aí acima e rolar de rir. É engraçado, vai…