Tela veloz

Imagem

CASCAVEL – A movimentada etapa de Interlagos, que trouxe o Porsche GT3 Cup Challenge de volta ao Brasil depois das duas movimentadas etapas da Europa, está entre as atrações da programação da Rede Bandeirantes para este sábado.

A emissora confirmou para as 13h45, dentro do programa “Auto+”, a exibição do programa com os VTs de todas as corridas da prova de três semanas atrás. Eu narro, Luiz Alberto Pandini comenta.

Tela veloz

ImagemCASCAVEL – Quarta-feira de automobilismo na tela do Bandsports. O Marcos Moschetta, que assina a produção do programa, acabou de me confirmar que o canal vai mostrar a partir das dez e meia da noite o VT da sexta etapa da Copa Pneus Marshal, que vem a ser o Campeonato Paulista de Marcas & Pilotos.

As corridas da etapa aconteceram dez dias atrás e tiveram, além das boas disputas de sempre, uma série de acidentes.

Eu narro.

GT Sudam

Imagem

PINHAIS – A partir de hoje, com efeito retroativo à rodada dupla do mês passado no Anhembi, temos o Campeonato Sudamericano de Gran Turismo. A terceira corrida do ano vai começar daqui a pouquinho, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais – os carros já estão no grid, enquanto escrevo.

A questão do Sudamericano está diretamente ligada à negociação que a Loyal Promo, Sports & Entertainment, agência que assumiu a promoção da categoria, está coordenando para que uma das etapas do campeonato, a de novembro, marque a inauguração do autódromo de Rivera, cidade do Uruguai que faz fronteira com o Brasil sendo separada da gaúcha Santana do Livramento por uma rua. Assim me contou o Osires Júnior, locutor do Sudamericano de GT, que conhece as bandas de lá.

Aliás, o Osires já começou a narrar a corrida para a Arena. Vamos começar, André Duek e eu, a nossa transmissão para a internet. Falamos mais tarde.

Na íntegra: Sprint Race 2013, 3/8

PINHAIS – Sem muito papo, porque passei 13 horas dentro de um carro hoje e preciso dormir, aí está, em duas partes, a íntegra do programa que o Bandsports levou ao ar anteontem, exibindo a terceira etapa da Sprint Race 2013.

As corridas aconteceram em Londrina, no dia 9 de junho. A produção do programa, desta vez, ficou por conta do Beto Borghesi. Narração minha.

 

Na latinha do GT

CASCAVEL – Uma semana atrás, acho, comuniquei aos amigos que acompanham meu trabalho, em postagens no Twitter e no Facebook, minha saída dos microfones do Campeonato Brasileiro de GT. Pela reestruturação a que o evento foi submetido, algumas peças foram remanejadas no tabuleiro da categoria e, por telefone, os promotores me comunicaram que o narrador da categoria para as transmissões de televisão, a partir da etapa deste fim de semana, seria outro. Não me disseram quem. Até agora há pouco eu não sabia.

Dispensando detalhes técnicos e logísticos, fato é que vários setores do Brasileiro de GT foram redirecionados, a transmissão das corridas pela televisão e pela internet na lista. A equipe responsável por toda essa questão, especificamente, passa a ser a da SP Telefilm, de quem recebi um contato instantes atrás e, pulando também a conversa que consumiu alguns minutos de telefone e alguns e-mails, estou de volta.

Embarco amanhã cedo para Pinhais, de onde narro, no sábado e no domingo, as duas corridas da segunda rodada dupla do Brasileiro de GT, para a internet e a televisão – a corrida de domingo será transmitida ao vivo pela Band, a partir das 12h00. Narro, também, o Mercedes-Benz Grand Challenge para a internet. Nas três corridas, tendo ao lado o parceiro André Duek no comentário. Cabe lembrar que as duas corridas de domingo, uma de cada campeonato, também serão transmitidas ao vivo pelo SporTV, que escala seus bons pratas-da-casa para narração e comentário.

Imagem

Foi bom ter a oportunidade de medir a reação dos amigos e dos telespectadores, e também dos que se enquadram nas duas condições, diante do primeiro alarme, o de que estava fora. O resultado ainda está por vir, mas o caminho parece ser esse.

É bom voltar para casa. Ao fim das contas, de onde acabei não saindo.

A GT e o grid de Curitiba

(Antes que você comece a ler, já aviso: há atualizações tardias ao fim do post, que merecem ser consultadas)Imagem

CASCAVEL – Chegou há pouco a lista de inscritos da segunda etapa do Brasileiro de GT, que volta à ativa neste fim de semana em Pinhais, sete semanas depois da abertura do campeonato. A relação enviada pela assessoria de imprensa do evento indica 17 duplas. Já melhor que no Anhembi, onde havia 14 e só 12 participaram – duas tiveram seus carros tirados de combate por acidentes nos treinos livres.

Algumas das duplas não têm o segundo piloto definido – a indicação de números e carros que publico correu por minha conta, pode ter um erro aqui ou outro ali. Indiquei com interrogações os números de carros que desconheço, e de algumas duplas também não imagino quais possam ser os carros. Vocês, que orbitam o automobilismo e acompanham tudo isso, podem trazer respostas aí na área de comentários.

É uma lista que suscita algumas questões. A primeira delas, na categoria GT3, em que há a indicação de apenas três carros (os da classe GT Premium também são computados no resultado da GT3). Cláudio Ricci e Rafael Derani não aparecem. A dupla é campeã de 2009 e correu no Anhembi, na abertura da temporada, com um modelo F430 da Ferrari. O modelo 458 estava na Europa, incorporando atualizações para a sequência da temporada. Ricci, gaúcho, é o único piloto que esteve em todas as etapas da categoria. Pela lista, é de se concluir que essa marca cai na etapa do fim de semana. Ivo Snelwar, da área técnica, e Aldo Pastore, da cronometragem, também haviam estado em todas as etapas. Não estarão na de Curitiba e nem nas outras, são mudanças baixadas pela nova direção do campeonato.

Voltando à lista de inscritos, que é o que interessa. Daniel Daroz estreia na categoria pela equipe de Marçal Melo e Alex Fabiano, pilotando um Lamborghini da categoria GT Premium em dupla com Caê Coelho, que já participou da GT4 em 2011, na época com uma Ferrari – Caê, nas duas últimas temporadas, alternou participações no Audi DTCC, que não existe mais, e no Porsche GT3 Challenge, além de suas provas de kart na Granja Viana. Até onde eu saiba, o que nunca é uma fonte fiável, o Lamborghini de Daniel e Caê é o mesmo com que Fernando Poeta participou da classe GT Premium na etapa do Anhembi. Poeta e seu parceiro gaúcho Roger Sandoval também são indicados na lista de inscritos. Ou o carro não é o mesmo, ou a dupla gaúcha não participa. Como estou sem tempo para ir atrás disso, quem souber que nos informe aí abaixo, na área de comentários.

Ainda no âmbito da GT4, conforme o que sugere a relação, entra a equipe Engemakers, com dois carros, que não sei quais são. Um é de Osvaldo Scheer/Eduardo Scheer, dupla formada por pai e filho. Sei que atuam nas categorias do Campeonato Metropolitano de Automobilismo de Curitiba, não os conheço pessoalmente. No outro carro do time entrariam Cristiano Federico, que foi campeão em 2010 na dupla com Caio Lara, mas agora correndo como parceiro de William Starostik. Marcos Ramos também estreia, por uma equipe dirigida por José Cordova. Como não há indicação de seu parceiro, imagino que o próprio Cordova, piloto dos bons, possa também fazer sua primeira participação no Brasileiro de GT. O carro, para mim, é um mistério.

A indicação de Leonardo Burti como parceiro de Válter Pinheiro na pilotagem do Lotus Evora da equipe Guerra também pode sofrer alterações. Com a agenda profissional mais que lotada, Léo pode ceder sua vaga ao imberbe Renan Guerra, como já aconteceu no Anhembi. A lista de inscritos que o pessoal do Anderson Marsili encaminhou à imprensa está aí abaixo. Quem tiver mais dados que comente aí abaixo. Serão duas corridas, a de domingo vai começar ao meio-dia com transmissão ao vivo da Band e de algum dos canais SporTV. Eu, a partir de agora, fico em casa e não narro nada.

GT3

16 – Marcelo Hahn/Allam Khodair (Bläu), Lamborghini LP 600+

20 – Fábio Ebrahim/Wagner Ebrahim (Ebrahim Motors), Audi R8 LMS Ultra

61 – Fernando Croce/Júlio Campos (G Force), Corvette Z06R

GT4

? – Osvaldo Scheer/Eduardo Scheer (Engmakers)

? – Cristiano Federico/William Starostik (Engmakers)

? – Marcos Ramos/a definir (José Cordova), Ferrari Challenge

6 – Valter Pinheiro/Leo Burti (Guerra Motorsport), Lotus Evora

8 – Duda Oliveira/William Freire (M2 Competições), Ferrari Challenge

21 – Fabio Greco/Valter Rossete (Greco-Vivo), Maserati Gran Turismo

57 – Sérgio Laganá/Allan Hellmeister (M2 Competições), Aston Martin Vantage

75 – Henrique Assunção/a definir (Greco), Ferrari Challenge

GT Premium

4 – Felipe Roso/Vinicius Roso (Metasa), Ferrari F430

10 – Pierre Ventura/Cristiano de Almeida (BSC Racing), Lamborghini LP 520

18 – Fernando Poeta/Roger Sandoval (Mottin Racing), Ferrari F430

33 – Alex Fabiano/Marçal Melo (Mundo Motorsport), Porsche S

55 – Daniel Daroz/Cae Coelho (Mundo Motorsport)

111 – Paulo Rutzen/Vilson Júnior (Cold Bras), Lamborghini LP520

ATUALIZANDO EM 20 DE JUNHO, ÀS 10H46:

Cláudio Ricci me confirmou agora que a Ferrari F458 já chegou ao Brasil, está em Viracopos desde a semana passada, mas questões alfandegárias impediram sua liberação. Diante da situação, a dupla optou por não correr em Curitiba com a “antiga” F430 e voltar à disputa só na terceira etapa, mês que vem em Tarumã, já com o novo carro, firme e forte.

Falei também com o gorducho Tarso Marques. Não o piloto. Quer dizer, o piloto, mas não aquele, é outro. É gente do automobilismo de Curitiba, enfim. Tarso supôs, e embarco na dele, que Marcos Ramos vá pilotar uma Ferrari Challenge – mandou-me a foto abaixo, que pode ser uma boa pista.

Marcos Ramos

O Lamborghini de Coelho e Daroz é, de fato, o que Poeta e Sandoval pilotaram no Anhembi, quem confirmou foi o Marçal Melo. A dupla gaúcha deve atacar de Ferrari F430. A dupla da Lambo vai competir na GT Premium, e não na GT4, como eu havia indicado mais cedo.

Via Facebook, a galera da Scuderia Macchina especulou que o Ramon Matias, gaúcho que já correu na categoria GT3, pode estar no grid formando dupla com Humberto Giacomello. Conheço o Humberto das atividades do Porsche Club Brasil. O carro da dupla seria da Ferrari e quem postou o comentário frisou que trata-se de uma “informação a confirmar”. Se confirmada, seriam 18 os carros no grid.

E essas não devem ser as únicas atualizações desse post. Deve haver mais no decorrer do período.

A Stock na 102,7

CASCAVEL – Mais dois pontos a que dou notável relevância foram incorporados hoje ao meu ainda parco currículo de narrações esportivas.

Um deles, ter narrado uma corrida da Stock Car pela primeira vez. Foi para a Capital FM, conforme já havia antecipado dias atras aqui no blog. Em que pese a interferência que nosso sinal sofreu de alguma parafernália qualquer que alguma equipe de trabalho acionou hoje – nos testes técnicos de ontem estava tudo ok -, foi uma transmissão bacana, ao vivo, que levou a corrida disputada no aguaceiro de Cascavel ao Paraná e ao mundo,já que muita gente nos ouviu pela internet.

O outro ponto inédito, que foi para minha caderneta de capa dourada, foi ter narrado uma corrida pela primeira vez com o Pedro Muffato como comentarista. As observações, a postura tranquila e os apontamentos indicados pelo Pedro dão um subsídio muito farto para a narração – e olhe que, apesar do pouco tempo de estrada, já tive um time de comentaristas considerável, citado nesse post aqui do ano passado.

O Pedro Rodrigo repicou na Highspeed Brazil a transmissão da Capital FM e, agora à tarde, me mandou o áudio da transmissão, de onde ele já havia suprimido a meia hora do pré-corrida e as voltas que abriram a etapa com o safety car na pista.

Estou resolvendo como compartilhar esse áudio com quem queira ouvi-lo, logo estará postado aqui mesmo. A vitória na corrida, todos já sabem, foi do Marcos Gomes.