Crash!

CASCAVEL – O trabalho com o Porsche GT3 Cup na etapa argentina já havia acabado e estávamos, em pequeno grupo, beliscando uns conosquinhos (a piadinha é antiga, talvez alguém não a capte) no lounge da categoria no Autódromo Provincial de Termas de Río Hondo. Foi quando o Beto Gresse chamou atenção de todos para um dos monitores que acompanhavam a transmissão ao vivo da corrida final da Top Race V6, que fechava a programação do domingo.

Ficamos embasbacados vendo o que acontecia na pista. Veja também.

Crash!

DMU01

GUAPORÉ – Foi um susto, e não mais que isso, o acidente sofrido por David Muffato hoje cedo no último treino livre da Fórmula Truck em Guaporé. Com o acelerador do caminhão travado, o Scania do piloto cruzou a pista na curva da Vitória, arrebentou o frágil guard-rail e despencou ribanceira abaixo. David estimou ter ido parar uns 10 metros lá para baixo, mata adentro; arrisco a dizer que era um pouquinho mais que dez.

Quando o caminhão surgiu daquele matagal todo depois de mais de duas horas de trabalho da equipe de resgate da Truck a equipe Muffatão estava disposta a trabalhar duro para reparar o que fosse preciso para David estar na pista amanhã, na corrida. Contudo, chegando aos boxes, viu-se que o chassi tinha sofrido avarias demais para serem reparadas em um dia. A corrida terminou antes de começar.

DMU 2

Foi impossível não associar o susto de David ao acidente sofrido pelo também paranaense Diumar Bueno aqui mesmo em Guaporé três anos atrás, na curva Um. A diferença maior é que Diumar sofreu mais de 50 fraturas e jamais voltou a correr. David, ileso, saiu sozinho do caminhão, acompanhou toda a operação de resgate do equipamento e chegou a cogitar participar da prova, expectativa descartada quando seu caminhão foi descarregado atrás dos boxes – a equipe constatou avarias no chassi que vão demandar mais que um dia de trabalho. Voltou a pé para os boxes, batendo papo com seu pai como se nada de anormal tivesse acontecido.

DMU 3

Crash!

ACIDENTE 1

CASCAVEL – Foi o Chris Fabbri quem produziu a sequência de fotos, que pincei do perfil dele no Facebook. A primeira é essa aí de cima, que mostra o piloto Ricardo Hayashi em ação durante o terceiro treino livre da categoria GP Light no autódromo de Brasília, onde transcorria a terceira etapa do Moto 1000 GP. De repente, o paulista da Dawnriders Racing Team perde o controle da BMW número 43 e o resultado é o que mostra o complemento da sequência, a seguir.

HAYASHI

A imagem impressiona, mas Ricardo saiu ileso. As fotos acima mostram que o Airfence amorteceu – e bem – o impacto da moto. Ali atrás havia uma barreira de pneus, que provocaria, se desprotegida, uma batida bem mais violenta. O Moto 1000 GP mantém parceria com a Airfence Brasil desde 2013

 

Crash!

Imagem

SÃO PAULO – Chegam informações positivas de Portugal. Rodrigo Souza, que sofreu um acidente assustador – assustou a mim, pelo menos – na segunda prova da categoria Challenge na abertura do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, está bem.

Não saiu totalmente ileso, é verdade. Com a violenta pancada contra a barreira de pneus na Parabólica Interior, curva número 7 da pista do Estoril, sofreu fissura em uma costela. Atendido no ambulatório do próprio autódromo, foi transferido a um hospital em Cascais, onde exames apontaram a lesão.

Diante da forte batida, dá para dizer que o Rodrigo saiu no lucro. E dá para atestar, mais uma vez, que esses carros do Porsche GT3 Challenge oferecem um nível descomunal de segurança a seus pilotos.

E não estranhem a falta de qualidade das fotos, que não passam de “prints” que tirei da tela do computador durante a exibição das corridas pelo Terra, agora à tarde.

Imagem

O pior dos melhores

CASCAVEL – A gauchada é, acima de tudo, uma turma unida. Mesmo quando o assunto é mostrar a todo mundo que gaúcho também erra, como no caso deste vídeo trazido pelo Niltão Amaral, do Blog do Passatão.

O resultado do trabalho foi a compilação, em pouco mais de meia hora, de sustos e vacilos que os pilotos do Rio Grande do Sul protagonizaram nos últimos tempos nas várias competições do esporte a motor daquele pedaço de chão. Tudo sob a apresentação bem-humorada do “Perna”, nosso Ademir Moreira.

Os melhores pilotos gaúchos em seus piores momentos, foi assim que definiram a produção, que deve virar DVD de sucesso nos autódromos e kartódromos riograndenses.