Rafa

12194497_1116476948363767_1834705637_o

CASCAVEL – Ironia do destino eu saber da morte do Rafael Zappelini no exato momento em que tinha em andamento um textinho para o jornal “Motorsport”, do Luiz Silvério, sobre o automobilismo ser uma paixão que passa de pai para filho. Escrevia sobre Edson Massaro, piloto aqui de Cascavel e que nesta última temporada colocou o filho Lorenzo para também viver esse nosso mundinho das corridas, quando o Djalma Fogaça me deu a notícia. Estava consternado ao extremo, o Djalma. Ele é pai de piloto, também. Além de tudo é pai.

Mencionei a ironia do texto que estava escrevendo porque o Rafa também entrou no mundo das corridas sob a influência e o incentivo do pai, Luiz Zappelini, que passou por várias categorias na terra e no asfalto e ganhou maior notoriedade na Fórmula Truck, onde dez anos atrás fez uma das ultrapassagens mais arrojadas que vi numa pista de corridas. Quanto ao Rafa, foi no Mercedes-Benz Challenge que ele atuou nas últimas temporadas. Na abertura da temporada passada, foi ao pódio de Interlagos como segundo colocado na corrida da C250 Cup – aquela corrida pode ser revista aqui.

Numa de nossas últimas conversas sobre o automobilismo que nos colocou nos mesmos lugares em alguns momentos das nossas vidas Rafa mencionou ter vendido seu carro de corridas para o pessoal da AGB Preparações. Falou que até considerava a possibilidade de correr algumas provas pela equipe ainda em 2015, mas que estava pensando em construir algo para voltar a correr 2016.

Tinha 32 anos, o Rafa. Um garoto, cujo astral era sempre o que podemos perceber na foto desse post, cedida pelo Fernando Peres Nunes. As pessoas têm ido embora muito cedo e isso entristece tanto quanto aborrece perder um colega de trabalho, é assim que vejo os pilotos de corrida, por algo tão estúpido quanto um acidente com motocicleta.

Anúncios

Challenge segue com a Stock

263801_540106_fad_9590

CASCAVEL – Estranhei quando ouvi, durante o fim de semana de corridas em Campo Grande, que o Mercedes-Benz Challenge não comporia o evento da Vicar Promoções a partir de 2016. Como o assunto me interessa diretamente, fui atrás de saber o que se passa.

Não se passa nada, na verdade. A manutenção da parceria da categoria com a promotora da Stock Car e demais campeonatos já foi formalizada e oficializada, inclusive. O Challenge seguirá acompanhando a Stock em 2016, portanto.

O grid prévio do Mercedes-Benz Challenge (capítulo 2)

CASCAVEL – Foi no dia 13 de fevereiro que publiquei no blog esse post aqui, uma pretensa tentativa de antecipar ao público que consome automobilismo quem são os pilotos que vão disputar a temporada de 2015 do Mercedes-Benz Challenge. 

A cada nova confirmação de participação eu incluía uma atualização ao fim daquela postagem. A fim de evitar que se transforme em um monstro de Frankenstein, transfiro a lista de pilotos ou duplas e suas equipes para esse post aqui – onde, até o início do campeonato, pretendo incluir atualizações, da mesma forma, à medida em que mais equipes definirem novos pilotos.

Neste momento, às 12h18 do dia 2 de março, são 35 os carros confirmados no grid – está mantida a expectativa de que a primeira etapa, no dia 22 de março em Goiânia, tenha 43 carros na pista. O 35º carro confirmado é o de Edson Ferreira, o cidadão da foto aí abaixo, que nas últimas temporadas atuou na Stock Paulista. Ele vai competir na categoria C250 Cup com o carro número 186 da equipe RSports, chefiada por Leandro Romera.

3E8A8868

Os pilotos e carros já anunciados para o Mercedes-Benz Challenge de 2015, que terá suas etapas transmitidas ao vivo pelo Bandsports, são os das listas a seguir.

CLA 45 AMG CUP

3 – Cristian Mohr (SC), RSports

6 – Fernando Júnior (RS), WCR

10 – Pierre Ventura (RS), CKR Racing

11 – Neto de Nigris (SP), Manelão Competições**

16 – Marcelo Hahn (SP), Bläu Motorsport

17 – Linneu Linardi (SP), Linardi Sports

18 – Fernando Poeta/Guiherme Daudt (RS), Mottin Racing

27 – Cláudio Dahruj/Otávio Mesquita (SP), VB Motorsport

32 – Fernando Fortes (SP), Mottin Racing

33 – Adriano Rabelo (CE), Cordova Motorsports

37 – Lorenzo Varassin/Paulo Varassin (PR), Hitech Racing

44 – Cesare Marrucci (SP), Cordova Motorsports

46 – Carlos Kray (RS), CKR Racing

56 – Peter Ferter (MS), LT Racing Team

57 – Rodney Felício (SP), Manelão Competições**

60 – Betão Fonseca (SP), CenterBus Sambaiba Racing

61 – César Fonseca (SP), CenterBus Sambaiba Racing

76 – Danilo Pinto (SP), Scuderia 111

77 – Arnaldo Diniz Filho (SP), Comark-Hot Car

88 – Victor Amorim/Fernando Amorim (SP), RSports

X – Luiz Carlos Ribeiro (RS), Mottin Racing

C250 CUP

0 – Wilson Pinheiro Júnior (RS), RSports*

7 – Betinho Sartorio (ES), Paioli Racing

13 – Beto Rossi (SP), RSports

21 – Peter Michael Gottschalk (SP), Paioli Racing

26 – Flávio Andrade (SP), HotCar

47 – Romárcio Viola (ES), equipe a definir

49 – Maurício Lund (SP), KFF Pro Racing*

55 – Roberto Santos (SP), Della Via Racing Team

62 – Christian Germano (SP), CenterBus Sambaiba Racing

63 – Márcio Basso (SP), CenterBus Sambaiba Racing

97 – Luiz Sérgio Sena Júnior/Cleiton Campos (RS/SC), WCR

110 – Rodrigo Ferré/Bruno Alvarenga (SP), J. Star Racing

111 – Marcos Paioli/Peter Gottschalk Jr. (SP), Paioli Racing

186 – Edson Ferreira (SP), RSports

225 – Max Mohr (SC), RSports

224265_407087_dub_9284* (ATUALIZADO EM 3 DE MARÇO, ÀS 23h07)

Rafael Zappelini, listado no post original, não corre neste ano. Seu carro será utilizado por Maurício Lund, inscrito pela KFF Pro Racing.

** (ATUALIZANDO EM 9 DE MARÇO, ÀS 11h24)

Chegou-me agora a confirmação de que Rodney Felício e Neto de Nigris vão correr pela equipe do Manelão – no post original, estava indicado “equipe a confirmar”.

Os horários de Goiânia

23 MARCAS LARGADA

CASCAVEL – Quando a Vicar anunciou ainda em 2014 que concentraria todas as suas categorias em um evento único houve quem chamasse o Maurício Slaviero de maluco. “Não cabe tudo isso na programação”, ouvi.

Bem, no que diz respeito a cronograma, ao menos, podemos afirmar que cabe, sim. Saiu agora há pouco a programação para as etapas de abertura de temporada de Stock Car, Mercedes-Benz Challenge, Brasileiro de Turismo e Brasileiro de Marcas, nos dias 21 e 22 do mês que vem em Goiânia.

A Stock Car vai ter programação diferente da que esperamos para as etapas seguinte, porque em vez de rodada dupla teremos a segunda edição da corrida de duplas dos pilotos.

Aos horários*, sem delongas – entre parênteses, a indicação em minutos da duração de cada atividade:

Quinta-feira, 19 de março

14h – Stock Car: shakedown (10)

14h20 – Stock Car: treino livre para o primeiro grupo, só para convidados (60)

15h40 – Stock Car: treino livre para o segundo grupo, só para convidados (60)

Sexta-feira, 20 de março

8h10 – Brasileiro de Marcas: shakedown (10)

8h30 – Brasileiro de Marcas: treino livre para o primeiro grupo (35)

9h10 – Brasileiro de Marcas: treino livre para o segundo grupo (35)

10h00 – Brasileiro de Turismo: treino livre (45)

11h10 – Brasileiro de Marcas: treino livre para o primeiro grupo (35)

11h50 – Brasileiro de Marcas: treino livre para o primeiro grupo de (35)

12h40 – Brasileiro de Turismo: treino livre (45)

13h50 – Brasileiro de Marcas: treino classificatório (10)

14h20 – Stock Car: treino livre para o primeiro grupo, só para convidados (50)

15h15 – Stock Car: treino livre para o segundo grupo, só para convidados (50)

16h30 – Stock Car: treino livre para o primeiro grupo, titulares ou convidados (40)

17h15 – Stock Car: treino livre para o segundo grupo, titulares ou convidados (40)

Sábado, 21 de março

8h00 – Stock Car: treino livre para o primeiro grupo, titulares ou convidados (40)

8h50 – Stock Car: treino livre para o segundo grupo, titulares ou convidados (40)

9h45 – Mercedes-Benz Challenge: treino livre, as duas categorias (60)

11h00 – Brasileiro de Turismo: treino livre (20)

12h00 – Stock Car: treino classificatório (60)

13h10 – Brasileiro de Turismo: treino classificatório (20)

13h40 – Mercedes-Benz Challenge: treino livre, as duas categorias (60)

15h15 – Brasileiro de Marcas: largada da primeira etapa (25, mais uma volta)

16h25 – Brasileiro de Turismo: largada da primeira etapa (30, mais uma volta)

17h10 – Mercedes-Benz Challenge: treino classificatório CLA 45 AMG Cup (20)

17h40 – Mercedes-Benz Challenge: treino classificatório C250 Cup (20)

Domingo, 22 de março

8h40 – Brasileiro de Turismo: largada da segunda etapa (30, mais uma volta)

10h30 – Stock Car: largada da primeira etapa (50, mais uma volta)

12h35 – Mercedes-Benz Challenge: largada da primeira etapa (45, mais uma volta)

14h15 – Brasileiro de Marcas: largada da segunda etapa (25, mais uma volta)

235710_441936_15195230078_a41490765e_h* (ATUALIZANDO EM 13 DE MARÇO, ÀS 16h12)

A programação para o sábado, dia 21, acaba de passar por breves ajustes. Já fiz as alterações decorrentes no post original. Continua sendo o que está aqui, portanto.

O grid prévio do Mercedes-Benz Challenge

39 MBG HANASHIRO

CASCAVEL – Faltam menos de 40 dias para o início da temporada de 2015 do Mercedes-Benz Challenge. A primeira corrida vai acontecer em Goiânia, compondo a primeira edição do novo megaevento automobilístico da Vicar – Stock Car, Brasileiro de Marcas e Brasileiro de Turismo também vão abrir seus campeonatos na programação goiana.

Neste ano assumo a narração das oito etapas do Challenge nas transmissões pelo Bandsports, motivo pelo qual estou, há algumas semanas, mergulhado de cabeça na movimentação que as equipes viveram desde que terminou o campeonato de 2014. Saber o que se passa na entressafra, comentei aqui outro dia, é ponto fundamental até para trabalhar.

Várias das equipes, grande maioria, seguem com os mesmos pilotos. Os ábacos do #DataLuc, que já estão precisando de revisão de tanto uso, apontam que na CLA Cup, categoria que vai para sua segunda temporada com o modelo AMG CLA 45 da marca, 18 desses carros já estão sob a definição de seus pilotos ou suas duplas. No caso de dois deles, o que não sabemos ainda são os boxes em que poderão ser encontrados. Há outros sete exemplares do CLA 45 que estão fora desse levantamento por não terem, pelo menos por enquanto, seus pilotos definidos. Vamos à lista dos confirmados, pois (lista que a partir da data desses parênteses, 2 de março, terá atualização nesse post aqui).

CLA 45 AMG CUP

3 – Cristian Mohr (SC), RSports

6 – Fernando Júnior (RS), WCR

10 – Pierre Ventura (RS), CKR Racing

16 – Marcelo Hahn (SP), Bläu Motorsport

17 – Linneu Linardi (SP), Linardi Sports

18 – Fernando Poeta/Guiherme Daudt (RS), Mottin Racing****

27 – Cláudio Dahruj/Otávio Mesquita (SP), VB Motorsport**

32 – Fernando Fortes (SP), Mottin Racing

33 – Adriano Rabelo (CE), Cordova Motorsports

37 – Lorenzo Varassin/Paulo Varassin (PR), Hitech Racing

44 – Cesare Marrucci (SP), Cordova Motorsports

46 – Carlos Kray (RS), CKR Racing

56 – Peter Ferter (MS), LT Racing Team

57 – Rodney Felício (SP), equipe a definir

60 – Betão Fonseca (SP), CenterBus Sambaiba Racing

61 – César Fonseca (SP), CenterBus Sambaiba Racing

76 – Danilo Pinto (SP), Scuderia 111

77 – Arnaldo Diniz Filho (SP), Comark-Hot Car

88 – Victor Amorim/Fernando Amorim (SP), RSports

X – Luiz Carlos Ribeiro (RS), Mottin Racing****

Campeã em 2014 com Arnaldo Diniz Filho, a Comark Racing, chefiada pelo experiente Amadeu Rodrigues, mantém dois carros à disposição para esta segunda temporada da CLA 45 AMG Cup (***ver atualização ao fim do post). Há uma vaga também na Hitech Racing, já que Eduar Merhy Neto, titular no ano passado, vai tirar um ano sabático na competição. Na LT Racing Team, Leandro Totti ainda não confirma, mas tudo indica seja de que o segundo carro continue sendo pilotado por Paulo Totaro e Ralf Pufleb, que já formaram dupla no ano passado e conquistaram uma pole, na etapa final em Curitiba.

Alexandre Molles e Rodrigo Hanashiro, que em 2014 defenderam a Tradição-A. Mattheis, estavam muitíssimo bem encaminhados para competir neste ano pela Cordova Motorsports. Contudo, no último fim de semana, decidiram, por motivos inteiramente seus, não tomar parte do próximo campeonato. Outro que pode se afastar das pistas, ainda que temporariamente, é Neto de Nigris, que defendia a DeNigris-Europamotors – a equipe coordenada por Alexandre Gramacho também deve se afastar, por ora. São três carros que, em princípio, ficam encostados. Ou não. Ainda há quase 40 dias até a primeira etapa, tem bastante coisa para acontecer até lá.

AMORIM

Agora vamos à C250 Cup. Os Mercedes-Benz C250 Turbo, que vão para seu quinto ano de atuação nas pistas do Brasil, estão passando por modificações aerodinâmicas interessantes. O carro já configurado ao novo regulamento foi apresentado a pilotos e demais interessados em evento na última segunda-feira, em São Paulo.

Em princípio, a C250 Cup terá pelo menos 16 carros na pista – talvez sejam 18 –, 12 dos quais já com titulares definidos, conforme a lista que segue.

C250 CUP

0 – Wilson Pinheiro Júnior (RS), RSports*

7 – Betinho Sartorio (ES), Paioli Racing

13 – Beto Rossi (SP), RSports

21 – Peter Michael Gottschalk (SP), Paioli Racing

22 – Rafael Zappelini (SC), Rodoerre Racing

26 – Flávio Andrade (SP), HotCar***

47 – Romárcio Viola (ES), equipe a definir

55 – Roberto Santos (SP), Della Via Racing Team

62 – Christian Germano (SP), CenterBus Sambaiba Racing

63 – Márcio Basso (SP), CenterBus Sambaiba Racing

97 – Luiz Sérgio Sena Júnior/Cleiton Campos (RS/SC), WCR**

110 – Rodrigo Ferré/Bruno Alvarenga (SP), J. Star Racing

111 – Marcos Paioli/Peter Gottschalk Jr. (SP), Paioli Racing

225 – Max Mohr (SC), RSports

A WCR, que no ano passado disputou o título com Luiz Sérgio Sena Júnior, tem um C250 ainda sem titular – o próprio Sena, que também trabalha para tomar parte da CLA 45 AMG Cup, é um dos candidatos à inscrição com o carro (**ver atualização ao fim do post). A RSports, com um carro já confirmado, tem outros dois ainda sendo negociados pelo chefe Leandro Romera (*ver atualização ao fim do post). A Cordova Motorsports tem disponível o carro com que Cesare Marrucci competiu em 2015. A outra vaga no grid é da Linardi Sports – Linneu Linardi vai anunciar seu vizinho de box nos próximos dias.

Minha estimativa inicial era de que outros dois carros fossem pilotados por Léo de Nigris, irmão de Neto, e a dupla formada Thiago e Theo de Nigris, os filhos de Neto, que chegaram a fazer uma participação em 2014. A decisão de não correr em 2015, contudo, foi tomada em conjunto pela família De Nigris. Logo, são dois carros que tanto podem ficar devidamente guardados na garagem de um deles quanto também voltar ao grid por mãos de outros pilotos. A ver.

236723_445025_233319_434452_foto_luciano_santos___sigcom__9_* (ATUALIZANDO EM 13 DE FEVEREIRO, ÀS 11h19)

Um dos dois carros que citei como disponíveis na RSports já tem dono. É o gaúcho Wilson Pinheiro Júnior. Logo, a equipe tem apenas um carro disponível para a C250 Cup. No texto do post, para não parecer conversa de louco, tratei de atualizar de 11 para 12 o número de confirmados na categoria.

** (ATUALIZANDO EM 27 DE FEVEREIRO, ÀS 9h51)

Luiz Sérgio Sena Júnior, que citei no post original como um dos que ainda procuravam resolver a vida no campeonato, vai seguir na C250 Cup. Terá como parceiro Cleiton Gaubi de Campos, catarinense de São Miguel do Oeste. A equipe é a WCR. Outra novidade que vi hoje é a chegada à categoria de Otávio Mesquita, que vai formar dupla com Cláudio Dahruj. A equipe dos dois vai ser a VB Motorsport, capitaneada pelo Valdeno Brito e pelo Pablo Lopez.

*** (ATUALIZANDO EM 27 DE FEVEREIRO, ÀS 19h29)

Falei há pouco com o Amadeu Rodrigues, chefe de equipe da HotCar. Ele terá dois carros na categoria CLA 45 Cup, e não três, como eu havia informado anteriormente. O terceiro carro vai ser um C250, pilotado por Flavio Andrade. Flavio, piloto que acompanhei de longe nas principais prova de longa distância dos anos 90, é pai de Raphael Abbate, que vai disputar a Stock Car pela mesma equipe. Está tudo em casa, enfim.

**** (ATUALIZANDO EM 28 DE FEVEREIRO, ÀS 23h27)

O texto original do post mantinha Fernando Poeta e Luiz Carlos Ribeiro como titulares do carro número 18 da Mottin Racing. Eles competiram em dupla em 2014. Para a temporada que começa em março, contudo, Poeta terá um novo parceiro: será Guilherme Daudt, filho de Vicente, piloto que fez história no automobilismo gaúcho e brasileiro. Meu xará Luciano Mottin terá trabalho dobrado, já que Ribeiro continua na equipe e vai pilotar o segundo carro em inscrição individual – só o que ele não definiu ainda é o número de seu carro. Imagino que pensasse em retomar o 44, seu preferido, mas esse já é do Cesare Marrucci.

Challenge separa categorias na Bahia

236723_445025_233319_434452_foto_luciano_santos___sigcom__9_

CASCAVEL – Pista de rua, mais de 40 carros inscritos. Não há como negar a preocupação de todos com o que poderia acontecer na sétima e penúltima etapa do Mercedes-Benz Challenge em Salvador, sábado agora. Diante disso, o evento terá, pela única vez na temporada, suas categorias compondo grids distintos.

Sendo assim, a prova da C250 Cup terá largada às 10h25. Luiz Sena Júnior, do Rio Grande do Sul, Christian Mohr, de Santa Catarina, e Marcos Paioli/Peter Gottschalk Júnior, de São Paulo, comandam a disputa pela liderança do campeonato. A CLA Cup, que em 2014 trouxe para a pista os novos CLA 45 AMG Cup da marca alemã, terá sua corrida iniciada às 12h35. Enquanto a liderança do campeonato é de Arnaldo Diniz, que tem alguma folga na tabela de pontuação, a disputa pela vice-liderança não poderia ser mais equilibrada – por enquanto, envolve Neto de Nigris, Paulo Varassin/Lorenzo Varassin, Rodrigo Hanashiro, Cláudio Dahruj e Fernando Fortes, separados por três pontos – com exceção de Paulo e Lorenzo, pai e filho, que são paranaenses, o grupo das seis primeiras posições no campeonato é formado por pilotos paulistas. A programação da etapa baiana mantém a duração protocolar de 45 minutos e mais uma volta para cada corrida.

O sábado de velocidade em Salvador contempla, ainda, a penúltima etapa da Stock Car, com a primeira corrida começando às 15h e a segunda, às 16h10.

39 MBG HANASHIRO

Gostei da programação, que foi definida há mais de duas semanas e só fui ver agora. Vai dar para ver o pôr-do-sol tomando água-de-coco com os pés na areia. E, melhor que isso, vai dar para chegar em casa a tempo da festinha de oito anos do Luc Júnior.