Esperança em Brasília

244935_472522_decretoCASCAVEL – Interessante o comunicado da Confederação Brasileira de Automobilismo que chegou agora por e-mail, quando eu já preparava a saída para o almoço. A nota informa a liberação de um crédito de mais de R$ 20 milhões de reais pelo governo do Distrito Federal à Terracap, que vem a ser a Companhia Imobiliária de Brasília, para conclusão das obras de reforma do Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, iniciadas em 2014 e interrompidas no mês passado sob recomendação do Ministério Público.

O decreto, reproduzido aí acima, revoga todas as disposições em contrário, um praxe para procedimentos do gênero e que, diante do caso envolvendo o complexo esportivo da capital federal, vai abrir margem para uma série de análises e considerações de quem acompanha e vive as corridas de algum modo. “É uma vitória para o esporte a motor brasileiro”, são as aspas que o comunicado atribui ao presidente da CBA, Cleyton Pinteiro.

Será, Cleyton, de fato, se não houver novos empecilhos de ordem jurídica ou política. Não deve haver.

(ATUALIZANDO EM 10 DE FEVEREIRO, ÀS 11h52)

Não, de fato não haverá empecilhos. O que houve foi um erro de interpretação. O governo do Distrito Federal negou que essa verba seja destinada à conclusão da reforma do autódromo, conforme informa o Grande Prêmio. Pode ser o começo do fim, infelizmente.

Anúncios