#GoldClassic em dois grids

20160320_327_RodrigoRuiz_04866.jpg

Março de 2016, em Curitiba, na última vez em que equipes de várias partes do país se reuniram para um torneio extracampeonato. A farra em Cascavel na #GoldClassic vai ser bem maior.

CASCAVEL – Vocês que me leem vão lembrar que, nesse post do fim de maio, eu disse que por força das regras não passaríamos de 40 carros no grid da #GoldClassic. Bem, eu estava errado. Apesar da Federação Paranaense de Automobilismo nos ter instruído sobre ser esse o limite para corridas no formato do nosso torneio de clássicos e antigos em Cascavel, a coisa tomou uma proporção que num primeiro momento assustou.

A #GoldClassic, para quem não sabe, é um minitorneio que vai integrar, entre 16 e 18 de novembro, a programação da 32ª Cascavel de Ouro, no Autódromo Zilmar Beux, cá em Cascavel. Como não temos pelas bandas de cá nenhum equivalente da categoria Classic Cup, a partir do momento em que o promotor Edson Massaro autorizou a abertura de espaço para a competição dos antigos em Cascavel, fomos atrás dos pilotos do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, de São Paulo, de Minas Gerais, do Paraná – justiça seja feita, vários deles, atraídos pela notícia de que haveria a competição, é que vieram atrás de nós. E foi questão de dias para rompermos, com boa sobra, o limite de 40 carros.

Numa situação dessas, o que fazer? Como são sete as classes em disputa, a solução que formatamos foi a divisão do grupo em dois grids. Um deles, mais forte tecnicamente no que diz respeito ao potencial dos carros, vai reunir os participantes das classes Força Livre, GTS, GTL e Turismo Super. O outro, de menor velocidade e – ao que me parece – maior competitividade, terá as classes Turismo Light, Fusca Cup e Speed Fusca, esta última baseada no regulamento do Campeonato Metropolitano de Londrina, de onde vêm maioria dos inscritos.

Haverá boxes para todo mundo da #GoldClassic no autódromo?, é o que têm me perguntado praticamente todo dia. Não, não haverá. Para ninguém, aliás. Como a Cascavel de Ouro e a Sprint Race Brasil vão ocupar todos os 27 boxes disponíveis, desde o início sabemos que os belos exemplares do grid serão acomodados em tendas fechadas distribuídas pela área de boxes, a partir de um mapa que já estamos estudando com método e com carinho. E se o novo limite estourar de novo? Bem, agora não há mais o que fazer. O máximo para cada um dos grids é mesmo de 40 carros.

A situação me faz lembrar de uma senhora que anda um tanto esquecida. Afinal de contas, estipulamos a meta, atingimos a meta e dobramos a meta. Abaixo deixo um álbum de fotos de algumas das máquinas que vão compor os grids da #GoldClassic, em novembro. Abaixo das fotos, a lista dos participantes já confirmados. É essa a lista que vou atualizando conforme novas adesões forem confirmadas.

1 – Neno Oliveira (PR), VW Fusca/Sávio Sorvetes (Speed Fusca)

2 – Deninho Casarini (SP), VW Puma/Casarini Racing (GTS)

3 – Niltão Amaral (RS), VW Passat/Brazauto Racing (Turismo Super)

4 – Luciano Cortina (PR), VW Gol/Cortina Competições (Turismo Light)

6 – Dimas Pimenta III/Rodrigo Pimenta (SP/SP), GM Opala/Dimep (Força Livre)

7 – Érico Sávio (PR), VW Fusca/Sávio Sorvetes (Speed Fusca)

8 – Valdir Favarin (PR), Bimotor/Lagarto Competições (Força Livre)

9 – José Newton Ficagna (PR), Ford Escort/Ficagna Competições (Turismo Light)

10 – Fábio Grenteski (PR), Ford Escort/Grenteski Racing (Turismo Light)

12 – César Ferro/Marcelo Rampazzo (PR/PR), VW Fusca/Feinho Racing (Speed Fusca)

13 – José Antonio Sala (RS), VW Fusca/Equipe Sala (Força Livre)

14 – Geraldo Mesquita (MG), VW Passat/Greff Motor Club (Turismo Light)

15 – Ademar Fedrigo/Luiz Gehring (PR/PR), VW Fusca (Speed Fusca)

16 – Dimas Pimenta II/Alex Dimas (SP/SP), GM Opala/Dimep (Força Livre)

18 – Douglas Speto (SP), VW Voyage/Spirit Race (Turismo Light)

19 – Paulo Cury (SP), VW Passat/Cassarini Racing (Turismo Super)

20 – Denísio Casarini (SP), Porsche 914/Casarini Racing (Força Livre)

21 – Léo Freitas (MG), VW Puma/Greff Motor Club (GTS)

22 – Joacir Alves (PR), VW Fusca/Wessler Racing (Fusca Cup)

23 – Beto Haus (PR), VW Gol/Cortina Competições (Turismo Light)

29 – Jorge Mansur (MG), VW Fusca/Greff Motor Club (Turismo Light)

31 – Fábio Manstelle (PR), GM Chevette/Manstelle Competições (Turismo Light)

32 – Reinaldo Cangueiro (SP), VW Karman-Ghia/Casarini Racing (GTS)

33 – Beto Lacombe (RS), VW Gol BX/Lacombe Motorsport (Força Livre)

35 – Marcos Sommer (SC), GM Chevette/Pinduca Racing (Turismo Light)

37 – Giovani Almeida/Alê Peppe (SP/SP), Ford Corcel II/LF Preparações (Turismo Super)

39 – Cleiton Krause (RS), Fiat Uno/Castelo Pack (Turismo Super)

41 – Ike Nodari (SC), Fiat Uno/Bonora Racing (Turismo Light)

43 – Hamilton Morsch (PR), GM Chevette/SydiMotorsport (Turismo Light)

44 – Guilherme Fubá (MG), VW Puma/Greff Motor Club (GTS)

45 – Marcelo Tizzot (PR), VW Fusca/Tumiate Competições (Speed Fusca)

46 – Edson Massaro (PR), VW Fusca/Wessler Racing (Fusca Cup)

47 – Fred Mesquita (MG), GM Chevette/Greff Motor Club (Turismo Light)

49 – Marcelo Pacheco (SC), Fiat Uno/Bonora Racing (Turismo Light)

52 – Fabiano Sperafico (PR), VW Fusca Protótipo/Ugo Racing (Força Livre)

53 – Milton Borges Vieira (PR), VW Voyage/Poliservice (Turismo Light)

54 – Rafael Lopes/Ricardo Domenech (SP/SP), GM Omega/RC Racing (Força Livre)

55 – Estevam Manhani (PR), VW Fusca/Grilo Motorsport (Speed Fusca)

63 – Miguel Galli (PR), VW Fusca/equipe a definir (Speed Fusca)

64 – Marcos Philippi (SP), Ford Maverick/Philippi Racing (Força Livre)

66 – Luc Monteiro (PR), VW Fusca/Wessler Racing (Fusca Cup)

69 – Fernando Brock (RS), Bianco S/Eltz Racing (Turismo Light)

73 – Flávio César (MG), GM Chevette/Greff Motor Club (Turismo Light)

74 – Fabiano Schneider (SC), GM Chevette/Pinduca Racing (Turismo Light)

75 – João Ometto Neto (SP), GM Opala/JON Racing Team (Força Livre)

77 – Thiago Perez (SP), VW Fusca/Wessler Racing (Fusca Cup)

78 – Thiago Macedo (MG), GM Chevette/Greff Motor Club (Turismo Super)

83 – Antônio Pitta Neto (CE), VW Passat/Spirit Race (Turismo Super)

84 – Miguel Beux (PR), Avallone-Chevrolet/Beux Competições (Força Livre)

88 – Júlio Saravy (PR), VW Fusca/Julião Racing (Speed Fusca)

99 – João Cury (SP), VW Fusca/Wessler Racing (Fusca Cup)

119 – Rodrigo Conti/Maurício Gonçalves (SP/SP), M.I. Motors Performance (Turismo Super)

121 – Fábio Mestre (PR), VW Fusca/equipe a definir (Speed Fusca)

131 – Alessandro Pedone/Rodrigo Bonora (RS/PR), VW Passat/Bonora Racing (Força Livre)

133 – Duda Weirich (PR), VW Voyage/Weirich Competições (Turismo Light)

145 – César Cardoso/César Cardoso Júnior (RS/RS), Miúra Targa (GTL)

147 – Jeff Foitte/Anderson Rieper (SC/SC), VW Gol/Devassos Racing (Turismo Light)

173 – Marcelo Fortes (SP), VW Passat/LF Competições (Turismo Super)

188 – Cleber Fonseca (PR), Ford Escort/Fast Racing (Turismo Light)

192 – Anselmo Canelas Júnior (SP), VW Passat/X Power (Turismo Light)

202 – Gelson Veronese (PR), VW Apollo/Sete Motorsport (Turismo Light)

211 – Rodrigo Pupo/Clifford Jelinsky (SC/SC), VW Fusca “Zé-do-Caixão/Devassos Racing (Turismo Light)

233 – Manoel Salgueiro (MG), VW Passat/Greff Motor Club (Turismo Light)

302 – Leovaldo Petry (RS), Ford Maverick/Project Motorsport (Força Livre)

333 – Tony Manhani (PR), VW Fusca/Grilo Motorsport (Speed Fusca)

538 – Nenê Finotti/Marcelo Caslini (SP/SP), Porsche 550/LF Preparações (GTS)

666 – Luiz Carlos Preto/Luiz Fellipe Preto (PR/PR), VW Fusca/Grilo Motorsport (Speed Fusca)

777 – PH Costa/Rodrigo França (PR/SP), VW Voyage/Red Foot Racing Team (Turismo Light)

888 – Júnior Herzog (PR), GM Chevette/Auto Molar (Turismo Light)

899 – Alexandre Martins/Adriano Martins (SC/SC), VW Gol/AVM Racing (Turismo Light)

911 – Ronaldo Cesar Silva/Renan Silva (PR/PR), VW Voyage/Ronaldo Racing (Turismo Light)

Anúncios

O grid da Gold Classic

GOLD CLASSIC - VALDIR FAVARIN

O veterano Valdir Favarin voltará a disputar uma corrida, sua primeira com o protótipo Bimotor construído em Cascavel por Deoclides Carpenedo e que está sob seus cuidados há vários anos.

CASCAVEL – Era começo do ano quando sugeri ao Edson Massaro, promotor da Cascavel de Ouro, que incluíssemos um torneio com carros antigos na programação preliminar do evento. Já tínhamos fechado parceria com a Sprint Race Brasil, que vai ter no mesmo dia em Cascavel as duas corridas de sua sétima e penúltima etapa, e a novidade ainda não tinha sido divulgada a pedido do Thiago Marques, que fala pela categoria. Massaro me olhou com desconfiança – compreensível, já que o automobilismo de Cascavel não tem a categoria Classic Cup, isso só seria possível com pilotos de fora e atrair pilotos para um evento numa cidade longe dos grandes centros não tem sido missão das mais fáceis, quem lida com automobilismo sabe bem do que estou falando.

Mas fui autorizado a levar a coisa adiante, sob uma condição: que o grid tivesse um bom número de carros. Não falou nem quinze, nem oitenta; mencionou “um bom número”. Ora, o que seria um bom número? Bem, ao mesmo tempo em que tratava de formatar com o Paulo Nazzari um regulamento técnico que contemplasse todos os carros que há nesse mercado, fui atrás da Federação Paranaense de Automobilismo para saber quantos carros poderia acolher numa competição como essa. Esses limites não são determinados por sorteio ou por palpite, existe uma fórmula para levar a eles, conta quilométrica que contempla praticamente todos os números envolvidos em uma corrida de carros. Quarenta carros, esse foi o limite que a Federação me autorizou a buscar. Quarenta é um bom número.

34107643_1994400860811597_2906534343503511552_n

O Bianco de Fernando Brock, um dos pilotos da Classic Cup do Rio Grande do Sul que estarão no grid da Gold Classic em Cascavel integrando a Turismo Light, classe mais numerosa do torneio.

E lá fomos nós, à moda da casa, atrás de 40 carros aqui e ali para o nosso torneio. Que foi batizado Gold Classic. É a primeira edição, e as duas corridas, cada uma com duração de meia hora e mais uma volta, vão acontecer no dia 17 de novembro, sábado, véspera da Cascavel de Ouro. Antes das corridas, os pilotos vão ter cinco sessões de treinos livres de 30 minutos e mais uma tomada de tempos classificatória de 25 minutos. Quando formatei a programação, pensei de cara nos amigos do Campeonato Paulista, onde às vezes vou correr na classe Fusca Cup da categoria Turismo N, que divide o grid com a Classic Cup. Lá cada etapa tem dois treinos de meia hora, uma tomada de tempos de 25 minutos e uma, só uma, corrida de meia hora mais uma volta. Pessoal de São Paulo vai se esbaldar de treinar e correr em Cascavel, pensei, quando vi a tabela pronta.

Bem, e vai mesmo. Não só o pessoal de São Paulo, como também o de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul, do próprio Paraná. Ué, mas o Paraná não tem a Classic Cup, como eu mesmo já disse. De fato não tem, mas tem a Speed Fusca, que renasceu em Londrina neste ano fruto de um trabalho muito bacana dos pilotos e equipes de lá. E tem os amigos de Minas Gerais também, que estão se organizando por lá para definirem quantos vão compor a excursão de daqui a cinco meses e meio a Cascavel. E tem mais amigos de São Paulo no mesmo processo. Pelo que foi feito até agora, teremos mais de 40 carros nessa lista. Vamos estourar o limite? Apesar da tentação, não vamos. A Federação não deixaria – coberta de razão, é bom que se diga. Pelo sim, pelo não, o público da Cascavel de Ouro pode se preparar para acompanhar em novembro o espetáculo dos 40 carrinhos excêntricos e seus quarenta e poucos pilotos. Sim, há mais pilotos que carros, uma vez que é permitida a participação em duplas.

GRID GOLD 1 - DENINHO CASARINI (HUMBERTO DA SILVA)

Deninho Casarini, destaque da Classic Cup paulista, virá a Cascavel disputar a Gold Classic com o Puma número 2 de sua própria equipe. Denísio, seu pai, também estará na pista, com um Porsche 914.

A lista dos pilotos que vão participar da Gold Classic segue abaixo, estratificada por categorias. Vou editá-la conforme as coisas forem acontecendo, tal qual tenho feito com a da Cascavel de Ouro.

FORÇA LIVRE

6 – Dimas de Melo Pimenta III (SP), GM Opala/DIMEP

8 – Valdir Favarin (PR), Bimotor/Lagarto Competições

13 – José Antônio Sala (RS), VW Fusca/Equipe Sala

20 – Denísio Casarini (SP), Porsche 914/Casarini Racing

33 – Beto Lacombe (RS), VW Gol BX/Lacombe Motorsport

84 – Miguel Beux (PR), Avallone-Chevrolet/Beux Competições

302 – Leovaldo Petry (RS), Ford Maverick/Project Motorsport

538 – Nenê Finotti/Marcelo Caslini (SP/SP), Porsche 550/LF Preparações

GTS

2 – Deninho Casarini (SP), VW Puma/Casarini Racing

32 – Reinaldo Cangueiro (SP), VW Karmann/Dopamina Racing

21 – Léo Freitas (MG), VW Puma/Greff Motor Club

GTL

43 – César Cardoso/César Cardoso Júnior (RS/RS), Miúra Targa/Fast Racing

44 – Guilherme Fubá (MG), VW Puma/Greff Motor Club

TURISMO SUPER

3 – Niltão Amaral (RS), VW Passat/Brazauto Racing

14 – Geraldo Mesquita (MG), VW Passat/Greff Motor Club

37 – Giovani Almeida/Alê Peppe (SP/SP), Ford Corcel II/LF Preparações

39 – Cleiton Krause (RS), Fiat Uno/Castelo Pack

47 – Fred Mesquita (MG), GM Chevette/Greff Motor Club

78 – Thiago Macedo (MG), GM Chevette/Greff Motor Club

TURISMO LIGHT

9 – José Newton Ficagna (PR), Ford Escort/Ficagna Competições

10 – Fábio Grenteski (PR), Ford Escort/Grenteski Racing

41 – Ike Nodari (SC), Fiat Uno/Bonora Racing

44 – Beto Haus (PR), VW Gol/Cortina Competições

49 – Marcelo Pacheco (SC), Fiat Uno/Bonora Racing

69 – Fernando Brock (RS), Bianco S/Eltz Racing

73 – Flávio César (MG), GM Chevette/Greff Motor Club

777 – PH Costa/Rodrigo França (PR/SP), VW Voyage/Red Foot Racing Team

899 – Alexandre Martins/Adriano Martins (SC/SC), VW Gol/AVM Racing

911 – Ronaldo Cesar Silva/Renan Silva (PR/PR), VW Voyage/Ronaldo Racing

SPEED FUSCA

1 – Neno Oliveira (PR), VW Fusca/Sávio Sorvetes

5 – Jorge Mansur (MG), VW Fusca/Greff Motor Club

7 – Érico Sávio (PR), VW Fusca/Sávio Sorvetes

12 – César Ferro/Marcelo Rampazzo (PR/PR), VW Fusca/Feinho Racing

15 – Ademar Fedrigo/Luiz Gehring (PR/PR), VW Fusca/Grilo Motorsport

45 – Marcelo Tizzot (PR), VW Fusca/Tumiate Competições

666 – Luiz Carlos Preto (PR), VW Fusca/Grilo Motorsport

FUSCA CUP

22 – Joacir Alves (PR), VW Fusca/Wessler Competições

46 – Edson Massaro (PR), VW Fusca/Wessler Competições

66 – Luc Monteiro (PR), VW Fusca/Wessler Competições

77 – Thiago Perez (SP), VW Fusca/Wessler Competições

OLD DIMAS III

Dimas Pimenta III, um dos integrantes do grid da ascendente Old Stock Race paulista, será um dos candidatos à vitória na classe Força Livre e também na classificação geral da Gold Classic.

O grid da Cascavel de Ouro

INSC 03

Foto que o José Mário Dias produziu na última Cascavel de Ouro, com o VW Gol vencedor de Emílio Weiss/Marcel Sedano entre os Ford Ka de Daniel Kaefer/Carlos SG e Natan Sperafico/Gabriel Correa.

SÃO PAULO – Todo ano faço um post como esse, que vai sendo atualizado à medida em que as coisas acontecem no âmbito administrativo da Cascavel de Ouro. Aqui estão relacionados todos os pilotos já devidamente inscritos na corrida de novembro. Conforme novas inscrições forem sendo feitas, serão incorporadas ao post, também.

Na data original da postagem, 11 de maio, são (eram, para quem ler do dia 12 em diante) 31 carros inscritos, alguns deles com apenas um piloto indicado, conforme permite o regulamento desportivo. Imaginar quantos podem ser os carros inscritos até a abertura da programação, no dia 16 no Autódromo Zilmar Beux, é exercício que parece já estar rendendo alguns bolões informais lá pelas bandas de Cascavel.

0 – Marcelo Beux (PR), GM Celta/Caús Motorsport

1 – Odair dos Santos/Thiago Klein (PAR/PR), VW Gol/Paraguay Racing-Stumpf Preparações

6 – Fernando Júnior/Clemente Moroni (RS/RS), GM Celta/CenterBUS-Sambaíba Racing Team

7 – Ariel Barranco/Rafael Barranco (PR/PR), VW Gol/RB Motorsport

17 – Jorge Martelli/Eduardo Berlanda (SC/SC), VW Gol/MP Competições

18 – Gabriel Formentão/Cleves Formentão (PR/PR), VW Gol/SpeedCar

19 – Guilherme Sirtoli/Leônidas Fagundes (PR/PR), Fiat Palio/equipe a definir

20 – Roger Sandoval/João Cardoso (RS/RS), GM Celta/Auto Racing

21 – Eduardo Pavelski (PR), VW Gol/SR Competições

22 – Edgar Favarin/Israel Favarin (PR/PR), VW Gol/Paraguay Racing-Stumpf Preparações

28 – Marcel Sedano/Emílio Weiss (SC/PR), VW Gol/Stumpf Preparações

33 – Gustavo Magnabosco/Eduardo Berlanda (SC/SC), VW Gol/Pein Competições

37 – Marcelo Campagnolo/Gastão Weigert (PR/PR), Ford Fiesta/Seidel Preparações

41 – Lucas Bornemann (PR), VW Gol/MP Competições

43 – Anderson Portes/Juliano Bastos (PR/PR), Ford Ka/RMP Motorsport

45 – Fabiano Cardoso (RS), Hyundai HB20/Fast Racing

46 – Thiago Tambasco (MG), GM Onix/Fast Racing

53 – Wilton Pena/Lucca Paulinelli/Zigomar Júnior (MG/MG/SP), VW Gol/PaceCar Motorsport

54 – Rafael Lopes (SP), Hyundai HB20/Fast Racing

60 – Betão Fonseca/Adriano Rabelo (SP/CE), GM Celta/CenterBUS-Sambaíba Racing Team

62 – Allan Aquino/Ingmar Biberg (PAR/PR), Ford Ka/RMP Motorsport

64 – Lorenzo Massaro (PR), VW Gol/SpeedCar

66 – César Fonseca/Ângelo Giombelli (SP/PR), GM Celta/CenterBUS-Sambaíba Racing Team

72 – Davi dal Pizzol (PR), VW Gol/equipe a definir

74 – Guto Baldo/Júnior Caús (PR/PR), GM Corsa/Sivel Competições

77 – Wellington Cirino/André Marques (PR/SP), VW Gol/SpeedCar

90 – Beto Pontes/Beto Pontes Filho/Alexandre Souza (CE/CE/SP), GM Celta/Sodine Racing

107 – Edson Bueno/Diogo Pachenki (PR/PR), VW Gol/Stumpf Preparações

111 – Marcos Paioli/Peter Gottschalk (SP/SP), GM Celta/Paioli Racing

115 – Carlos Machado (PB), GM Celta/Tuta Racing-Autotech

117 – Gustavo Myasava (PR), MRF Motorsport/GM Celta

128 – Wilians Peres (PR), VW Gol/Abreu Motors

177 – Lúcio Seidel (PR), Ford New Fiesta/Seidel Preparações

246 – Edson do Valle/Wellington Justino (GO/GO), Ford Ka/Classe A-Ferrari Motorsport

333 – Paulo Henrique Costa/Fábio Tokunaga/Mário Garibaldi (PR/PR/PR), VW Gol/Red Foot Racing Team

343 – Christiano Bornemann/Marcelo Cancelli (PR/SC), VW Gol/MP Competições

777 – Wanderson Freitas/Leandro Freitas (MG/MG), VW Gol/Stumpf Preparações

950 – Igor Antunes/Anderson Oliveira (PE/PE), GM Celta/Tuta Racing-Malta Locadora

988 – Eduardo Bacarin/Alexandre Malta (CE/PE), GM Celta/Malta Locadora-Bacarin Papéis

OURO 28 - PODIO GERAL.jpg

O pódio da Cascavel de Ouro do ano passado, que teve 56 carros inscritos e 121 pilotos de 14 estados e mais o Distrito Federal. A vitória e o prêmio de R$ 100 mil ficaram com Marcel Sedano e Emílio Weiss.

Enfim, a Gold Classic!

GOLD CLASSIC - GAUCHO

As equipes da Classic Cup do Rio Grande do Sul já trataram de colocar a Gold Classic em sua agenda de eventos para 2018. Maioria desses belos carros estarão no nosso grid no dia 17 de novembro.

CASCAVEL – Faltam ainda sete meses para o evento propriamente dito, o que não significa que o trabalho em torno da Cascavel de Ouro tenha de esperar. Pelo contrário, ele já começou e já nos tem consumido muito. A 32ª edição da corrida vai acontecer no dia 18 de novembro, com premiação recorde de R$ 150 mil, transmissão ao vivo na tevê, tudo aquilo que já é sabido pelos pilotos dos carros de Marcas 1.6 em todo o país – aliás, neste ano a categoria passa a ser oficialmente tratada como Turismo Nacional, para efeito de Campeonato Brasileiro.

Bem, a programação da Cascavel de Ouro terá mais atrações. Entre elas, as corridas da sétima e penúltima etapa da Sprint Race Brasil. Essa não nos dá trabalho algum. Pelo contrário, a trupe do Thiago Marques já traz a festa prontinha da sede em Curitiba, nosso único trabalho é alocar os carros nos boxes e os treinos e corridas na tabela de programação, tarefas que já estão devidamente cumpridas. Outra atração é a Gold Classic, um torneio para carros antigos que vai ter duas corridas na véspera da Cascavel de Ouro, dia 17 de novembro. É a ela, à Gold Classic, que o post se destina.

GOLD CLASSIC - MIGUEL BEUX

Miguel Beux, de Cascavel, fará na Gold Classic a estreia em corridas do Avallone-Chevrolet ao qual tem se dedicado nos últimos 12 anos. O carro já protagonizou demonstrações em várias pistas.

Pois bem, a ideia de trazer os clássicos para a pista em Cascavel não é nova. Falo nisso desde a edição de 2015. Expus isso ao Edson Massaro depois da última Cascavel de Ouro e ele, promotor do evento e entusiasta de qualquer coisa relacionada ao automobilismo, topou na hora. Fez mais: me encarregou de fazer o negócio acontecer, motivo pelo qual aproveitei as corridas que fiz no Paulista de Automobilismo entre dezembro e fevereiro para contatar diretamente as equipes de lá a respeito. Trouxe de Interlagos um bom pacote de sugestões a respeito. Num segundo momento as equipes do Rio Grande do Sul também passaram a fazer parte da conversa, e em seguida as de Minas Gerais e as de Londrina, onde neste ano ressuscitaram a boa e velha Speed Fusca, mais boa que velha.

A primeira coisa foi configurar um regulamento técnico que contemplasse todo mundo. Não é intenção de ninguém fazer com que as equipes modifiquem seus carros para disputar um torneio de fim de ano em Cascavel. O Paulo Nazzari, que é comissário da Federação Paranaense de Automobilismo, acabou debruçado sobre os regulamentos técnicos de todos esses campeonatos que citei. Combina daqui, compara dali, e o Paulo formatou um regulamento próprio para a Gold Classic. Serão sete as categorias em disputa: Força Livre, Gran Turismo Super, Gran Turismo Light, Turismo Super, Turismo Light, Gold Speed Fusca e Gold Fusca Cup. As cinco primeiras podem ser tratadas pelas siglas FL, GTS, GTL, TS e TL, que no mundo dos vivos podem não ter muito sentido, mas são bem familiares aos pilotos e às equipes.

GOLD CLASSIC - NENE FINOTTI

Nenê Finotti, de São Paulo, vai disputar a Gold Classic a bordo de seu invejável Porsche 550. Sua equipe, a LF Preparações, terá vários outros modelos no grid. Acho que com pilotos de Cascavel, inclusive.

Uma das dificuldades que encontro quando vou correr em São Paulo está sanada para a Gold Classic, que é o pouco tempo de pista. A programação prevê cinco sessões de treinos livres de meia hora, mais uma tomada de tempos classificatória e as duas corridas, cada uma com 30 minutos e mais uma volta. O chefe de uma equipe já me disse que os treinos livres são excessivos. Respondi-lhe que melhor sobrar, como aqui, que faltar, como em Interlagos. Os pilotos não precisam participar de todos os treinos, mas acho melhor que tenham todas essas sessões disponíveis para trabalharem quanto e como acharem melhor.

A Cascavel de Ouro vai fechar um fim de semana prolongado – 15 de novembro, feriado nacional alusivo à Proclamação da República, vai ser dia reservado a treinos extraoficiais com cronometragem na pista de Cascavel. Em princípio, só para a Cascavel de Ouro. Havendo demanda das equipes da Gold Classic, já com a prévia concordância do Massaro, teremos no feriado duas horas de pista liberada para os antigos e furiosos. Não sei se já disse, mas a programação oficial da Gold Classic será toda desenvolvida nos dias 16 e 17. Três treinos livres na sexta, ficando o sábado reservado a mais dois treinos livres, à tomada de tempos e às duas corridas. Fica o domingo para as equipes de fora, que serão a grande maioria, destinarem à viagem de volta. Mais um problema resolvido.

GOLD CLASSIC - WESSLER COMPETICOES

Parte do “arsenal” da Wessler Competições. A equipe do Stanley Wessler vai integrar o grid da Gold Classic. O meu carro está ali no meio, o Fuscão vermelho com que consegui minha primeira vitória.

Outro empecilho que me foi manifestado nesse contato prévio com as equipes estava atrelado ao valor da taxa de inscrição, previamente anunciado em R$ 1.000 por carro – pode haver inscrições individuais ou em dupla, a inteiro critério dos participantes. Piloto sempre vai achar que a inscrição é cara, eu também acho quando vou correr. Busquei um meio para isso, também. Assim, quem efetuar sua inscrição até dia 31 de julho paga R$ 650. A partir de 1º de agosto voltamos aos R$ 1.000 previstos no regulamento desportivo.

Uma coisa que ainda não podemos bater no peito para confirmar é a transmissão das corridas da Gold Classic na TV e na internet. O que dá para afirmar é que temos tratado do assunto. Palpite meu, teremos essas corridas mostradas para o mundo inteiro. Os pilotos que não vierem vão poder acompanhar de casa o nosso torneio e se arrepender de terem deixado a participação para 2019.

Meu palpite para o grid de 17 de novembro? Hum… 50 carros.

GOLD CLASSIC - BETO LACOMBE

Beto Lacombe, do Rio Grande do Sul, fez questão de ser o primeiro a se inscrever na Gold Classic. Vem com o Gol BX da Lacombe Motorsport, puxado por um motorzão de 216 hp, na classe Força Livre.

Por fim, sobre o regulamento técnico: ele já existe. Os que tiverem interesse em consultá-lo podem solicitar o envio com mensagem para o meu e-mail, lucmonteiro10@gmail.com. Os que têm meu número de WhatsApp podem solicitar o regulamento por lá, também, e já o receberão no ato.

Abaixo, repico as fotos de alguns dos carros que deveremos ver em ação no feriadão de novembro no circuito mais veloz do automobilismo brasileiro. Vai ser uma festa para saudosista ou antigomobilista nenhum colocar defeito. E um grande aperitivo para a maior Cascavel de Ouro de todos os tempos.

 

Cascavel de Ouro abre inscrições

INSC 04

A Cascavel de Ouro de 2017 reuniu 56 carros nos boxes do Autódromo Zilmar Beux. Foi necessária uma corrida de repescagem para que se definissem os 50 classificados ao grid principal.

CASCAVEL – Faltam quase dez meses para a 32ª edição da Cascavel de Ouro. Com um pouco mais de precisão, 291 dias. Moças ou senhoras que sequer estão grávidas poderão ser mamães até 18 de novembro, data da corrida que, pelo segundo ano seguido, terá promoção e organização do Edson Massaro. Vou dar bastante pitacos no evento, de novo.

O trabalho em torno da corrida em 2017 foi tão divertido quanto cansativo. Comemoramos cada um dos recordes estabelecidos: 56 carros e 121 pilotos, números inéditos; representantes de 14 estados brasileiros e mais o Distrito Federal, também algo inédito; até a corrida de repescagem que definiu a lista dos 50 carros permitidos no grid, sugestão minha devidamente plagiada da final nacional da Copa Corsa de 1995 em Interlagos, foi algo que curtimos aos montes.

A Cascavel de Ouro vem crescendo ano a ano desde que foi retomada em definitivo, em 2014, quando o evento assumiu uma característica diferencial, a de só admitir carros da categoria Marcas & Pilotos 1.6, e quem a chama assim sou eu, porque os dirigentes nacionais a tratam como “Turismo 1600”. Neste ano o número oficial representará a cilindrada máxima, e não a mínima, já que serão aceitos também carros com motores 1.4 e 1.5, o que é assunto para outro dia.

INSC 03

Pelo quinto ano consecutivo a Cascavel de Ouro terá no grid carros de Marcas & Pilotos 1.6. O regulamento técnico desta 32ª edição será baseado no do Campeonato Paranaense da categoria.

Bem, faltam 291 dias para o que imaginamos que vá ser, de novo, a maior Cascavel de Ouro de todos os tempos. Mas as inscrições já estão abertas. Melhor dizendo, estarão abertas a partir de amanhã. O ideal seria abordar o assunto amanhã, mas é que estou saindo de cena com a namorada e as crianças para alguns dias de férias talvez nem tão merecidas, mas necessárias.

Na transmissão ao vivo da edição cinquentenária da Cascavel de Ouro, da qual fui narrador, eu e o comentarista Eduardo Homem de Mello recebemos dezenas de mensagens de pilotos de todos os cantos do Brasil, duas ou três de fora, anunciando presença na corrida de 2018. Um detalhe relevante: não divulgamos nenhum canal de contato no BandSports. Fomos alcançados pelos pilotos que nos têm em suas listas de torpedos ou WhatsApp. Estou em centenas dessas relações, e o Edu mais ainda.

Bem, todos esses pilotos estarão à vontade, a partir de amanhã, para efetivar participação na Cascavel de Ouro. Os primeiros a efetuar inscrição terão descontos maiores na taxa, claro. E garantia de reserva nos boxes – havendo excedente, e posso afirmar que haverá, alguns carros terão de ser alocados nas tendas que vamos montar anexas ao pit lane, também assunto para depois das férias.

Levo na bagagem da curta viagem de férias uma curiosidade que vai ser sanada rapidamente: qual será o primeiro carro inscrito na 32ª Cascavel de Ouro, a que estabelece recorde também na premiação, oferecendo R$ 150 mil aos pilotos? É provável que saibamos disso amanhã. Meditarei a respeito apreciando uma boa caipirinha.

INSC 02

O regulamento desportivo que será enviado às equipes que solicitarem ficha de inscrição prevê algumas novidades. A duração da corrida vai ser a mesma da edição do ano passado, de três horas.

Nomes e cores: Cascavel de Ouro

CASCAVEL – Terminou ontem o prazo para inscrições de pilotos e carros para a disputa da edição cinquentenária da Cascavel de Ouro. Fechamos a lista com 56 carros e 121 pilotos, que vêm de 14 estados brasileiros e do Distrito Federal. São recordes absolutos para a corrida, que terá largada às 13h de domingo, com transmissão ao vivo do BandSports. Pela primeira vez vou narrar uma Cascavel de Ouro na TV, tendo suporte do Eduardo Homem de Mello no comentário e do Osires Júnior na reportagem. Geração de imagens da campeoníssima Master/CATVE.

Com a lista fechada, cumpre apresentar aos fãs das corridas os carros que vão protagonizar a festa – que terá, em sua programação preliminar, uma etapa oficial do Campeonato Paulista da Old Stock Race. O post vai irritar alguns fotógrafos. Primeiro, porque não anotei os devidos créditos, embora saiba que aí há fotos de Albert Egon, Cíntia Azevedo, Cleocinei Zonta, Daniel Gomes, Deivicris de Cristo, Dudu Mazzei, Rodrigo Ruiz, Vanderley Soares, Victor Lara, e de mais gente também. E algumas feitas pelos próprios pilotos em suas garagens e oficinas, e outras ainda em que metemos a caneta virtual descaradamente, ou só trouxemos a projeção de layout, para dar uma ideia de como estarão apresentados na pista.

De modo ou outro, conheçamos os carros da prova que vai premiar seus vencedores com R$ 100 mil. Que saem apresentados apenas por números e nomes de seus pilotos. Até o fim do dia, se tudo correr bem, pretendo acrescentar um pitaco sobre cada dupla ou trio participante.

0 – Renato CONSTANTINO/Luciano LOBÃO/Rafael SUZUKI000 (Cleocinei Zonta)

2 – Júnior CAÚS/Ingmar “Guinho” BIBERG002 (Cleocinei Zonta)

3 – Felipe CARVALHO/Guilherme SALAS/Cássio CORTES003 (Albert Egon)

6 – Fernando JÚNIOR/Clemente MORONI006

7 – Ariel BARRANCO/Rafael BARRANCO007 (Victor Lara)

8 – André NICASTRO/Marcos REGADAS/Lukas MORAES008

9 – Miguel LASTE/Ricardo SPERAFICO/Rodrigo SPERAFICO009 (Deivicris de Cristo)

11 – Fabiano CARDOSO/Tuka ANTONIAZI011

12 – Vilmar MALAGI/Gustavo VERONEZ/Matias PINHEIRO012 (Cleocinei Zonta)

13 – Caíto CARVALHO/Paulo BENTO013 (Cleocinei Zonta)

14 – Marcelo BEUX/João Paulo GELAIN014 (Deivicris de Cristo)

15 – Carlos MACHADO/Ricardo HERACLIO015

17 – Daniel KAEFER/Carlos SOUZA017

18 – Cleves FORMENTÃO/Gabriel FORMENTÃO018 (Cleocinei Zonta)

19 – Guilherme SIRTOLI/Leônidas FAGUNDES019 (Cleocinei Zonta)

22 – Edgar FAVARIN/Israel FAVARIN022 (Paulinho Nascimento)

27 – Natan SPERAFICO/Gabriel CORREA027 (Sergio Sanderson)

28 – Marcel SEDANO/Valmor Emílio WEISS028 (Albert Egon)

30 – Rogério CASTRO/Marcelo di TRIPA030

31 – André BRAGANTINI/Galid OSMAN031 (Cleocinei Zonta)

32 – Raijan MASCARELLO/Fernando FORTES032

33 – David MUFFATO/Beto MONTEIRO033 (Cinta Azevedo)

34 – Helio FAUSTO/Pedro CARDOSO034

37 – Marcelo CAMPAGNOLO/Gastão WEIGERT037 (Albert Egon)

39 – Roney RIBEIRO/Luiz Fernando PIELAK/Felipe BRAZ039 (Cintia Azevedo)

41 – João LEMOS/Analino “Choka” SIRTULI041 (Divulgacao)

43 – Anderson PORTES/Juliano BASTOS043 (LDB Machines)

44 – Luiz Carlos RIBEIRO/Peter FERTER044

45 – Cesar CARDOSO/Miguel MALLACO/Cleber FONSECA045

46 – Edson MASSARO/Wellington CIRINO046 (Cleocinei Zonta)

60 – Betão FONSECA/Adriano RABELO060

64 – Lorenzo MASSARO/Paulo SALUSTIANO064 (Cinta Azevedo)

66 – Luís Guilherme FILGUEIRAS/Rodrigo MORENO066 (Dudu Mazzei)

69 – Andrei CARTA/Ruslan CARTA Filho069 (Daniel Gomes)

71 – Wyllian CEZAROTTO/Eber GOMES/Pablo ALVES071 (Cleocinei Zonta)

72 – Davi DAL PIZZOL/Gustavo DAL PIZZOL072 (Victor Lara)

73 – Leandro TOTTI/Maicom TUMIATE073

74 – Odair dos SANTOS/Thiago KLEIN074 (Albert Egon)

86 – Gustavo FRIGOTTO/Nicolas SALMINI086

87 – Jorge MARTELL/Michel GIUSTI087

88 – Leandro ZANDONÁ/Paulo PIZZONI088

90 – Ricardo LANDI/Ronaldo GIORDANI090

99 – César BONILHA/Juca LISBOA099 (Rodrigo Guimaraes)

107 – Edson BUENO/Diogo PACHENKI107 (Cleocinei Zonta)

117 – Gustavo MYASAVA/Pedro SADERI117 (Albert Egon)

118 – João Paulo NAUMES/Alisson NURNBERG118 (Albert Egon)

128 – Wilians PERES/Guto BALDO128 (Albert Egon)

133 – Gustavo MAGNABOSCO/Eduardo BERLANDA133 (Albert Egon)

146 – Rogério “Jegue” dos SANTOS/Dorivaldo GONDRA Júnior146

169 – Gelmar CHMIEL Júnior/Gilliard CHMIEL169 (Cleocinei Zonta)

174 – Alexandre SEDA/Francisco PAIVA Júnior174

246 – Edson do VALLE/Wellington JUSTINO246

332 – Rafael COLOMBARI/Mário GARIBALDI Filho332

333 – Fábio TOKUNAGA/Paulo Henrique COSTA333 (Cleocinei Zonta)

555 – Renato BRAGA/Leandro REIS/Leandro ROMERA555

999 – Alexandre FRANKENBERGER/Rafael BASTOS999

Cascavel de Ouro? Há vagas!

CASCAVEL – Tem bastante gente falando comigo nas últimas semanas, e no caso de agora me refiro especificamente a pilotos e equipes, sobre a Cascavel de Ouro. Tem gente querendo participar da prova, tem gente oferecendo esquemas prontos para gentes que querem correr. Tem gente com carro pronto para alinhar no grid e precisando de um ou de dois parceiros, e tem gente com disponibilidade para aguentar parte do orçamento da competição, mas sem carro. E, apesar de já termos ultrapassado o máximo de carros permitidos para o grid, ainda há, sim, vagas para quem quer tomar parte da Cascavel de Ouro. O que falta é essas gentes estarem em contato, certo?

Tento dar uma contribuição, ou estender a que tenho dado. Abaixo relaciono algumas opções de pacotes ainda disponíveis para quem ainda não definiu a vida para a maior corrida do lado de baixo do Equador – nesse outro post aqui, por exemplo, apresento a lista completa dos pilotos e carros já efetivamente inscritos. Preços? Não vou entrar no mérito aqui, mesmo estando a par de alguns orçamentos, mas indico os contatos do responsável por todas as sugestões do post.

VAGA - IKE.jpg

Destaque do Gaúcho de Marcas, onde conquistou duas vitórias em 2017 e está na disputa pelo título da classe Novatos, Ike Ramos está bastante propenso a trazer seu GM Classic para o grid da Cascavel de Ouro. O carro tem preparação da MP Racing, equipe chefiada pelo Marcos Pinto. Ele considera a participação tanto em dupla quanto em trio. Os interessados em completar a formação com o time gaúcho podem visitar o Ike em Canoas ou contatá-lo pelo número (51) 9 9636-3316.

VAGA - PHOENIX

O GM Corsa da Phoenix Competições ganhou novo aspecto e novo layout para esse fim de temporada. Pode ser, acho que vai ser, a primeira Cascavel de Ouro da equipe, destaque do automobilismo paulista já há várias temporadas. Gosto do jeito deles de trabalhar, fiz duas participações com a Phoenix no campeonato de Piracicaba, de onde trouxe um trofeuzinho no Endurance e outro nas provas curtas. De quebra, surge a possibilidade de se ter o Luisinho Piccolo como parceiro – ele sempre diz que não vai correr, que vai só responder pelo carro, e quando vamos ver lá está o nanico na pista acelerando. Por via das dúvidas, melhor tratar da vaga com a Cris Lima, diretora da equipe. O contato dela é (19) 9 8263-4045.

VAGA - LAGARTO

Lagarto Motorsport é a equipe de Osmar Sorbara, o “Lagarto”. Qualquer um que tenha mais que um ano de convivência com o automobilismo sabe quem é o Lagarto, que já manteve equipes na Fórmula 3, na Fórmula Truck, na Stock Car, onde mais vocês imaginarem. Pois bem, o Lagarto tem esse VW Gol prontinho da silva para colocar na pista na Cascavel de Ouro. Um dos pilotos já está escalado – é do ramo, faz parte da nova geração de talentos brasileiros, já participou (e bem!) de pelo menos duas das grandes categorias nacionais do automobilismo. Para a prova de novembro, falta-lhe o parceiro. A situação deve ser tratada diretamente com o Lagarto, que atende pelo número celular (45)  9 9835-2067.

VAGA - WYLLIAN

A Cezarotto Motorsport já tem um carro inscrito, o Ford Fiesta do trio Wyllian Cezarotto/Eber Gomes/Pablo Alves, e disponibiliza também esse VW Gol G3. É o carro com que o Wyllian foi ao pódio domingo último no encerramento do Metropolitano de Marcas & Pilotos. Luiz Cezarotto me contou que é um carro bem nascido, acredito nele. Duplas ou trios interessados podem procurar o Luizão, no número (45) 9 9936-2953, ou o Wyllian, no (45) 9 9940-7386.

VAGA - JUNINHO

Mais um VW Gol, desta vez o da Sete Motorsport, do Juninho Sorbara e de seu pai Oscar. É a equipe que colecionou vitórias e títulos da categoria Marcas N nas últimas temporadas, antes de converter o carro ao regulamento do Paranaense de Marcas, que será praticado na Cascavel de Ouro. Imagino que as modelos não façam parte do pacote, mas o Juninho por certo poderá indicar os contatos das duas a seus pilotos. O contato dele para tratarem da participação na corrida com esse carro é (45) 9 9947-2877. Quando está de bom-humor ele também responde pelo WhatsApp…

VAGA - CORTINA

Pelo visto o que não faltam são os modelos VW Gol aos que deixaram a definição do esquema de corrida para a última hora. Esse aqui é o da Cortina Competições, preparado por Antonio Cortina e pelo filho Marcos. É outro carro que está migrando da Turismo 1600, novo nome da Marcas N, para o regulamento de Marcas. Um custo-benefício interessante, tendo-se em vista que, em vez de cobrar aluguel, o Marcos Cortina parece disposto a definir seu(s) parceiro(s) na corrida pedindo como contrapartida a providência de itens para conclusão da atualização técnica do carro. É coisa pouca. O contato do Marcos é (45) 9 9817-9119.

VAGA - MIKA

Carrinho novo, e pelo que ouvi de alguns mostrou potencial já nas primeiras voltas de sua existência. De outros, antes mesmo do teste, ouvi que o Ford Escort modelo Europeu pode ser o grande “pulo do gato” para uma corrida dessa. Nunca compreendi o exato sentido dessa expressão, mas me soa como algo positivo. O responsável pela novidade é o Mika Sorbara, que atende 24 horas por dia no número (45) 9 9993-0674. É um dos carros em que faço questão de dar umas voltas depois da Cascavel de Ouro.

VAGA - ALE

Alexandre Souza é piloto paulista, costuma conquistar várias vitórias no Sudeste e no Centro-Oeste. Seu carro, o Ford Fiesta que para as pistas nasceu em Cascavel pelas mãos do Edson e do Jackson Ferrari, tem o apelido “Hulk”, não sei se por ser robusto ou porque o Alê o considera muito feio. O próprio Alê faz questão de disputar o prêmio de R$ 100 mil reservado aos vencedores da corrida pilotando seu “Hulk”, mas ainda não tem parceiro definido. Quem quiser conversar com ele a respeito pode chamar pelo número (11) 9 9686-8320. De quebra, acaba aproveitando um coaching do Alê durante o fim de semana da corrida.