Saçaki de volta

CASCAVEL – A desvantagem de passar mais tempo viajando que em casa, claro, é ficar desatualizado das coisas que acontecem por aqui. Só ontem, lendo o jornal da semana passada, soube que Eduardo Saçaki voltou às competições aqui no Oeste do Paraná.

O japa participou da segunda etapa da Copa Oeste de Motocross, dez dias atrás na cidade de Nova Aurora. Mais um dos eventos organizados pelo Marcão Zibetti, e já acompanhei vários deles. Saçaki disputou a categoria MX3 e conquistou um terceiro lugar, com vitória de Vagner Lachi, de Arapongas, e segundo lugar de Luiz Fernando, de Maringá.

Saçaki foi, é, um dos principais nomes do motocross e do supercross no Brasil. Cascavelense, foi símbolo de uma geração de pilotos, ao lado do paulista Jorge Negretti. O japonês voador – esse, sim, fez por merecer o apelido recorrente – sofreu um gravíssimo acidente durante um treino na pista da cidade gaúcha de Carlos Barbosa, em 2005. Chegou a ficar entre a vida e a morte.

Pouco mais de um ano depois, voltou a frequentar os bastidores do motociclismo. Fez algumas gestões na tentativa de voltar às competições competindo na Fórmula Truck e chegou a testar um caminhão da Mercedes-Benz no autódromo de Cascavel. Parece que sondou também o Metropolitano de Marcas & Pilotos em Curitiba. Não posso afirmar que a prova em Nova Aurora tenha representado sua volta às pistas, imagino até que já tivesse pilotado antes. Tentei ligar pra ele há pouco, caiu na caixa postal, nem deixei recado.

A nota trazida pelo Luiz Aparecido na coluna “Bandeirada” do jornal O Paraná informou que o evento em Nova Aurora totalizou 124 participantes nas oito categorias, com público acima das 4.000 pessoas. A terceira etapa, domingo agora, vai acontecer em Umuarama.