Meu garoto!

SÃO PAULO – E, lá em casa, a Juli conectou o netbook dela ao MSN Messenger, trocou mensagens com alguns dos contatos dela e foi tratar da vida. O computador ficou lá, conectado, dando sopa.

Até que, aqui, piscou a janelinha do MSN. E a conversa começou a vir em um tom diferente do normal. Era o meu ferinha Luc Jr., cinco aninhos nas costas, teclando papo de criança com o papai.

Pense num pai-coruja orgulhoso desse moleque!

Dia feliz

CASCAVEL – Ganhei um presentaço de Dia dos Pais: estar em casa hoje. Logo eu, que a cada fim de semana durmo e trabalho num canto diferente do nosso mapa. É o sexto Dia dos Pais desde que o rapaz aí chegou, o quarto em que consigo estar com ele.

Aliás, a essa altura, nem sei o que estamos fazendo. Programei a postagem ontem à noite, com algumas fotos do meu supergarotão que seguramente está me proporcionando um dia de pais bem feliz, como espero que seja o seu, também. E amanhã a gente se fala.

Sinhá Emília

CASCAVEL – Há algumas coisas na escola do Luc Jr. que eu não entendo, talvez nem deva tentar. A definição dos pares da criançada para a dança da festa junina, por exemplo.

De qualquer forma, a Juli e a dona Judith mandaram bem na, hã, concepção da sinhazinha.

Magáiver

Não é porque queimou o monitor que vamos jogar fora o notebook velho de guerra, companheiro de tantas jornadas, e tantos clichês mais. Um cabinho aqui, uma adaptação ali, e está pronta uma traquitana perfeita pro Luc Jr. aproveitar os CDs interativos e de joguinhos que ganhou no ano passado.

Homenagem nossa ao não-sei-quem-Anderson, ator que interpretava o Angus McGyver e que arrumou um bico como arroz-de-festa no Brasil. Está velho pacas, aliás, o McGyver. Magáiver, que é mais fácil. Ninguém escreve isso do jeito certo, mesmo.

Pastéis de Belém (8)

Cá em Portugal recebo, via MSN, o contato da colega Rosane Richetti, agora integrante da Comunicação Social da Prefeitura de Cascavel. Que convida para a solenidade de amanhã, a partir das 10h, lá no terceiro andar do Paço Municipal, em que o prefeito Edgar Bueno vai sancionar a lei que autoriza o Executivo a receber, como doação, a área o autódromo da cidade.

Na prática, é o ponto de partida para que possam ocorrer investimentos públicos na tão necessária reestruturação do complexo. A chance de Cascavel voltar, em médio prazo, a frequentar os calendários nacionais. Ótimo fruto da dobradinha bem sucedida que Miguel Beux, dirigente de ora, estabeleceu com o Edgar. Há um texto que está sendo distribuído à imprensa a respeito, pode ser lido nesse link aqui.

Agradeço à Rosane e ao Miguel Dias pela lembrança, mas não vou poder me fazer presente, por motivos óbvios. Não é a única coisa importante que a viagem a Portugal me terá feito perder.

Outra, de importância ainda maior, será hoje à tarde. Luc Jr., meu ferinha, vai começar a jogar futsal. Faria tudo para estar lá, babando, da arquibancada do ginásio.