A #GoldClassic em 2019

Screenshot_20190223-165140

O grid da #GoldClassic de 2018 contou com 44 carros. Nem todos aparecem na foto porque quatro ou cinco largaram da saída de boxes. Edição deste ano tende a apresentar um grupo ainda maior.

CASCAVEL – Saiu anteontem a definição de que a segunda edição da #GoldClassic vai mesmo acontecer na programação da Cascavel de Ouro, dias 2 e 3 de novembro. A partir desse anúncio, o grupo de bate-papo dos pilotos retomou seu ritmo frenético. E, contando os que se manifestaram como certos de sua presença no grid de daqui a oito meses, passa-se em dois dias da marca de 40 carros para formar o grid. Serão bem mais, seguramente.

A postagem original pré-Carnaval sai com 44 nomes, em uma lista que, como costumamos fazer aqui, vai absorver atualizações sempre que houver novidades. Portanto, hora de começarmos a ver quem serão os nomes do grid da segunda edição do torneio.

 

 

 

 

 

 

 

 

2 – Deninho Casarini (SP), VW Puma/Casarini Racing, Força Livre

6 – Caio Lacerda (SP), VW Passat/HT Guerra, Força Livre

9 – José Newton Ficagna (PR), Ford Escort/Ficagna Racing, Turismo Light

10 – César Cardoso Júnior/Bruno Schneider (RS/RS), Miúra Targa/Scuderia Fast Racing, GTS

11 – Gelson Veronese (PR), VW Apollo/Sete Motorsport, Turismo Light

12 – César Ferro/Marcelo Rampazzo (PR/PR), VW Fusca/Feinho Racing, Speed Fusca

16 – Denísio Casarini (SP), De Tomaso Pantera/Casarini Racing, Força Livre

17 – Juliano Bastos (PR), VW Gol/equipe a definir, Força Livre

18 – Rodrigo Sucata/Silvano Brock (RS/RS), VW Fusca/RS Sports, Fusca Cup

19 – Paulo Cury (SP), VW Passat/Casarini Racing, Turismo Super

20 – Sérgio Pistili (SP), Porsche 914/Casarini Racing, Força Livre

22 – Walter Barchi (SP), Willys Interlagos/Casarini Racing, GTS

22 – César Cardoso (RS), Ford Escort/Scuderia Fast Racing, Força Livre

23 – Alex Sandre Morais (PR), Aldee-VW/Paraná Racing, Força Livre

26 – Silvio Zambello (SP), Bianco Fúria/Jolly, Força Livre

27 – Wanderlei Berlanda (SC), GM Omega/MIG Motorsports, Força Livre

28 – Mallaco Maam (SP), GM Opala/Odeon Racing, Força Livre

32 – Reinaldo Cangueiro (SP), VW Karmann-Ghia/HT Guerra, GTS

33 – Roberto Lacombe (RS), VW Gol/Lacombe Motorsport, Força Livre

37 – Giovani Almeida (SP), VW Passat/HT Guerra, Turismo Super

40 – Tiago Schaedler (RS), Fiat 147/Fórmula Uno Racing-Scuderia Fast Racing, Força Livre

41 – Ike Nodari (SC), Fiat Uno/Bonora Racing, Turismo Light

43 – Hamilton Morsch (SC), GM Chevette/WM Guinchos, Turismo Light

44 – Guilherme Fubá (MG), VW Puma/Go Racing, GTS

45 – Daniel Kelemen (SP), GM Opala/RC Racing, Força Livre

48 – Paulo Weber (RS), VW Voyage/RS Motorsport, Força Livre

53 – Milton Borges Vieira (PR), VW Voyage/Unique, Turismo Light

55 – Paulo Loco (SP), Porsche RSR 911/Casarini Racing, Força Livre

64 – Marcos Philippi (SP), Ford Maverick/Philippi Racing, Força Livre

69 – Fernando Brock (RS), Bianco S/Eltz Racing, GTL

74 – Fabiano Schneider (SC), GM Chevette/Pinduca Racing, Turismo Light

77 – Luciano Cortina (PR), VW Gol/Cortina Competições, Turismo Light

80 – Alexandre Martins (SC), Porsche 911/AVM Racing, GTL

83 – Carlos Granatto/Patrick Macedo (PR/SC), VW Gol/Devassos Racing, Turismo Light

84 – Miguel Beux (PR), Avallone-Chevrolet/Beux Competições, Força Livre

88 – Anderson Baggio (RS), VW Voyage/Baggio Racing Team, Turismo Super

97 – Joel Schumann/Felipe Schumann (RS), GM Chevette/Schumann Racing, Força Livre

99 – João Cury (SP), VW Fusca/Wessler Competições, Fusca Cup

112 – Carlos Guizzo (RS), VW Fusca/Guizzo’s Car, Speed Fusca

113 – Patrick Romano (SC), VW Gol/AVM Racing, Turismo Light

119 – Rodrigo de Conti (SP), VW Passat/M.I. Motors Performance, Turismo Super

128 – Vanessa Mallaco (SP), VW Fusca/Odeon Racing, Speed Fusca

133 – Duda Weirich (PR), VW Voyage/Weirich Competições, Turismo Light

174 – Jorgemar Lorentz/Eduardo Polak (PR/PR), VW Gol/Thiri Racing, Turismo Light

192 – Anselmo Canelas Júnior (SP), VW Passat/X Power, Turismo Light

211 – Rodrigo Pupo (SC), VW Fusca “Zé do Caixão”/Devassos Racing, Turismo Light

222 – Fábio Tokunaga (PR), VW Gol/Red Foot Racing Team, Turismo Light

302 – Leovaldo Petry (RS), Ford Maveric/Project Motorsport, Força Livre

339 – Rafael Schuhli/Rogério Schuhli (PR/PR), VW Puma/Terra Quatro, GTS

538 – Marcelo Caslini/Nenê Finotti (SP/SP), Porsche 550/LF Competições, GTS

777 – Paulo Henrique Costa (PR), VW Voyage/Red Foot Racing Team, Turismo Light

889 – Adriano Martins (SC), VW Gol/AVM Racing, Turismo Light

911 – Ronaldo Cezar da Silva (PR), VW Gol/Ronaldo Racing, Turismo Light

913 – Carlos Estites (SP), Ford Escort/HT Guerra, Força Livre

FIRST RACE 01

Largada da primeira corrida da #GoldClassic em 2018. Ricardo Domenech e Rafael Lopes, revezando o Omega número 54 da RC Racing, foram os campeões gerais do torneio em Cascavel.

Anúncios

Copa HB20: irmãos Fonseca

IMG-20190219-WA0034

CASCAVEL – Betão Fonseca e César Fonseca, dois dos nomes que integram a classe CLA 45 AMG Cup do Mercedes-Benz Challenge, terão jornada dupla nas etapas de 2019. Eles estão confirmados na disputa da primeira temporada da Copa HB20. Como os dois campeonatos vão integrar os eventos da Copa Truck, os irmãos já se organizam para dar conta de fins de semana bastante movimentados no calendário automobilístico.

Carlos Alberto e César Augusto vão revezar a pilotagem do Hyundai número 60. O layout alaranjado do carro e o mesmo utilizado nos carros da CenterBUS-Sambaíba Racing Team no Mercedes-Benz Challenge e na Cascavel de Ouro – aliás, cabe nota, a equipe foi a primeira a se inscrever para a 33ª edição da corrida longa cascavelense, que vai acontecer no dia 3 de novembro.

A Copa HB20 está em fase final de definições e promete iniciar sua história com mais de 20 carros na pista. Suponho que até o fim da semana seja possível trazer à audiência do blog uma boa prévia de quem vai compor o grid, como fiz há dias com a Turismo Nacional e com o próprio Mercedes-Benz Challenge. O primeiro nome anunciado aqui para o grid do novo campeonato foi o de Odair dos Santos.

O Mercedes-Benz Challenge 2019

MBC 2

Campeão em 2018, Raijan Mascarello cumprirá sua terceira temporada consecutiva pela gaúcha Mottin Racing, que terá cinco carros na classe principal do Mercedes-Benz Challenge.

CASCAVEL – Como prometido semana passada, depois de falar com algumas pessoas que fazem a festa acontecer, trago aqui uma prévia do que será o grid do Mercedes-Benz Challenge na temporada de 2019. A primeira etapa vai acontecer daqui a pouco mais de um mês, dia 24 de março, em Goiânia.

No início desta tarde de 18 de fevereiro, dia da postagem, são 23 os carros estimados para o primeiro do grid do ano. Número que deve, sim, chegar à casa dos 30, visto que a lista ainda não incluir nenhum dos carros da Hot Car ou da Paioli Racing, e que também há vagas disponíveis em times como a PGL Racing, por exemplo, além da CenterBUS-Sambaíba ter mais um nome para anunciar nos próximos dias. Havendo atualizações, elas serão incorporadas ao despretensioso levantamento do blog.

Por ora, independentemente da data em que esse post seja lido, os nomes do Mercedes-Benz Challenge para a primeira das oito etapas de 2019 são os seguintes:

4 – Henrique Tibúrcio (GO), Brandão Motorsport/C250 Cup

6 – Fernando Júnior (RS), CenterBUS-Sambaíba/CLA 45 AMG Cup

7 – César Fonseca (SP), CenterBUS-Sambaíba/CLA 45 AMG Cup

10 – Pierre Ventura (RS), Mottin Racing/CLA 45 AMG Cup

14 – Júnior Victorette (SP), Cordova Motorsports/CLA 45 AMG Cup

17 – Raijan Mascarello (MT), Mottin Racing/CLA 45 AMG Cup

20 – Roger Sandoval (RS), Mottin Racing/CLA 45 AMG Cup

29 – Iturival Neto/Vinícius Fugi (GO/GO), Brandão Motorsport/C250 Cup

33 – Adriano Rabelo (CE), Cordova Motorsports/CLA 45 AMG Cup

37 – Paulo Varassin/Lorenzo Varassin (PR/PR), Cordova Motorsports/CLA 45 AMG Cup

55 – Roberto Santos (SP), Della Via Racing/C250 Cup

57 – Felipe Tozzo (SC), Mottin Racing/CLA 45 AMG Cup

60 – Betão Fonseca (SP), CenterBUS-Sambaíba/CLA 45 AMG Cup

62 – Jared Wilson (EUA), CenterBUS-Sambaíba/C250 Cup

63 – Ivan Camargo (SP), CenterBUS-Sambaíba/C250 Cup

65 – Estefano Boiko Júnior (PR), CenterBUS-Sambaíba/C250 Cup

67 – Carlos Girolla/Cristiano Tock (SP/SP), CenterBUS-Sambaíba/C250 Cup

68 – Daniel Kelemen (SP), CenterBUS-Sambaíba/C250 Cup

80 – Ricardo Brittes (GO), WCR/CLA 45 AMG Cup

84 – Cello Nunes (SP), Cordova Motorsports/CLA 45 AMG Cup

88 – Fernando Amorim Jr. (SP), Mottin Racing/CLA 45 AMG Cup

225 – Max Mohr (SC), WCR/C250 Cup

227 – Miro Cruz (GO), Brandão Motorsport/CLA 45 AMG Cup

MBC 1

Esta será a nona temporada de história do Mercedes-Benz Challenge, sexta em que o campeonato tem na pista disputas distintas nas classes CLA 45 AMG Cup e C250 Cup.

 

Esquadrão alaranjado

Screenshot_20180521-202737_2

Serão nove os carros da CenterBUS-Sambaíba no grid do Mercedes-Benz Challenge na etapa de 24 de março em Goiânia. Expectativa é do campeonato começar com mais de 30 pilotos inscritos.

CASCAVEL – Mês que vem começa a nona temporada do Mercedes-Benz Challenge, a sexta com o grid mesclando os modelos CLA 45 AMG e C250 Turbo, que integram categorias distintas. A primeira etapa, no dia 24 de março, vai levar a categoria de volta ao autódromo de Goiânia. Por ora o foco é total na composição do grid, com algumas equipes já definidas e outras ainda em negociação com seus possíveis pilotos.

A CenterBUS-Sambaíba será, mais uma vez, a equipe mais numerosa no grid do MBC: nada menos que nove carros alaranjados estarão alinhados para a largada da etapa goiana. Três deles na CLA 45 AMG Cup, a divisão principal do campeonato. Betão Fonseca, líder do time, mantém seu número 60, com seu irmão César Fonseca no 7 e Fernando Júnior, gaúcho que soma dois títulos na competição, com o 6.

Outros seis carros da equipe de Taboão da Serra estarão, logicamente, na C250 Cup. O norte-americano Jared Wilson volta ao grid no carro número 62. Ivan Camargo estará no 63, com Estefano Boiko no 65, a dupla Carlos Girolla/Cristiano Tock no 67 e Daniel Kelemen, que também compete na Old Stock Race, no 68. O nome do titular do carro 69 ainda não chegou aqui… Camargo, Boiko, Tock e Girolla estrearam na categoria pela equipe na última etapa da temporada passada, em Curitiba.

A intenção de um pré-levantamento de como estará o grid do Mercedes-Benz Challenge nas oito etapas de 2019 me levou naturalmente a consultar primeiro o Wagner Agostinho, chefe de equipe da CenterBUS-Sambaíba. Primeiro por se tratar, como já disse, da maiores equipe do grid. Segundo, por eu estar absolutamente em casa – foi por essa equipe, afinal, que fiz uma participação em 2018, em Interlagos, e me tornei o 50º terráqueo a alcançar o pódio da categoria. Mas, voltando ao assunto, a ideia inicial era a de tentar antecipar quem vai estar na pista em 2019. Sigo com esse levantamento junto a pilotos e equipes e espero trazê-lo aos que aqui me leem o mais brevemente possível.

CONTO 6

A histórica (para mim, é claro) participação deste escriba falante na etapa de Interlagos de 2018, pela CenterBUS-Sambaíba, rendeu um simpático troféu de quinto lugar. – éramos 16 na C250 Cup.

 

A Turismo Nacional em 2019

Screenshot_20190209-202148

Grid da Turismo Nacional na penúltima etapa da temporada passada, em Cascavel: terceira edição do campeonato vai começar com frota renovada e mais de 50 carros na pista de Londrina

CASCAVEL – Faltando sete semanas para as corridas da primeira etapa, confirmadas para 30 de março em Londrina, lanço aqui um post sobre a Turismo Nacional que vai ter atualização frequente. A ideia é antecipar à audiência os nomes e carros que vão formar o grid no Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Comecei esse levantamento há pouco, falando com um e com outro. De cara, chama atenção o crescimento da Classe 1, que tem os carros das linhas de produção atual. Dá para projetar pelo menos uns 35 já na etapa de Londrina, o que corrobora o sucesso de uma das propostas da Turismo Nacional, lançada em 2017, que é a renovação da frota nacional de carros de competição da categoria Marcas.

A Classe 2 continua firme e forte, obviamente, com os carros de modelos que já não são mais produzidos pás fábricas. Londrina vai receber, anotem ai, o maior grid da ainda curta história da Turismo Nacional. Depois vai ser acompanhar com atenção a evolução disso nas etapas seguintes, em Guaporé, Curvelo, Goiânia, Interlagos e Cascavel.

Muda também a divisão em classes de graduação. A Classe 2 será disputada em categoria única. Na Classe 1 haverá três categorias: Super, Pró e Light. São quatro títulos brasileiros em disputa, portanto. Vamos, então, à relação de quem vai fazer a festa. Um dos carros da lista, na verdade, será um Renault Kwid, mantido sob sigilo a pedido do piloto. Lembrando, de novo, que a lista vai receber atualizações sempre que houver novas informações a respeito. Alguns números aparecem duas vezes, obviamente cada número estará apenas nas laterais e no parabrisa de um único carro – definições que teremos até a abertura dos treinos livres da primeira etapa.

CLASSE 1

0 – Ricardo Lima/Edson Bueno (BA/PR), VW Gol/Ymagawa Racing

1 – Matias Pinheiro/Paulo Bento (GO/PR), Fiat Mobi/Landerson Competições

3 – Felipe Carvalho (PR), GM Onix/Scuderia Fast Racing

4 – Gabriel Corrêa (GO), Ford New Ka/Classe A-Ferrari Motorsport

7 – Renato Constantino/Felipe Kaki Andrade (DF/DF), Fiat Uno/Kaki Motors

8 – João Lemos/Analino “Choka” Sirtuli (POR/RS), GM Onix/Choka Car Racing

14 – Claitão Salcedo (RS), Hyundai HB20/Autorace Motorcar

17 – Juninho Berlanda/Gustavo Magnabosco (SC/SC), Fiat Mobi/Pein Competições

18 – Caíto Carvalho (PR), Hyundai HB20/Scuderia Fast Racing

20 – Algacir Sermann/Rodrigo Tassi (PR/PR), VW Gol/Sermann Racing Sport

21 – Peter Michael Gottschalk (SP), VW Up/Paioli Racing

25 – Marcelo Perillo (GO), GM Onix/Petrópolis Motosport

26 – Wellington Justino (GO), Peugeot 208/MG Sports

31 – Thiago Azalini (DF), GM Onix/Azalini Racing

33 – Pablo Alves Lima (GO), Fiat Mobi/Landerson Competições

37 – Raphael Teixeira (GO), Fiat Mobi/Brandão Motorsport

38 – André Jacob (PR), VW Up/Cesinha Competições

42 – Christiano Bornemann/Lucas Bornemann (PR/PR), Ford New Fiesta/Cezarotto Motorsport

43 – William Perillo (GO), GM Onix/Petrópolis Motorsport

44 – Luiz Carlos Ribeiro (RS), Toyota Etios/Ourocar-Charrua Racing

46 – Edson do Valle (GO), Ford New Ka/Classe A-Ferrari Motorsport

52 – Vitor Perillo (GO), GM Onix/Petrópolis Motorsport

53 – Wilton Pena (MG), VW Gol/Pacecar Motorsport

54 – Rafael Lopes (SP), Hyundai HB20/Scuderia Fast Racing

56 – Alexandre Buneder/Eduardo Buneder (RS/RS), Toyota Etios/Buneder Racing

56 – Peter Ferter (MS), Toyota Etios/Ourocar-Charrua Racing

66 – Luiz Filgueiras/Rodrigo Moreno (MG/SP), VW Gol/AGB Preparações

74 – Francisco Paiva Júnior (RJ), Fiat Mobi/Landerson Competições

76 – Alexander Cé (SC), GM Onix/Yázigi Racing

77 – Wanderson Freitas/Leandro Freitas (MG/MG), VW Gol/Stumpf Preparações

83 – Magno Adam (RS), Hyundai HB20/Scuderia Fast Racing

87 – Gustavo Mascarenhas (MG), Fiat Uno/Automec

88 – Leandro Zandoná (PR), Ford New Ka/Ferrari Motorsport

89 – Lucas Inoue/Eduardo Pavelski (PR/PR), VW Gol/Ymagawa Racing

90 – Beto Pontes (CE), Fiat Mobi/Sodine Racing

99 – Geovane Ferreira (GO), Peugeot 208/MG Sports

99 – César Bonilha (PR), VW Up/Cesinha Competições

111 – Marcos Paioli (SP), VW Up/Paioli Racing

115 – Carlos Machado (PB), Fiat Mobi/Tuta Racing

139 – Glauco Tavares (GO), Fiat Mobi/Landerson Competições

219 – Ted Barbirato (PR), VW Gol/Ymagawa Racing

333 – Eduardo Doriguel (SP), GM Onix/Scuderia Fast Racing

357 – Gustavo Veronez (GO), Citroen C3/DuBolso

461 – Thiago Tambasco (MG), GM Onix/Scuderia Fast Racing

555 – Renato Braga (GO), Nissan March/Pimba Competições

999 – Alexandre Seda (RJ), VW Up/Landerson Competições

CLASSE 2

2 – Júnior Caús/Guto Baldo (PR/PR), GM Corsa/Caús Motorsport

6 – Pierre Sabbagh (SC), VW Gol/Stumpf Preparacoes

9 – Rafael Barranco (PR), VW Gol/Stumpf Preparações

10 – Edson Campana (PR), VW Gol/Sermann Racing Sport

16 – Richard Heideich (SC), VW Gol/Pein Competições

22 – Edson Leandro dos Reis (PR), Ford Fiesta/Cezarotto Motorsport

30 – Wenes Carvalho (PR), VW Gol/Cesinha Competições

49 – Samir Guimarães/Adriano Braz Neto (SC/SC), VW Gol/Roger Preparações

51 – Fausto de Lucca (SC), VW Gol/MIG Motorsports

69 – Alisson Nurnberg/João Paulo Naumes (PR/PR), VW Gol/Stumpf Preparações

71 – Alexandre Souza (SP), Ford Fiesta/Classe A-Ferrari Motorsport

72 – Davi Dal Pizzol (SC), VW Gol/Roger Preparações

84 – Paul Lanfredi Neto (RJ), GM Corsa/Infoauto

92 – Lamartine Pinotti (SP), VW Gol/Stumpf Preparações

113 – Kadu Silva (PR), VW Gol/Cesinha Competições

121 – Josias Esmerio/Flaviano Ramos (SC/SC), Fiat Palio/JF Motorsports

189 – Vicente Passarelli/Gustavo Passarelli (SP/SP), VW Gol/Passarelli Team

208 – Marcos Ramos (PR), Peugeot 207/Ferrari Motorsport

222 – Marcelo Beux (PR), GM Celta/Caús Motorsport

 

Taça Rio de Marcas

Screenshot_20190208-122321

O seletivo traçado do Plan Speed Park, em Campos dos Goytacazes, que vai receber a partir de março as disputas da Taça Rio de Marcas & Pilotos. A foto está postada na página de Facebook do circuito.

CASCAVEL – O automobilismo do Rio de Janeiro, como venerado por tantos anos, está de volta. Não, não vou entrar na lenga-lenga de Deodoro, até porque o assunto de ora nada tem a ver com o autódromo prometido praquela bandas. Falo, sim, da Taça Rio de Marcas & Pilotos, que vai começar no dia 31 de março.

Onde vão ser as corridas?, o nobre leitor há de perguntar. Serão no Plan Speed Park, autódromo com circuito de 2,4 km que o Fabrício Maciel inaugurou no ano passado em Campos dos Goytacazes. Por lá já aconteceram eventos de arrancada e de motovocidade e Track Days. Neste fim de semana, inclusive, o Plan Speed Park recebe a etapa de abertura do Estadual de Motovelocidade.

Fabrício e seu braço-direito Virgílio Paixão Júnior tiveram reunião ontem à noite com Djalma de Faria Neves, presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro, diretores e comissários da entidade, para afinar detalhes como datas e regulamentos. No que diz respeito a regulamento técnico, é sabido que o da Taça Rio será muito parecido com o da Copa Centro-Oeste, promovida pelo Joel Júnior em Goiânia. Parecido ou idêntico.

Serão seis rodadas duplas, com duas classes de graduação e possibilidade de atuação individual ou em dupla. Programação enxuta, sempre com treinos no sábado e as duas corridas no domingo. Previsão é de que o primeiro grid reúna entre 16 e 20 carros. Os pilotos são um tanto mais otimistas, e falam em mais de 20 vagas preenchidas no primeiro grid. Maioria dos participantes vêm das provas em pistas de terra de Campos e da capixaba Serra.

Mais detalhes sobre a Taça Rio de Marcas & Pilotos serão divulgados em tom mais formal na próxima segunda-feira. Aponto aqui as datas prováveis das seis etapas do campeonato: 31 de março, 12 de maio, 14 de julho, 15 de setembro, 10 de novembro e 8 de dezembro. O anúncio de segunda-feira pode trazer uma mudança ou outra quanto a isso, sobretudo no que diz respeito à etapa final.

A foto abaixo é da reuniao que formalizou a realização da Taça Rio de Marcas & Pilotos. Nela aparecem Percy Vieira, o piloto Pedro Paulo Coutinho, Fabrício Maciel Maciel, Virgílio Paixao Jr., Djalma de Faria Neves e Ernesto Abreu Filho, diretor de provas da CBA.

IMG-20190209-WA0015

Benefício à TCC

IMG-20190208-WA0017

Os pilotos da Turismo Clássicos Catarinense comemoram a possibilidade de poderem competir com a carteira PVH, cujo custo anual, de R$ 200, é bem inferior ao das modalidades PC, PGC-B e PGC-A.

CASCAVEL – A primeira edição da #GoldClassic, disputada em novembro em Cascavel, foi marcada em sua fase preparatória por um benefício concedido para Federação Paranaense de Automobilismo aos pilotos ainda não filiados: a possibilidade de competirem portando a carteira PVH.

Pouco conhecida pelos pilotos de circuito, a modalidade de licença Piloto de Veículo Histórico também tem validade de um ano e é comumente utilizada em provas de subida de montanha e em ralis de carros clássicos. Seu custo (R$ 200) é bastante inferior ao das modalidades PC, PGC-B e PGC-A, utilizadas nos coronária de automobilismo de circuito no asfalto e na terra.

Os pilotos catarinenses que disputaram a #GoldClassic levaram a ideia à Fauesc, a federação de lá. E, pelo que me contam aqui, a conversa com o presidente João Alfredo Novaes resultou numa conquista: a carteira PVH passa a ser aceita em 2019 para a temporada do atrativo Turismo Clássico Catarinense. Como, aliás, ja acontece na Classic Cup de Minas Gerais.

Cumprimentos aos pilotos, por gestionarem o benefício, e ao presidente Joãozinho Novaes, por atender a reivindicação e avalizar a tão sonhada união entre os dois lados do esporte. Que mais federações sigam o exemplo da Fauesc. Pilotos e dirigentes que lutam pelo crescimento do automobilismo agradecem.