Mais de 40 carros

HB20

O Hyundai HB20 da Fast Racing terá sua estreia no próximo fim de semana, nas provas que vão apontar os campeões do Paulista de Marcas e do Brasileiro de Turismo 1600

SÃO PAULO – Semana que vem rola aqui em Interlagos a etapa final dos campeonatos Paulista de Marcas e Brasileiro de Turismo 1600. Que vêm a ser a mesma categoria, com algumas sutis diferenças técnicas – aquela eterna questão envolvendo a unificação dos regulamentos, que caminhou um pouquinho mas ainda tem longa estrada pela frente.

Bem, Paulista e Brasileiro vão compor exatamente o mesmo grid, com uma corrida no sábado e outra no domingo. Hoje em dia os serviços de cronometragem tiram isso de letra, separam todo mundo por categorias, por campeonatos, pelo critério que o promotor bem entender. Haverá gente no grid disputando só a etapa do Brasileiro, haverá gente no grid disputando só a etapa do Paulista – meu caso –, haverá gente inscrita nos dois campeonatos com o mesmo carro, haverá gente participando dos dois campeonatos em carros diferentes. Haverá de tudo.

Fato é que, por conta da junção na etapa final do Paulista de Automobilismo, em programação que teremos em ação todas as categorias do campeonato e mais a Copa Truck, o grid de Marcas & Pilotos, ou de Turismo 1600, terá mais de 40 carros. Um grid desse porte vai fazer bem à saúde e ao planejamento do Paulista e do Brasileiro para 2018. No segundo caso, já com uma mostra do resultado esperado para o processo de, digamos assim, renovação de frota. O grid acolherá um novíssimo modelo Hyundai HB20, da equipe Fast Racing. A chegada do simpático carrinho será assunto na semana que vem.

Bem, com base no que foi dito até agora pelos envolvidos com a etapa, em telefonemas, conversas por aplicativos ou contato pessoal, arrisco aqui uma lista dos pilotos participantes. Que não deve ser tomada como absolutamente fiável, porque vou alterá-la aqui mesmo, no blog, sempre que souber de novas inscrições, atualização de números, mudanças nas formações de duplas, essas coisas. Os números que indico na lista, em parte, são fruto de minha memória nem sempre confiável, e há casos de pilotos diferentes que usam o mesmo número, e fatalmente um dos envolvidos vai ter de mudar – meu caso, também, já que por aqui o 66 é cativo do Luisinho Filgueiras.

2 – João Neto

4 – Aleandro (Arias Competições)

5 – Denis Marcolin

8 – Ricardo Lima

9 – Alexandre Seda/Francisco Paiva Júnior

17 – Daniel Kaefer

27 – Edgard Amaral/Wanderson Freitas

31- Davi Plutarcho

31 – Thiago Azalini

32 – Eber Gomes/Jefferson Gomes

33 – Pablo Alves

36 – Carlos Auricchio/Anderson Scovoli

37 – Giovani Almeida

38 – André Jacob

42 – Larissa Cruzeiro

44 – Gabriel Correa

44 – Alexandre Peppe

46 – Edson do Valle

46 – Thiago Tambasco

53 – Wilton Pena

59 – Luiz Henrique Cirino

65 – Aldo Piedade Júnior

66 – Luís Filgueiras/Rodrigo Moreno

67 – Lamartine Pinotti

71 – Cláudio Ramenzoni

77 – Wanderson Freitas/Leandro Freitas

80 – Carlos Asciutti

84 – Paul Lanfredi

87 – Gustavo Mascarenhas

89 – Lucas Inoue

89 – Vicente Passarelli/Gustavo Passarelli

92 – Luís Piccolo

96 – Enrico Bucci

99 – César Bonilha

100 – Mateus Biriba

102 – Gilmar Gobetti de Souza

107 – Edson Henrique Bueno

166 – Luc Monteiro

171 – Alê Souza

174 – Alexandre Seda/Francisco Paiva Júnior

333 – Eduardo Doriguel

357 – Gustavo Veronez

555 – Leandro Reis/Renato Braga

Anúncios

Os nomes do novo Brasileiro

BACIAO

Cadê a sequência da pista? A descida para a curva do Bacião, ainda desconhecida de parte dos pilotos inscritos, recebe 35 pilotos para a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo 1600

CASCAVEL – “A hora dos marquinhas”, foi o que escrevi outro dia. E a hora chegou. O Campeonato Brasileiro de Turismo 1600 abre nesta sexta-feira sua programação de treinos livres para a primeira etapa da temporada. Vai ser aqui mesmo, em Cascavel, com 27 carros e 35 pilotos confirmados para as duas corridas de domingo à tarde. A programação vai ser muito bacana, inclui também as duas corridas da terceira etapa da Sprint Race Brasil e as da Copa Paraná-Sul de Motovelocidade, também em sua terceira etapa.

Dos 27 carros, 13 terão pelo menos um piloto cascavelense – uma definição imprecisa, já que nessa lista incluo por exemplo o Natan Sperafico, que é de Toledo, o Odair dos Santos, gaúcho de nascimento que mora no Paraguai. Mas a distribuição geográfica do grid está interessante: treinos e corridas terão em ação pilotos de sete estados brasileiros e mais o Distrito Federal.  Um deles, que tomo como paulista por morar na Baixada Santista, é o João Lemos Mont, que na verdade é português. A lista completa dos participantes da etapa cascavelense está aí abaixo, no fim do post.

Normalmente, em posts como esse aqui, usamos fotos dos carros na pista, daquelas bonitonas e cheias de trabalho com os efeitos da luz que costumam sair das lentes do Cleocinei Zonta, do Vanderley Soares, do Sérgio Sanderson, do Orlei Silva – que agora guardou a câmera, virou dirigente e está diretamente envolvido na organização da categoria -, do Vandré Dubiela, da Sandra Zama, da Monica Godoy, da Cíntia Azevedo e de tantos outros amigos que costumam fotografar as corridas em Cascavel. Mas, como citei no post anterior, estou de saída para o Rio Grande do Sul e não vou poder acompanhar o início das atividades de pista, daqui a pouquinho. Assim, a saída nada ortodoxa para ilustrar o post é apelar para a imagem lá em cima, produzida durante a última Cascavel de Ouro (confesso que não sei por qual dos fotógrafos citados há pouco) e também para as fotos que os pilotos vieram postando no grupo do campeonato no WhatsApp, maioria deles com os carros já carregados nas carretinhas de transporte, a caminho de Cascavel e do autódromo.

No domingo estarei de volta, para narrar as corridas da primeira etapa na transmissão ao vivo da CATVE e da E-Paraná. Amanhã, já da sala de imprensa em Santa Cruz do Sul, volto a falar um pouquinho do Brasileiro em Cascavel. Que os amigos aqui já instalados tenham um ótimo fim de semana de trabalho. A história que eles estão retomando no automobilismo nacional merece isso.

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO 1600

(Os 35 pilotos participantes da etapa de Cascavel)

0 – Renato Constantino (DF), A, VW Gol/Cesinha Competições

1 – Thiago Klein (PR), A, VW Gol/Paraguay Racing

2 –  Edoli Caús Júnior (PR), A, GM Celta/Caús Motorsport

7 – Guilherme Sirtoli/Leônidas Fagundes (PR/PR), B, Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team

8 – Analino “Choka” Sirtuli (RS), A, Ford Ka/Choka Car Racing

10 – Célio Vinicius (GO), A, Ford Ka/Ferrari Motorsport-Classe A

12 – Vilmar Priviatelli (PR), B, Ford Fiesta/Ferrari Motorsport

13 – Caíto Carvalho/Paulo Bento (PR/PR), B, GM Celta/Sensei-Sorbara Motorsport

14 – Marcelo Beux (PR), B, VW Gol/Speed Car

17 – Daniel Kaefer (PR), A, Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team

27 – Natan Sperafico (PR), A, Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team

33 – Felipe Carvalho (PR), B, GM Celta/Sensei-Sorbara Motorsport

41 – João Lemos Mont (POR), Máster, VW Gol/Paraguay Racing

42 – Larissa Cruzeiro/Rogério Cruzeiro (GO/GO), B, Ford Ka/Ferrari Motorsport-Classe A

44 – Gabriel Correa/Leandro Zandoná (GO/PR), A, Ford Ka/Ferrari Motorsport-Classe A

46 – Edson do Vale/Giovane Ferreira (GO/GO), A, Ford Ka/Ferrari Motorsport-Classe A

64 – Edson Massaro/Lorenzo Massaro (PR/PR), B, VW Gol/Speed Car

66 – Luís Guilherme Filgueiras (MG), A, VW Gol/AGB Preparações

71 – Alexandre Souza/Wyllian Cezarotto (SP/PR), B, Ford Fiesta/Ferrari Motorsport

74 – Francisco Júnior/Alexandre Seda (RJ/RJ), B, GM Celta/Landerson Competições

77 – Wanderson Freitas/Leandro Freitas (MG/MG), A, VW Gol/W Motorsport-Stumpf

99 – César Bonilha (PR/DF), A, VW Gol/Cesinha Competições

100 – Marcelo di Tripa (GO), A, VW Gol/Lucascar Motorsport

107 – Edson Bueno (PR), B, VW Gol/Stumpf Preparações

333 – Mário Garibaldi Filho (PR), B, VW Gol/Red Foot Racing Team

722 – Diogo Freitas (BA), A, VW Gol/Paraguay Racing

774 – Odair dos Santos (PR), B, VW Gol/Paraguay Racing,