Stock em Cascavel

STOCK CAR

No fim das contas a Stock Car vem, sim, a Cascavel. Como todos por aqui sabíamos que acabaria vindo. Nosso autódromo será palco da etapa da véspera do Dia dos Namorados.

CASCAVEL – A pompa maior do anúncio feito hoje à imprensa esteve em torno do retorno a Buenos Aires, mas a Stock Car anunciou hoje mudanças em seu calendário de eventos e a que mais chamou atenção pelas bandas de cá foi a inclusão do Autódromo Zilmar Beux, de Cascavel, na lista. Nossa pista, a mais veloz do país, receberá a quarta das 12 etapas do campeonato, no dia 11 de junho.

As adequações do calendário confirmaram a retirada de Brasília, onde o futuro do autódromo segue uma completa incógnita. Nem lembro quando seria a etapa na capital do país,  acho que no fim de novembro. Não importa mais. A pista de Tarumã, em Viamão, vai ficar com a etapa brasiliense e ponto final.

A Corrida do Milhão, que eu vislumbrava ver acontecer em Cascavel, segue com data indefinida. Tenho um leve palpite de que possa ter sua primeira edição em Curitiba, embora Curitiba esteja no calendário para o evento de pouco mais de um mês depois. Interlagos e Goiânia seguem como favoritas a sede da etapa milionária e à condição de única pista a receber duas etapas do campeonato em 2017.

Pelo que vasculhei nos calendários, nenhuma das categorias de suporte à Stock Car – Brasileiro de Marcas, Mercedes-Benz Challenge e Brasileiro de Turismo – vai acompanhar o evento em Cascavel. Imagino que isso possa mudar, também. Com o evento sendo em Cascavel, tenho uma viagem a menos na agenda, e bem na véspera do Dia dos Namorados. A Rita vai gostar de saber.

Energia pura na Stock Car

capa_evento_vivamil_stockcar2CASCAVEL – Estamos a menos de dez dias da etapa da Stock Car em Cascavel e as ações promocionais em torno do evento já pipocam aqui e ali. Uma delas é tocada pela Vivamil em parceria com as Farmácias Estrelas e vai levar 40 pessoas ao Autódromo Zilmar Beux no dia 17, para quando está marcada a sexta etapa.

Os ingressos da promoção estão divididos em cinco pares. Para concorrer basta visitar uma das várias lojas da rede das Farmácias Estrelas e adquirir os comprimidos energéticos Vivamil. A compra de um comprimido dá direito a um cupom, que deve ser preenchido e depositado na urna disponível no local. Uma caixinha com cinco comprimidos vale três cupons, e por aí vai.

A Vivamil está na relação de apoiadores dos pilotos paranaenses Júlio Campos e Gabriel Casagrande, que competem na Stock Car pela C2 Team. Júlio venceu uma das corridas da etapa de 26 de julho em Viamão; Gabriel, que agora é piloto e violeiro, repetiu na mesma corrida seu melhor resultado na categoria, um quarto lugar.

Há mais sobre a promoção da Vivamil nesse link aqui.

Calendário de 2016, prévia 3

IMG_7267SÃO PAULO – A foto produzida pelo zoiônico Vanderley Soares é repetida, já a utilizei na semana passada, mas cabe bem para a ocasião. É que chegou há pouco press release da Vicar Promoções ratificando as datas das corridas de todas as suas categorias para a próxima temporada automobilística – Stock Car, Brasileiro de Turismo e Mercedes-Benz Challenge, que eu já havia antecipado por aqui, e mais a Copa Petrobras de Marcas e a Fórmula 3 Brasil.

Além dos calendários, foi comunicada uma mudança de data da Stock Car, de 30 de outubro para 6 de novembro. É data em que a Fórmula Truck também tem uma corrida prevista em seu pré-calendário. E é a data para a qual estava agendada a 30ª edição da Cascavel de Ouro. Como houve vários pilotos da Stock e da Truck no grid de 2015, imagino que o Automóvel Clube de Cascavel possa reprogramar a corrida festiva do ano que vem.

A partir do e-mail da Vicar, tratei de atualizar aqui minha tabelinha, que ainda aguarda a divulgação das datas do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil – o Dener Pires prometeu isso para os próximos dias. É a partir dessa tabela que vou costurar minha agenda de 2016, imagino que muitos de vocês também. Assim, segue aqui a versão mais atual desse emaranhado das corridas que vamos acompanhar e cobrir no ano que vem.

6 de março – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/Brasileiro de Turismo (Curitiba)

13 de março – Fórmula Truck (Santa Cruz do Sul)

10 de abril – Stock Car/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Velopark) e Fórmula Truck (Curitiba)

29 de abril – Mitsubishi Lancer Cup (Velo Città)

1º de maio – Moto 1000 GP (Curitiba)

15 de maio – Fórmula Truck (Campo Grande ou Brasília)

22 de maio – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/Brasileiro de Turismo (Goiânia)

29 de maio – Moto 1000 GP (Cascavel)

4 de junho – Mitsubishi Lancer Cup (Velo Città ou Interlagos)

5 de junho – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/F-3 Brasil (Santa Cruz do Sul)

12 de junho – Fórmula Truck (Goiânia)

26 de junho – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge (Tarumã)

3 de julho – Moto 1000 GP (Interlagos)

10 de julho – Fórmula Truck (Londrina)

17 de julho – Stock Car/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Cascavel)

30

31 de julho – Moto 1000 GP (Goiânia)

28 de agosto – Moto 1000 GP (Interlagos)

7 de agosto – Fórmula Truck (Interlagos)

2 de setembro – Mitsubishi Lancer Cup (Goiânia)

4 de setembro – Fórmula Truck (Guaporé)

11 de setembro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Interlagos)

25 de setembro – Moto 1000 GP (Santa Cruz do Sul) e Stock Car/F-3 Brasil (Londrina)

9 de outubro – Fórmula Truck (Cascavel)

16 de outubro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Brasília)

23 de outubro – Moto 1000 GP (Curvelo)

5 de novembro – Mitsubishi Lancer Cup (Velo Città)

6 de novembro – Stock Car/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil (Goiânia), Fórmula Truck (Brasília ou Campo Grande)

20 de novembro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/Brasileiro de Turismo (Curvelo)

27 de novembro – Moto 1000 GP (Goiânia)

4 de dezembro – Fórmula Truck (Curvelo)

11 de dezembro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Interlagos)

Sem bater datas

25 PORSCHE GT3 CUP

CASCAVEL – Egoísta que sou, poderia dizer simplesmente que rabisquei isso aqui vislumbrando um mundo ideal para mim no que diz respeito à agenda de trabalho nas corridas. Não há contratempo maior que dois eventos em que você trabalha de alguma forma acontecerem no mesmo dia, ou no mesmo fim de semana, ainda que em dias diferentes. Acontece a todo momento.

Ter de adotar qualquer critério para definir um entre dois eventos simultâneos em lugares diferentes está longe, bem longe, de ser exclusividade minha. A lista de quem passa por isso é imensa. Passa por colegas jornalistas, fotógrafos, engenheiros, mecânicos, profissionais da geração de imagens, equipes de apoio e demais fornecedores que são especializados em maior ou menor grau nas várias vertentes implícitas no esporte automotor. Dá para incluir os patrocinadores nesse grupo, também, por que não?

Dá para incluir os fãs das corridas, também. O que veio à evidência no último domingo, quando a Stock Car correu em Campo Grande e a Fórmula Truck correu em Curitiba. As duas corridas foram transmitidas ao vivo na televisão, obviamente em canais diferentes, e no mesmo horário. Os menos dispostos ou habilidosos à confecção de gambiarras digitais tiveram de escolher uma das duas para ver. Ou derreteram as pilhas do controle remoto do televisor alternando as duas.

24 MBC (FD)

E qual seria, afinal, o mundo ideal que citei no início da conversa? Calendários de corridas que não conflitem. Tenho comentado o tema com um ou outro e a observação quase unânime é de que deveria partir dos dirigentes e promotores a iniciativa de evitar esses conflitos. Aí, há que se considerar que cada promotor relaciona suas datas de acordo com os interesses e necessidades peculiares a cada evento. São muitas as competições existentes no Brasil – o que é ótimo para profissionais e fãs, e também para profissionais fãs – e confeccionar um calendário em que essas coincidências não aconteçam parece missão impossível.

Parecia a mim, também, até que tomei meus blocos de rascunho aqui em casa algumas noites atrás e comecei a rabiscar. Tomei por base os quatro eventos que me levam a viajar quase todo fim de semana para algum lugar onde haja um autódromo ou onde improvisem uma pista de corrida nas ruas, a saber: Stock Car (minhas funções lá não são propriamente na Stock, mas no Mercedes-Benz Challenge e na Copa Petrobras de Marcas, vocês sabem que narro as duas para a televisão, sem esquecer que o evento da Stock inclui ainda a Fórmula 3 e o Brasileiro de Turismo), Fórmula Truck (a agência da qual faço parte presta assessoria de imprensa a alguns dos pilotos), Porsche GT3 Cup (narro para a TV e dou uma canja na comunicação com quem está no autódromo) e Moto 1000 GP (a Grelak Comunicação, agência citada dois parênteses atrás, assina a assessoria de imprensa do evento).

É, incluí o Brasileiro de Motovelocidade na conversa, também.

Curitiba 01Pus esse assunto na cabeça meses atrás, quando disse em tom de brincadeira que gostaria de pagar um jantar em São Paulo e lá reunir o Maurício Slaviero, a Neusa Navarro, o Dener Pires e o Gilson Scudeler, promotores dos quatro eventos, para que rabiscassem juntos o calendário. Mas setembro chegou e estou tentando poupar uns trocados para pagar em  CPMF a conta da corrupção e do saque no país onde vivo. O jantar vai ficar para outra ocasião, então proponho por aqui mesmo que a discussão seja iniciada.

São 12 etapas da Stock Car (as demais categorias são encaixadas dentro dessas 12), 10 da Truck, 9 do Porsche GT3 Cup e 8 do Moto 1000 GP. Logo, consumiriam 39 dos 52 fins de semana do ano. Aí, para que a coisa tenha mais propósito, é necessário evitar também datas como Páscoa, Dia dos Pais e Dia das Mães, quando todos os grupos que enumerei costumam preferir estar em casa com suas famílias. O domingo do GP do Brasil de Fórmula 1 não entra nessa conta, já que o Porsche GT3 Cup tem uma de suas etapas na mesma programação em Interlagos. No caso específico do ano que vem, seria de bom tom desviar também das datas dos Jogos Olímpicos do Rio, mais dois fins de semana – são três, mas um é o do Dia dos Pais, já economizado. Usaríamos 44 fins de semana só para esses quatro eventos. Considerando que em janeiro (aliás, por que não?) ninguém corre, e que em fim de dezembro também não, fica praticamente impossível desviar também dos feriados prolongados motivados por Tiradentes e Corpus Christi. Dá para evitar corrida no Carnaval, o que não ajuda muito – nunca houve corrida no Carnaval, acho.

Tendo essas informações em mãos, e também o calendário de 2016, lancei-me a confeccionar um calendário hipotético. Comecei considerando o pré-calendário da Fórmula 1, até porque a Stock Car não corre em fim de semana de F-1 por conta da cobertura da TV (parênteses acrescentados a posteriori: GPs que acontecem durante a madrugada pelo horário brasileiro, como os de China, Japão, Malásia, Austrália, não oferecem impedimento à realização de corridas da Stock Car nos mesmos dias). Distribuí nos domingos úteis – inventei essa definição agora – o mesmo número de etapas que cada campeonato programou na temporada atual. Depois disso foi só afastar etapas de uma mesma competição que ficaram muito próximas entre si e fazer demais ajustes assim.

Quando digo que meu calendário maluco foge da Olimpíada estou mentindo, obviamente. Nele, a sexta etapa do Moto 1000 GP (e não do Porsche GT3 Cup, como constava da primeira versão; explico as duas alterações ao fim da postagem) cai no último fim de semana dos Jogos do Rio, para quando estão previstas, além da presumida cerimônia de encerramento, disputas decisivas para o ouro no basquete, boxe, ciclismo/mountain bike, ginástica rítmica, handebol, luta livre e vôlei.

35 TRUCK LONDRINA 1

Claro, é uma sugestão meramente hipotética. Deve haver incompatibilidades não abrangidas pelo meu parco conhecimento das coisas e causas que cada promotor precisa contemplar. Bem provável que não seria possível cumprir a tabela que sugeri aqui, pela presumível necessidade de, seguindo o propósito disso tudo, inverter esse evento por aquele outro em determinada data.

Sugeri categorias e datas, sem meter o bedelho nas praças. Aliás, não havendo conflito entre os calendários dos vários promotores, eles próprios teriam um empecilho a menos para negociar suas etapas com as administrações dos autódromos. E a mídia de um fim de semana de corrida, que no Brasil não é grande coisa em termos de espaço, também seria toda concentrada na categoria da semana.

O que tentei, a bem da verdade, foi mostrar que é possível acomodar as principais categorias no calendário sem que batam data, como dizemos. Calendário que termina no dia 11 de dezembro, conforme relaciono aí abaixo. Procurei, de verdade, e não achei um ponto em que a distribuição proposta seja prejudicial a alguém. Enfim, apreciem, analisem, comentem, critiquem. Participem. Vocês que passam os olhos aqui pelo blog têm, de forma ou outra, interesse no assunto.

29 STOCK CAR CURITIBA (FF)

FEVEREIRO

20 E 21 – PORSCHE GT3 CUP (1)

27 E 28 – FÓRMULA TRUCK (1)

MARÇO

05 E 06 – STOCK CAR (1)

12 E 13 – MOTO 1000 GP (1)

19 E 20 – F1 (1) AUS / STOCK CAR (2)

26 E 27 – DOMINGO DE PÁSCOA

ABRIL

02 E 03 – F1 (2) BAH / FÓRMULA TRUCK (2)

09 E 10 – PORSCHE GT3 CUP (2)

16 E 17 – F1 (3) CHI / STOCK CAR (3)

23 E 24 – TIRADENTES (QUINTA, 21) / MOTO 1000 GP (2)

MAIO

30 E 01 – F1 (4) RUS / FÓRMULA TRUCK (3)

07 E 08 – DIA DAS MÃES

14 E 15 – F1 (5) ESP / PORSCHE GT3 CUP (3)

21 E 22 – STOCK CAR (4)

28 E 29 – CORPUS CHRISTI (QUINTA, 26) / F1 (6) MON / MOTO 1000 GP (3)

JUNHO

04 E 05 – STOCK CAR (5)

11 E 12 – F1 (7) CAN / FÓRMULA TRUCK (4)

18 E 19 – F1 (8) AZE / PORSCHE GT3 CUP (4)

25 E 26 – MOTO 1000 GP (4)

JULHO

02 E 03 – F1 (9) AUT / FÓRMULA TRUCK (5)

09 E 10 – F1 (10) ING / STOCK CAR (6)

16 E 17 – PORSCHE GT3 CUP (5)

23 E 24 – F1 (11) HUN / MOTO 1000 GP (5)

30 E 31 – F1 (12) ALE / FÓRMULA TRUCK (6)

AGOSTO

06 E 07 – OLIMPÍADA

13 E 14 – OLIMPÍADA / DIA DOS PAIS

20 E 21 – OLIMPÍADA / MOTO 1000 GP (6)

27 E 28 – F1 (13) BEL / FÓRMULA TRUCK (7)

SETEMBRO

03 E 04 – F1 (14) ITA / PORSCHE GT3 CUP (6)

10 E 11 – STOCK CAR (7)

17 E 18 – F1 (15) CIN / MOTO 1000 GP (7)

24 E 25 – PORSCHE GT3 CUP (7)

OUTUBRO

01 E 02 – F1 (16) MAL / STOCK CAR (8)

08 E 09 – F1 (17) JAP / FÓRMULA TRUCK (8)

15 E 16 – STOCK CAR (9)

22 E 23 – F1 (18) EUA / MOTO 1000 GP (8)

29 E 30 – STOCK CAR (10)

NOVEMBRO

05 E 06 – F1 (19) MEX / STOCK CAR (11)

12 E 13 – F1 (20) BRA / PORSCHE GT3 CUP (8)

19 E 20 – FÓRMULA TRUCK (9)

26 E 27 – F1 (21) ABU / PORSCHE GT3 CUP (9)

DEZEMBRO

03 E 04 – FÓRMULA TRUCK (10)

10 E 11 – STOCK CAR (12)

(ATUALIZANDO EM 23 DE SETEMBRO, ÀS 11h22)

Promovi uma pequena alteração em relação à sugestão publicada originalmente por conta de um detalhe que chegou ao meu conhecimento no último fim de semana. Quem salvou a primeira versão poderá comparar – nada que mude a cotação do dólar, o que nos tempos atuais é uma lástima. A sugestão continua valendo, inclusive.

(ATUALIZANDO DE NOVO EM 30 DE SETEMBRO, ÀS 17h42)

Saiu hoje o calendário da Fórmula 1 para o Mundial do ano que vem. Diante do já citado impedimento de corridas da Stock Car e suas categorias coligadas nos domingos de F-1, mexi de novo na sugestão original, cunhada a partir de um pré-calendário publicado meses atrás pelo GloboEsporte.com.

 

Stockinho

USUAL PLASTIC

GOIÂNIA – A Stock Car esperou sua “Corrida do Milhão”, um dos momentos mais badalados do calendário, como dizem, para lançar mais uma novidade em sua loja de produtos licenciados.

A miniatura do Stock Car, produzida pela Usual Plastic à fiel imagem da bolha do Chevrolet Sonic da categoria, foi apresentada à torcida aqui de Goiânia nas lojas da categoria instaladas no autódromo. Nos próximos dias, estará à disposição nas lojas de brinquedos do Brasil inteiro, com preços a partir de R$ 29.

Como sempre, ative-me a detalhes do carrinho, que mede em torno de 30 cm em seu comprimento. O assoalho, por exemplo, que imita – e bem – a textura da fibra de carbono utilizada na construção dos Stock Car de verdade. Vou levar um para o Luc Jr., claro. Há muitas opções de cores e ainda estou em dúvida entre o laranja e o roxo.

Nomes e cores: Stock Car 2015

CASCAVEL – Rapaziada da Stock Car foi à pista hoje, em Curitiba. Foi o primeiro de dois dias de testes coletivos preparatórios para a temporada que vai começar no mês que vem, com a corrida de duplas em Goiânia, no dia 22.

Se para pilotos e equipes esses testes servem para começar a verificação do que foi feito, mudado ou mantido nos carros, para nós que falamos e escrevemos sobre as corridas é uma oportunidade certeira para conferirmos informações. A lista de participantes do campeonato, que venho costurando aqui no blog há algumas semanas, por exemplo. A ProGP, equipe do Duda Pamplona, surgiu para os testes com o brasiliense Pedro Barbosa e o paulista Felipe Maluhy. Ninguém me confirmou, mas deverão ser os pilotos do time em 2015. Tive na quinta-feira um indicativo forte da estreia do Barbosa, embora, sem querer parecer rude, não o conheça. Outra grande charada envolve a RC3-Bassani. Na semana passada o Bruno Vicaria informou, e peguei carona na informação dele, que Bia Figueiredo e Vitor Meira seriam os pilotos da equipe. Gente próxima do Eduardo Bassani negou. Em Curitiba, os dois carros do time foram testados pela Bia. Um deles com o numero 27 e outro com o 3, número preferencial do Vitor. Ainda assim, Vitor não deve ser titular – até porque sua participação em caráter especial na etapa goiana, compondo dupla com um baixinho amigo meu noutra equipe, é dada como certa nos bastidores.

(A propósito da formação das duplas da primeira etapa, diferentemente de 2014, não vou dar pitacos desta vez. Por motivos meus. Já sei quem serão os parceiros de metade do grid em Goiânia. Minhas bisbilhotices nesse aspecto não vão fazer falta a ninguém – portanto, não me penitencio.)

Esses testes servem, ainda, para conhecermos o visual que os carros terão ao longo do próximo campeonato. Em quase a totalidade dos casos. A Voxx Racing, por exemplo, mandou Felipe Fraga e Marcos Gomes para a pista com carros inteiramente pretos. Embora eu ache que todos os carros de corrida do mundo devessem ser pretos, é de se imaginar que até o evento de março em Goiânia eles retomem o imponente verde-escuro característico da marca, ou talvez venham com outra cor alusiva a algum dos suplementos da Voxx ou dos produtos Cimed, detentora da marca. A RC3-Bassani foi outra com visual provisório – um dos carros que Bia pilotou estava sem qualquer pintura; o outro tinha apenas um detalhe azul nas laterais. O carro número 27 era o único que não tinha o nome da piloto nas laterais, como havia nos outros 33 Stock Car.

Enfim, compartilho com vocês as novas caras, ou carrocerias, da Stock Car para 2015, pelo menos como se apresentam até agora. O material que segue foi cedido ao blog pelo fotógrafo iluminado Rodrigo Ruiz – que por sinal acaba de reativar seu Velocidade On Line.

0 – Cacá BUENO (RJ) – Red Bull Racing

00 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00772

1 – Antonio PIZZONIA (AM) – Prati-Mico’s

01 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00573

2 – Rafa MATOS (MG) – Schin Racing Team

02 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00617

3 – Bia FIGUEIREDO (SP) – RC3-Bassani

03 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00444

4 – Julio CAMPOS (PR) – Prati-Mico’s

04 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00706

5 – Denis NAVARRO(SP) – Vogel Motorsport

05 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00504

6 – Alceu FELDMANN (PR) – Boettger Competições

06 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00685

8 – Rafael SUZUKI (SP) – RZ Motorsport

08 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00449

10 – Ricardo ZONTA (PR) – Shell Racing

10 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00455

11 – Cesar RAMOS (RS) – Cavaleiro Racing Sports

11 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00541

12 – Lucas FORESTI (DF) – AMG Motorsport

12 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00478

14 – Luciano BURTI (SP) – RZ Motorsport

14 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00603

17 – Pedro BARBOSA (DF) – ProGP

17 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00643

18 – Allam KHODAIR (SP) – Full Time Sports

18 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00553

21 – Thiago CAMILO (SP) – Ipiranga-RCM

21 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00576

26 – Raphael ABBATE (SP) – Hot Car

26 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00463

27 – Bia FIGUEIREDO (SP) – RC3-Bassani

27 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00741

28 – Galid OSMAN (SP) – Ipiranga-RCM

28 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00635

29 – Daniel SERRA (SP) – Red Bull Racing

29 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00434

33 – Felipe MALUHY (SP) – ProGP

33 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00402

46 – Vitor GENZ (RS) – Boettger Competições

46 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00469

51 – Átila ABREU (SP) – AMG Motorsport

51 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00679

65 – Max WILSON (SP) – Eurofarma-RC

65 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00734

70 – Diego NUNES (SP) – Vogel Motorsport

70 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00666

72 – Fábio FOGAÇA (SP) – Hot Car

72 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00659

73 – Sérgio JIMENEZ (SP) – C2 Team

73 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00388

74 – Popó BUENO (RJ) – Cavaleiro Racing Sports

74 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00655

77 – Valdeno BRITO (PB) – Shell Racing

77 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00743

80 – Marcos GOMES (SP) – Voxx Racing Team

80 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00728

83 – Gabriel CASAGRANDE (PR) – C2 Team

83 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00672

88 – Felipe FRAGA (TO) – Voxx Racing Team

88 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00480

90 – Ricardo MAURÍCIO (SP) – Eurofarma-RC

90 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00485

110 – Felipe LAPENNA (SP) – Schin Racing Team

110 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00413

111 – Rubens BARRICHELLO (SP) – Full Time Sports

111 20150207_283_treinosstock_f3_rodrigoruiz_00688

Challenge separa categorias na Bahia

236723_445025_233319_434452_foto_luciano_santos___sigcom__9_

CASCAVEL – Pista de rua, mais de 40 carros inscritos. Não há como negar a preocupação de todos com o que poderia acontecer na sétima e penúltima etapa do Mercedes-Benz Challenge em Salvador, sábado agora. Diante disso, o evento terá, pela única vez na temporada, suas categorias compondo grids distintos.

Sendo assim, a prova da C250 Cup terá largada às 10h25. Luiz Sena Júnior, do Rio Grande do Sul, Christian Mohr, de Santa Catarina, e Marcos Paioli/Peter Gottschalk Júnior, de São Paulo, comandam a disputa pela liderança do campeonato. A CLA Cup, que em 2014 trouxe para a pista os novos CLA 45 AMG Cup da marca alemã, terá sua corrida iniciada às 12h35. Enquanto a liderança do campeonato é de Arnaldo Diniz, que tem alguma folga na tabela de pontuação, a disputa pela vice-liderança não poderia ser mais equilibrada – por enquanto, envolve Neto de Nigris, Paulo Varassin/Lorenzo Varassin, Rodrigo Hanashiro, Cláudio Dahruj e Fernando Fortes, separados por três pontos – com exceção de Paulo e Lorenzo, pai e filho, que são paranaenses, o grupo das seis primeiras posições no campeonato é formado por pilotos paulistas. A programação da etapa baiana mantém a duração protocolar de 45 minutos e mais uma volta para cada corrida.

O sábado de velocidade em Salvador contempla, ainda, a penúltima etapa da Stock Car, com a primeira corrida começando às 15h e a segunda, às 16h10.

39 MBG HANASHIRO

Gostei da programação, que foi definida há mais de duas semanas e só fui ver agora. Vai dar para ver o pôr-do-sol tomando água-de-coco com os pés na areia. E, melhor que isso, vai dar para chegar em casa a tempo da festinha de oito anos do Luc Júnior.