Tela veloz

TIKO 2CASCAVEL – A televisão é uma realidade irreversível no automobilismo e os campeonatos regionais, que sob vários aspectos são considerados “menores”, já entenderam esse recado. Exemplo claro disso é o Metropolitano de Marcas & Pilotos aqui de Cascavel, que terá as corridas de sua segunda etapa, neste domingo, mostradas ao vivo pela CATVE.

A transmissão vai começar à uma da tarde. Serão exibidas as duas corridas das categorias A e B, que compõem grid único, e também a segunda prova da categoria N, que em 2015 passou a ter vida e grid próprios – e que deve chegar a 20 carros nesta etapa.

A transmissão será disponibilizada simultaneamente na internet, pelo Portal da CATVE. A geração de imagens é da Master/CATVE, a mesma empresa que responde pelo trabalho em categorias como Stock Car, Brasileiro de Marcas, Brasileiro de Turismo, Fórmula 3, Mercedes-Benz Challenge, Porsche GT3 Cup, Moto 1000 GP e Fórmula Truck.

Padrão máximo de qualidade, portanto. Ponto para o automobilismo de Cascavel.

Disputa entre grandes

CASCAVEL – Bom momento do Festival Brasileiro de Marcas & Pilotos 1.6, que aconteceu no primeiro fim de semana de dezembro no Autódromo Internacional de Curitiba. Um pega, como dizemos, que mostra quão interessantes são as corridas desses campeonatos baseados no bom e velho automobilismo regional – embora, nesse caso específico, um título brasileiro estivesse em jogo.

Era a terceira e última bateria da competição. A disputa pela liderança mostra Marco “Tico” Romanini, de Cascavel, com o Renault Clio número 88, José Cordova, de Curitiba, com o Peugeot 207 inscrito com o número do modelo do carro, Gabriel Corrêa, de Goiânia, com o Ford Ka número 44, e Jorge Martelli, que é catarinense de Coronel Freitas, com o VW Gol número 87.

Romanini manteve a liderança da corrida em uma manobra de sucesso pouco provável diante da tentativa de ultrapassagem do experiente Cordova. A manutenção da liderança era suficiente para ele, meu conterrâneo cascavelense, repetir o título brasileiro que conquistou em 2009. Contudo, teve uma quebra de motor na segunda metade da corrida e estacionou. Martelli foi quem ganhou a corrida e Corrêa, o campeonato. Cordova e seu parceiro Marcos Ramos foram vice-campeões. Romanini foi o terceiro na pontuação final.

As imagens são do acervo do Deivicris de Cristo, do blog No Alto Giro.

Na íntegra: Copa Caçula de Pneus de Marcas & Pilotos, 6/10

CASCAVEL – Já está no ar, por assim dizer, a sexta etapa da Copa Caçula de Pneus de Marcas & Pilotos, provas que integraram o último evento do Campeonato Paulista de Automobilismo no dia 22 do mês passado.

A produção é do Marcos Moschetta, com minha narração.

O campeonato tem sequência neste fim de semana em Interlagos, com rodada dupla. As duas corridas da sétima etapa serão disputadas amanhã e as duas da oitava, no domingo.

Aos que quiserem ver ou rever as etapas anteriores, esse link aqui tem não só o VT da quinta etapa como também o caminho para as quatro primeiras. Simples assim.

Na íntegra: Copa Caçula de Pneus de Marcas & Pilotos, 5/10

CASCAVEL – Aí está, enfim, o VT da quinta etapa da Copa Caçula de Pneus de Marcas & Pilotos, que marcou o encerramento da primeira metade do Campeonato Paulista de 2014 em Interlagos.

Produção do Marcos Moschetta, como sempre, narração minha, como sempre.

O post com o vídeo da etapa anterior é esse aqui e, nele, estão os links para as três primeiras. Apreciem sem moderação.

O início do Metropolitano

Imagem

CASCAVEL – A foto é horrível, eu sei. Trata-se, na verdade, do print de um vídeo que o Guinho Biberg publicou em seu perfil no Facebook. Vídeo que mostra um minutinho da segunda bateria da primeira etapa do Metropolitano de Marcas & Pilotos de Cascavel, que começou ontem. No vídeo, o que mais me chamou atenção foi a simpatia daquele Zé-do-Caixão amarelinho que aparece nos segundos finais. Uma beleza.

Na pista do Autódromo Zilmar Beux, uma vitória de Leandro Zandoná e outra de Thiago Klein. Jair Peasson faturou as duas baterias na categoria B, enquanto Cléber Fonseca e Cido Moraes revezaram o primeiro lugar na categoria N. O Osires Júnior traz todos os resultados da etapa no Radiogol.

O primeiro grid cascavelense de 2014 teve 24 carros. Nada mau. A segunda etapa está confirmada para 4 de maio, em evento que terá também a terceira etapa do Campeonato Paranaense da categoria.

Bandeira verde em Cascavel

Imagem

MOGI MIRIM – Não estou por perto, só para variar, mas vale lembrar que a temporada de 2014 do Campeonato Metropolitano de Marcas & Pilotos de Cascavel vai começar domingo agora.

O grid vai apresentar algumas novidades no Autódromo Zilmar Beux. Como dois carros que integram o Campeonato Paulista – o Fiesta número 66, de Guilherme Pedras e Luiz Filgueiras, e o Corsa 213, de Márcio Ocanha Silva e Luiz Nuno Pagliato. Há pilotos e carros do Campeonato Metropolitano de Curitiba, também, como os três da foto acima, de Fernande Valandro, Marcel Sedano e, salvo engano, Emílio Weiss. No total, 13 ou 14 carros das categorias A e B e mais 10 da categoria N. Um grid considerável.

O quente da programação está concentrado no domingo – no sábado, apenas os treinos livres. Tomada de tempos classificatória das categorias A e B vai começar ás 10h30, a da categoria às 11h, as duas vão ter 20 minutos de duração. A primeira bateria terá largada às 14h e a segunda, às 15h50, sempre para 30 minutos e mais duas voltas de corrida. A programação do campeonato será intercalada com Track Day para motociclistas.

Ingressos a R$ 10, credenciais de box a R$ 30, a história do automobilismo de Cascavel sendo escrita por uma rapaziada com que, por conta de trabalho, tenho perdido contato.

Apareçam no autódromo, vocês que estão em Cascavel.

Na íntegra: Copa Caçula de Pneus de Marcas & Pilotos 2014, 3/10

MOGI MIRIM – Na onda dos VTs das corridas, aqui estão os compactos que o time do Marcos Moschetta produziu na terceira etapa da Copa Caçula de Pneus de Marcas & Pilotos, também disputada dez dias atrás.

A exibição pelo Bandsports aconteceu na última terça-feira.

A primeira etapa está aqui. E segunda, aqui. A quarta etapa vai acontecer no dia 27 de abril, novamente em Interlagos – o que não é tão óbvio no conturbado e ainda nebuloso caso de 2014. Ninguém sabe o que vai ser do segundo semestre, diante da tão propalada reforma do autódromo, e é de se supor que algumas etapas do Campeonato Paulista aconteçam fora de São Paulo. Para estes eventuais casos, não me custa lembrar que Cascavel é logo ali e está com um autódromo tinindo.