Dopamina Endurance ao vivo

ENDURANCE 1

Franco Pasquale e Tiel Andrade, com o protótipo MC Tubarão 9 inscrito sob o número 5, venceram as Três Horas de Tarumã na abertura da temporada do Dopamina Endurance

CASCAVEL – Mais um fim de semana de jornada dupla para mim, coisa que já tem sido corriqueira nessa minha agenda maluca. Antes de narrar em Cascavel a etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Turismo 1600, tenho trabalho em Santa Cruz do Sul, com a terceira etapa do Dopamina Endurance.

Vai ser mais uma corrida de três horas. A competição é composta por oito etapas. Seis delas são válidas pelo Campeonato Brasileiro de Endurance, que teve sua abertura com as Três Horas de Tarumã, no fim de março. As duas que não vão contar pontos pela série nacional são a de abril em Guaporé e a deste sábado em Santa Cruz do Sul – o relato das duas pode ser visto ou revisto nesse link aqui, basta acionar a barra de rolagem que as matérias produzidas sobre o campeonato estão todas lá. A sequência da temporada determina a disputa dos 500 Quilômetros de Curitiba, no dia 24 de junho, dos 500 Quilômetros de Interlagos, em 29 de julho, de mais uma edição das Três Horas de Santa Cruz do Sul, marcada para 19 de agosto, dos 500 Quilômetros do Velo Città, em 23 de setembro, e das Três Horas de Tarumã, fechando a temporada na tarde de 28 de outubro.

As Três Horas de Santa Cruz do Sul, no sábado, terão largada às 13h, pelo horário de Brasília. Haverá transmissão ao vivo nas páginas do Dopamina Endurance e da Auto+ TV no Facebook. Quem preferir acompanhar pelo YouTube pode acessar tanto o canal do campeonato quanto o da Auto+, também ao vivo. Narro a corrida ao lado do comentarista JB Rodrigues, ex-piloto que conhece tudo e mais um pouco do automobilismo gaúcho – que é, no fim das contas, a raiz desse campeonato.

ENDURANCE 2

O protótipo MCR Grand-Am Lamborghini V10 da Mottin Racing, que Fernando Poeta e Fernando Fortes levaram à vitória nas Três Horas de Guaporé, segunda etapa do Dopamina Endurance, em abril