Na íntegra: Brasileiro de Turismo 2016, 3/15

TERMAS DE RÍO HONDO – Está no ar, para quem vai ver ou rever, a corrida que abriu a rodada dupla do Campeonato Brasileiro de Turismo no Velopark, há quase duas semanas. Foi a corrida que marcou a primeira vitória do Gabriel Robe na categoria.

Narrei a corrida ao vivo pelo canal do Brasileiro de Turismo no YouTube, tendo o Gerson Marques Jr. como comentarista. Antes de começarmos o bate-papo com os internautas, comentei com o Gerson algo como “quem é que vai conquistar a primeira vitória hoje?”. Candidatos a isso não faltavam – além do próprio Robe, listamos Pietro Rimbano, Edson Coelho Júnior, Lukas Moraes e mais uns três ou quatro nomes que me fogem à memória agora.

Enfim, a corrida está aí abaixo.

Anúncios

Na íntegra: Brasileiro de Turismo 2016, 1/15

277143_582141_fer_3497PINHAIS – É a primeira vez que abro uma série do “Na íntegra” sabendo que ela vai terminar o ano incompleta. Explico.

A quarta temporada do Campeonato Brasileiro de Turismo, que começou ontem aqui no Autódromo Internacional de Curitiba, será composta por 15 corridas. Sete rodadas duplas, sempre com uma prova no sábado e outra no domingo, e mais uma corrida isolada, de maior duração e valendo pontos em dobro, no encerramento da temporada, daqui a quase nove meses.

As oito corridas do domingo terão sido transmitidas pelos canais SporTV. A mais longa em Interlagos, tal qual ocorreu com a de hoje aqui em Curitiba, ou aqui em Pinhais, será mostrada ao vivo; as seis demais, em VT na noite da terça-feira subsequente à sua realização.

Mas trata-se de rodadas duplas, como ocorreu em quatro dos oito eventos do ano passado, e o público da categoria cobra do Gerson e do Gue Marques a disponibilização de um meio para acompanhar tudo – o público de corridas é seleto e exigente, digo isso sempre. Diante disso, as corridas que abrem cada rodada dupla serão todas mostradas ao vivo no YouTube, no canal próprio da categoria. É aí que eu entro na conversa: fiz ontem a narração da prova que deu início ao campeonato, tendo o Gerson como comentarista e seu primo Robson Marques como repórter. A trinca, tudo indica, será mantida no restante da temporada.

E são as corridas dos sábados que vão compor a série. Não há, até onde eu saiba, liberação do SporTV para que as corridas mostradas pelo canal sejam postadas na internet – se houver, virão aqui para o blog também, com todos os devidos créditos. Fiquemos, portanto, com a prova de ontem, primeira das 15 do calendário.

Estar com o Gerson Júnior e o Gue tem um significado especial para este que vos escrevem. Foram eles, afinal, os primeiros promotores de uma categoria nacional a me confiar os microfones de seu evento, isso em fins de 2003, quando estreei no ofício como locutor de arena de sua Pick-up Racing. Fui ao Rio de Janeiro narrar para o público presente – era uma galera considerável, diga-se – treinos e corrida do encerramento da temporada, e desde então narrar corridas passou a ser meu meio de vida, primeiro para as arquibancadas, depois para o público da televisão e para a internet. Aquela corrida em Jacarepaguá acabou sendo a última da vida do Gersão, pai dos dois, criador da Pick-up Racing.

As duplas da Stock Car

imagem_release_605682

Átila Abreu mantém com Nelsinho Piquet a dupla que já atuou nas edições da prova em Interlagos e Goiânia

CASCAVEL – O dia já foi de bastante trabalho para as equipes da Stock Car no Autódromo Internacional de Curitiba, onde a temporada começa no domingo com a já tradicional corrida de duplas que, para efeito de campeonato, vai atribuir pontos aos seis primeiros colocados – seus convidados não pontuam, obviamente.

Serão 32 os carros na pista – o desfalque fica por conta dos dois da catarinense Boettger. Nomes novos, alguns voltando, bastante gente do Brasileiro de Turismo tendo a chance de estrear na Stock pelo formato da prova e um fim de semana que promete bastante. A série de acesso vai ter rodada dupla com corridas no sábado e no domingo, dia em que também começa a temporada do Mercedes-Benz Challenge.

Estarei lá no sábado pela manhã. Narro a primeira corrida do Turismo na transmissão pelo YouTube, tendo o Gersinho Marques como comentarista, e também a prova de domingo do Mercedes-Benz Challenge, ao vivo no Bandsports, ao lado do comentarista Tiago Mendonça e do repórter Bruno Monteiro. Não somos parentes.

Meu ano começou, enfim. Aqui, trago a lista das duplas inscritas na corrida da Stock Car.

Axalta C2 Team – Gabriel Casagrande/Márcio Campos e Júlio Campos/Alan Hellmeister

Cavaleiro Sports – Popó Bueno/Norberto Gresse Filho e Sérgio Jimenez/Beto Cavaleiro

Eisenbahn Racing – Nestor Girolami/Franco Girolami e Vitor Genz/David Muffato

Eurofarma-RC – Max Wilson/Vitor Meira e Ricardo Maurício/Guilherme Salas

Full Time Sports – Allam Khodair/Félix da Costa e Rubens Barrichello/Augusto Farfus

Full Time-ProGP – Lucas Foresti/Luiz Razia e Felipe Guimarães/Duda Pamplona

Geolab Racing – Denis Navarro/Felipe Maluhy e Rafael Suzuki/Franco Vivian

Hot Car – Felipe Lapenna/Marco Cozzi e Raphael Abbate/Nicolas Costa

Ipiranga-RCM – Galid Osman/Damian Fineschi e Thiago Camilo/Lucas di Grassi

Mico’s Racing – Alceu Feldmann/Tarso Marques e Fábio Carbone/Vicente Orige

Red Bull Racing – Cacá Bueno/Ricardo Sperafico e Daniel Serra/Danilo Dirani

RZ Motorsport –Luciano Burti/Felipe Giaffone e Thiago Marques/César Ramos

Shell Racing – Átila Abreu/Nelsinho Piquet e Ricardo Zonta/Laurens Vanthoor

União Química Racing – Bia Figueiredo/Beto Monteiro e Diego Nunes/Dennis Dirani

TMG Motorsport – Guga Lima/Tuka Rocha e Valdeno Brito/Maxime Martin

Voxx Racing – Felipe Fraga/Rodrigo Sperafico e Marcos Gomes/Antonio Pizzonia

12789744_10204351947837516_1461225304_o

Luiz Razia, ex-piloto de Fórmula 1, forma dupla com Lucas Foresti na Full time-ProGP

Calendário de 2016, prévia 3

IMG_7267SÃO PAULO – A foto produzida pelo zoiônico Vanderley Soares é repetida, já a utilizei na semana passada, mas cabe bem para a ocasião. É que chegou há pouco press release da Vicar Promoções ratificando as datas das corridas de todas as suas categorias para a próxima temporada automobilística – Stock Car, Brasileiro de Turismo e Mercedes-Benz Challenge, que eu já havia antecipado por aqui, e mais a Copa Petrobras de Marcas e a Fórmula 3 Brasil.

Além dos calendários, foi comunicada uma mudança de data da Stock Car, de 30 de outubro para 6 de novembro. É data em que a Fórmula Truck também tem uma corrida prevista em seu pré-calendário. E é a data para a qual estava agendada a 30ª edição da Cascavel de Ouro. Como houve vários pilotos da Stock e da Truck no grid de 2015, imagino que o Automóvel Clube de Cascavel possa reprogramar a corrida festiva do ano que vem.

A partir do e-mail da Vicar, tratei de atualizar aqui minha tabelinha, que ainda aguarda a divulgação das datas do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil – o Dener Pires prometeu isso para os próximos dias. É a partir dessa tabela que vou costurar minha agenda de 2016, imagino que muitos de vocês também. Assim, segue aqui a versão mais atual desse emaranhado das corridas que vamos acompanhar e cobrir no ano que vem.

6 de março – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/Brasileiro de Turismo (Curitiba)

13 de março – Fórmula Truck (Santa Cruz do Sul)

10 de abril – Stock Car/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Velopark) e Fórmula Truck (Curitiba)

29 de abril – Mitsubishi Lancer Cup (Velo Città)

1º de maio – Moto 1000 GP (Curitiba)

15 de maio – Fórmula Truck (Campo Grande ou Brasília)

22 de maio – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/Brasileiro de Turismo (Goiânia)

29 de maio – Moto 1000 GP (Cascavel)

4 de junho – Mitsubishi Lancer Cup (Velo Città ou Interlagos)

5 de junho – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/F-3 Brasil (Santa Cruz do Sul)

12 de junho – Fórmula Truck (Goiânia)

26 de junho – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge (Tarumã)

3 de julho – Moto 1000 GP (Interlagos)

10 de julho – Fórmula Truck (Londrina)

17 de julho – Stock Car/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Cascavel)

30

31 de julho – Moto 1000 GP (Goiânia)

28 de agosto – Moto 1000 GP (Interlagos)

7 de agosto – Fórmula Truck (Interlagos)

2 de setembro – Mitsubishi Lancer Cup (Goiânia)

4 de setembro – Fórmula Truck (Guaporé)

11 de setembro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Interlagos)

25 de setembro – Moto 1000 GP (Santa Cruz do Sul) e Stock Car/F-3 Brasil (Londrina)

9 de outubro – Fórmula Truck (Cascavel)

16 de outubro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Brasília)

23 de outubro – Moto 1000 GP (Curvelo)

5 de novembro – Mitsubishi Lancer Cup (Velo Città)

6 de novembro – Stock Car/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil (Goiânia), Fórmula Truck (Brasília ou Campo Grande)

20 de novembro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/Brasileiro de Turismo (Curvelo)

27 de novembro – Moto 1000 GP (Goiânia)

4 de dezembro – Fórmula Truck (Curvelo)

11 de dezembro – Stock Car/Copa Petrobras de Marcas/Mercedes-Benz Challenge/F-3 Brasil/Brasileiro de Turismo (Interlagos)

Calendário de 2016, prévia 2

BLOG - MBCSÃO PAULO – Nada de datas novas em relação ao que já existia. Desta vez, o que levantei são as etapas do calendário de 2016 da Stock Car que serão acompanhadas de corridas do Campeonato Brasileiro de Turismo e o Mercedes-Benz Challenge, cada uma com oito eventos.

O Mercedes-Benz Challenge vai manter a transmissão ao vivo de suas corridas pelo Bandsports. O calendário original não repete a etapa preliminar do GP do Brasil de Fórmula 1, como aconteceu em 2015, embora exista a possibilidade da prova em Curvelo ser substituída pela reedição da corrida em Interlagos no dia do Mundial. As etapas serão disputadas em Curitiba (6 de março), Goiânia (22 de maio e 16 de outubro), Tarumã (26 de junho), Cascavel (17 de julho), Interlagos (11 de setembro e 11 de dezembro) e Curvelo (20 de novembro). Cascavel e Tarumã são pistas que ainda não receberam a categoria desde a implantação da categoria CLA 45 AMG Cup. Curvelo é novidade óbvia para todos.

O Campeonato Brasileiro de Turismo, criado em 2013, seguirá na condição informal de categoria de acesso à Stock Car, assumida quando substituiu a Copa Montana, que já havia substituído a Stock Car Light e a Pick-up Racing ao mesmo tempo. A temporada que terminou domingo em Interlagos teve como novidade a inclusão de rodadas duplas em quatro etapas, formato que totalizou 12 corridas. Isso muda de novo para o ano que vem, quando as sete primeiras etapas terão rodadas duplas e a última terá uma corrida única, com duração maior. Serão 15 corridas, portanto. No caso de cada uma das rodadas duplas, a prova do sábado será mais curta que a do domingo, que terá um pit stop para reabastecimento – o que aproxima a categoria ainda mais da condição de série de acesso à Stock Car, quesito que pode ter reforço também na adoção do push-to-pass, ainda não confirmada. As sete rodadas duplas do Brasileiro de Turismo acontecerão em Curitiba (5 e 6 de março), Velopark (9 e 10 de abril), Goiânia (21 e 22 de maio e ainda 15 e 16 de outubro), Cascavel (16 e 17 de julho), Interlagos (10 e 11 de setembro) e Curvelo (19 e 20 de novembro). A prova longa final será também em Interlagos (11 de dezembro)

A Copa Petrobras de Marcas e a Fórmula 3 Brasil também vão continuar acompanhando as etapas da Stock Car no próximo ano – ainda não sei afirmar os locais e datas. O formato que une todas as categorias da Vicar e suas parceiras, do qual duvidei no ano passado, foi experimentado com êxito em 2015. Perguntei ao promotor Maurício Slaviero no domingo, após as corridas finais em Interlagos, qual tinha sido o ponto falho desse novo formato. Ele riu e disse que nenhum. Que bom.

BLOG - CBTE as duas fotos que ilustram o post, mostrando as etapas finais do Mercedes-Benz Challenge e do Brasileiro de Turismo, disputadas no último domingo em Interlagos, são da lavra do marcolúquico Fábio Davini.

Quatro horas de corridas

GAZETA 2 - STOCK CAR (Bruno Gorski)

CASCAVEL – Quatro horas de corridas. É isso que nos reserva o fim de semana no Autódromo Internacional de Curitiba, para onde já se dirige toda a horda do automobilismo brasileiro em seus mais variados âmbitos – com o devido perdão pelo mau termo.

Que ninguém intua nada relativo ao Endurance Brasil, que começou encorpado com duas boas corridas no Rio Grande do Sul, em que pese os dirigentes torcerem o nariz para o uso da palavra “Brasil” no nome do campeonato, sob a prerrogativa de determinado adendo. Menos ainda algo relativo à prova 800 Quilômetros de Curitiba, que essa vai acontecer só em 5 de julho e dela só o que sei até o momento, além da data, é que está sob a batuta do incansável Daniel Procópio, que ainda tenta incluí-la no calendário do Endurance… hã… bem, do Endurance Brasil.

Falo do fim de semana em Curitiba, deste que se aproxima, dias 30 e 31 de maio. A programação dos treinos livres e classificatórios vai começar na sexta-feira, e as corridas, válidas por quatro campeonatos, vão acontecer no sábado e no domingo.

O carro-chefe da festa, claro, é a Stock Car, com seu Circuito Schin, com as duas corridas no domingo. A primeira com 48 minutos e mais uma volta, a segunda com 28 minutos e mais uma volta. Arredondemos para 80 minutos de corrida, que é o que vai dar no fim das contas, salvo uma interrupção de alguma prova por bandeira vermelha.

GAZETA 1 - TURISMO (Vanderley Soares)

Tem também o Brasileiro de Turismo, categoria de acesso à Stock. As duas corridas, uma no sábado e outra no domingo, têm a mesma duração, 30 minutos e mais uma volta. Grosso modo, vamos a mais 63 minutos de corridas. A Copa Petrobras de Marcas terá, igualmente, uma corrida no sábado e outra no domingo, cada uma com 25 minutos e mais uma volta. Coloque mais 53 minutos na conta. Por fim, o Mercedes-Benz Challenge, esse com corrida única, de 45 minutos e nem mais um centavo.

Colocando desta forma, serão exatos 241 minutos de corridas. Ok, quatro horas, não precisamos fazer tanta conta assim. Fora isso, somando treinos livres e classificatórios, teremos mais de doze horas de motores roncando – 7h50min de pista liberada na sexta-feira, outras 4h30min no sábado.

Aí abaixo destrincho a programação completa do fim de semana, considerando apenas (“apenas”?) as sete corridas e os horários de suas largadas.

Sábado

14h05 – Campeonato Brasileiro de Turismo (primeira corrida, 30 minutos mais uma volta)

16h05 – Copa Petrobras de Marcas (primeira corrida, 25 minutos mais uma volta)

Domingo

8h40 – Campeonato Brasileiro de Turismo (segunda corrida, 30 minutos mais uma volta)

10h00 – Copa Petrobras de Marcas (segunda corrida, 25 minutos mais uma volta)

11h15 – Mercedes-Benz Challenge (corrida única, 45 minutos)

13h05 – Stock Car (primeira corrida, 35 voltas, ou 48 minutos mais uma volta)

14h20 – Stock Car (segunda corrida, 20 voltas, ou 28 minutos mais uma volta)

251180_495211_fdv_5600