Rodada dupla d’além mar

ESTORIL

O Porsche GT3 Cup Brasil esteve três vezes na pista do Estoril, abrindo os campeonatos de 2011, 2012 e 2014. Neste ano a categoria volta para lá para movimentar suas duas disputas por títulos.

CASCAVEL – Já se vão mais de seis anos, vejam como o tempo passa, desde que estive em Portugal pela última vez. Em 2013, as duas primeiras etapas do Porsche Império Carrera Cup, à época tratado como Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, aconteceram em Portugal, uma semana na pista do Estoril, outra na do Algarve, e depois de ter estado no Algarve por dois anos seguidos não entendo por que a Fórmula 1 não retoma seu GP de Portugal naquele sítio fantástico em Mexilhoeira Grande.

Bem, o campeonato esteve no Estoril também em 2014, mas não me fiz presente ao evento – narrei as corridas ao vivo de um estúdio em São Paulo. E agora, vamos voltar para lá. Mas não estava no calendário, você haverá de alegar. Não estava, de fato. Mas uma reviravolta que teve o aval dos pilotos do Porsche Império Carrera Cup vai levar o evento de volta para lá no início de agosto. Lá acontecerão a quarta das seis etapas do campeonato de corridas de curta duração, evento inicialmente marcado para o próximo o dia 4 de agosto na pista argentina de Termas de Río Hondo, e também a primeira etapa do Endurance Series, que pela previsão inicial ocorreria no próximo dia 29 no Velo Città, em Mogi Guaçu. As duas ocorrerão no mesmo fim de semana, o primeiro fim de semana de agosto, data original de Termas.

Condensar corridas curtas e uma prova do Endurance Series em um único fim de semana não é novidade. Isso já aconteceu em 2015, quando uma corrida festiva de fim de ano horas depois da etapa de encerramento do campeonato acabou sendo o ponto de partida para a implantação do campeonato de provas longas no campeonato – a aprovação foi total, para surpresa de muitos. Bacana demais, o formato desse retorno ao Estoril. Para os pilotos, além da oportunidade de ouro de competir em um dos mais tradicionais circuitos da Europa, é a chance de em três dias levar a cabo suas atuações em dois eventos, válidos por dois campeonatos diferentes.

Foi no Estoril, em 2012, que encontrei tempo e paciência para lançar aqui no blog a série “Bacalhau com batatas” (a série de posts do ano anterior havia sido “Pastéis de Belém”, uma sugestão do Marcel Visconde, e a do ano seguinte seria “Alentejanas”, as duas ambientadas na passagem do campeonato por Portugal), trazendo para os amigos daqui coisas de lá. O primeiro bacalhau com batatas descreveu uma ação daquelas que cabem na cabeça multifunções do Dener e que usou 48 carros 911 GT3 para formar na reta principal do autódromo a palavra “Porsche”, pretensamente respeitando os padrões do logotipo alemão.

PORSCHE

A palavra “Porsche” grafada na reta principal do Autódromo Fernanda Pires da Silva com os carros do campeonato, ação que consumiu dezenas de guardanapos rabiscados ao longo de semanas.

Pois bem,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s