DNA veloz

mateus-sperafico

O garoto Mateus com o pai Itacir e o instrutor de pilotagem André Pedralli no Kartódromo Municipal Delci Damian, em Cascavel: a saga da família Sperafico nas pistas continua 

CASCAVEL – A foto foi postada pelo Milton Sperafico em sua conta de Instagram e de lá a extraí sem pedir licença. Mostra o jovem Mateus Sperafico durante uma sessão de treinos no Kartódromo Municipal Delci Damian, cá em Cascavel. A seu lado, fazendo pose, o pai Itacir Sperafico e o piloto André Pedralli, que desenvolve um trabalho voltado ao ensino de pilotagem para jovens kartistas.

Seria uma foto normal, de um entre tantos garotos que iniciam alguma trajetória no kart, não fosse o sobrenome de Mateus. Seu ingresso no esporte frisa uma história que já mereceu menção no Guiness Book. Os Sperafico formam a maior família de pilotos do automobilismo mundial. Conforme o próprio Milton observou, Mateus é o 11º da lista.

A história da família nas pistas de corridas começou ainda no início dos anos 70, com Elói Sperafico. Depois vieram Dilso e Milton. Na sequência, e por pretensa ordem cronológica, os gêmeos Ricardo e Rodrigo, filhos de Dilso; Rafael, irmão de Mateus que perdeu a vida há quase dez anos em um acidente na Stock Car Light, Fabiano, irmão de Elói; Guilherme, filho de Milton; Alexandre e Natan, que são primos ou sobrinhos de todo mundo já citado. A lista de 11, integrada agora por Mateus, não contempla Arley Sperafico, que é piloto de motocross.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s