Decisão e novas caras

sprint-race

A Sprint Race Brasil volta a Interlagos, onde no meio da temporada teve sua Guest Race, para apontar os campeões de 2016 em uma decisão de título particularmente equilibrada. Foto do Fernando JS.

SÃO PAULO – Hoje começa a decisão de título de um monte de categorias em Interlagos. Inclusive do Paulista de Marcas & Pilotos, cujo grid terá minha invejável companhia. Mas é da Sprint Race que vim falar. O encerramento da quinta temporada da Sprint vai oferecer momentos muito interessantes na disputa pelos dois títulos.

Basta ver as diferenças irrisórias entre os candidatos na pontuação. Na categoria Pro, Luca Milani lidera com 321 pontos, contra 318 dos irmãos Juninho e Eduardo Berlanda. Três pontos de diferença, com 100 em jogo no fim de semana – as corridas da final atribuem o dobro dos pontos das demais etapas. Na GP, são seis pilotos de olho no título, quatro deles integrando duas duplas. Vinícius Margiota lidera com 298 pontos, contra 274 da dupla de pai e filho formada por Marcus e Lucas Peres, 268 de Kau Machado e Jorge Martelli e 212 de Cláudio Buschmann. Quem não estiver no autódromo para ver as corridas poderá conferir o VT na quinta-feira, dia 21, na programação do BandSports; quem estiver que já se programe para uma largada às 17h10 de amanhã e outra às 11h do domingo. Ia até brincar que a de domingo vai ser preliminar da nossa do Marcas, que larga ao meio-dia, mas aí o Thiago Marques me tira o escalpo.

elger

Rodrigo Elger, paranaense de Maringá que recebe a vaga no grid da Sprint Race como prêmio pelo título brasileiro da Fórmula Júnior de 2014: saiu no lucro… A foto é da lavra do André Kotoman.

O grid da etapa final apresentará algumas novidades ao público da Sprint Race. Uma delas é a estreia de Rodrigo Elger. Sua presença no grid é o resultado de uma compensação da Confederação Brasileira de Automobilismo. Rodrigo, em 2014, conquistou o título brasileiro da Fórmula Júnior. Como prêmio, participaria de algo como uma academia de pilotos no México, não sei exatamente do que se trata. Enfim, cobrou o prêmio algumas vezes, sem jamais tê-lo recebido, consta até que a tal academia nem existe mais. Bem, a CBA, como forma de compensação, bancou sua participação na Sprint Race em Interlagos – ficou de ótimo tamanho para o piloto, convenhamos. Outra estreia é a de Leonardo Nienkötter e de Sérgio Crispim, que igualmente ganham a participação como prêmio pela atuação vitoriosa no kart.

Para não passarmos batidos em nome algum, segue aí a lista de chamada da etapa final da Sprint Race.

 

4 – Leonardo Nienkötter/Sérgio Crispim (Pro)

7 – Vinicius Margiota (GP)

12 – Cláudio Buschmann (GP)

13 – Raphael Campos (Pro)

17 – Eduardo Berlanda/Wanderley Berlanda Júnior (Pro)

22 – Gabriel Lusquiños (Pro)

23 – Guido Cotta (Pro)

81 – Rodrigo Elger/Luiz Santos (Pro)

44 – Kau Machado/Jorge Martelli (GP)

55 – Caê Coelho (GP)

77 – Luca Milani (Pro)

78 – Marcus Peres/Lucas Peres (GP)

82 – Cássio Cortes/Gerson Campos (GP)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s