Uma nova tentativa

f3-1GOIÂNIA – A fase crítica que o Sul-Americano de Fórmula 3 viveu no início da década suscitou mudanças. À míngua, a categoria passou por uma reestruturação técnica e logística pela Vicar Promoções e, desde 2014, trocou a chancela continental para se tornar a Fórmula 3 Brasil.

As medidas deram certo. O grid triplicou e chegou a apresentar 18 carros na soma das classes A e Light. Nada mau. Só que os rumos voltaram a ser tensos. Na etapa de ontem e hoje em Goiânia eram cinco os pilotos inscritos. Dennis Dirani alinhou com um sexto carro para que houvesse o mínimo exigido na pista.

Bem, novas mudanças fizeram-se necessárias e a Vicar acaba de anunciar um novo pacote de mudanças para o campeonato de 2017. A equalização dos motores pela JL Indústria, num formato como o já praticado na Stock Car e na Copa Petrobras de Marcas, está entre elas.

Providências são bem-vindas. Seria doloroso para o automobilismo ver acabar a única categoria de monopostos que sobreviveu às duas últimas décadas.

f3-2

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s