Conhecendo a Sprint Race

sprint-01CASCAVEL – Comentei dias atrás que a Sprint Race Brasil estava preparando algo como uma seletiva para os pilotos interessados em tomar parte do grid a partir de 2017. Bem, não chega a ser exatamente uma seletiva. Trata-se, sim, de uma oportunidade agendada pela direção do campeonato para que os pilotos experimentem o carro da categoria. Tudo isso já tem data e lugar definidos. Autódromo de Interlagos, dia 15 de dezembro. Vai ser uma quinta-feira, véspera do início dos treinos para a etapa final da Sprint Race, que vai acompanhar a programação das últimas corridas do Campeonato Paulista de Automobilismo.

Thiago Marques, diretor técnico da Sprint, aposta sem medo nos atrativos do carro. O conjunto, afinal, tem causado impressões positivas ao longo das cinco temporadas de história da categoria. O carro é equipado com motor V6, que desenvolve 270 cavalos, e câmbio seqüencial. A velocidade final passa fácil dos 260 km/h. Uma particularidade é a posição do piloto, que fica sentado exatamente no meio do carro, e não no lado esquerdo, como na maioria dos carros de competições de turismo. Na última temporada, o Sprint Race ganhou um recurso adicional: a regulagem das barras estabilizadoras ao alcance dos pilotos, que deixam a frente do carro mais rígida ou mais maleável, de acordo com a exigência de cada trecho das pistas que recebem as etapas do campeonato. O conceito de categoria-escola tem atendido bem tanto os garotos recém saídos do kart quanto pilotos que buscam uma fase intermediária entre os campeonatos regionais de automobilismo e as principais séries nacionais.

A atividade de 15 de dezembro em Interlagos para os interessados em conhecer a Sprint Race tem custo de R$ 3.500,00, que cairá a zero para os pilotos que disputarem o campeonato de 2017 – esse valor será descontado da taxa de participação na próxima temporada, na verdade. O orçamento para disputar um campeonato completo continua sendo um dos mais convidativos, também. O custo para as oito etapas é parcelado em 12 pagamentos de R$ 11,6 mil – ou o dobro disso, no caso dos pilotos que preferirem não competir em dupla. Quem fechar o contrato até 10 de janeiro ganha pintura personalizada do carro, primeira aplicação de adesivos, macacão oficial da categoria e um dia de treinos na programação da pré-temporada. O primeiro a aderir ao campeonato de 2017 foi Gabriel Lusquiños.

sprint-02

Anúncios

Um pensamento sobre “Conhecendo a Sprint Race

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s