Sertanejão na veia

CASCAVEL – A série andava meio esquecida, mas será retomada. E volta hoje em grande estilo.

“Peão”, de mais de um quarto de século atrás, foi uma das peças dos imbatíveis Chrystian & Ralf que faltaram nas paradas de sucesso, como eram chamadas à época. Poesia belíssima de Rionegro e Domiciano, a que a dupla acertou em cheio uma interpretação que ninguém se arrisca a imitar. Vi uma tentativa no início do século, em um festivais de música dos quais participava pela região, e era com uma dupla feminina.

“Peão” – que não encontrei na internet em apresentação ao vivo, como é padrão da série – deveria ser canonizada como hino dos peões de rodeio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s