Na íntegra: 300 km de São Paulo

PORSCHE VENCEDORCASCAVEL – Eu estava um tanto temeroso, sou obrigado a confessar, quanto à atratividade que poderia ter a primeira edição dos 300 Quilômetros de São Paulo. A prova em Interlagos, novidade no calendário automobilístico do Brasil, teve largada no lusco-fusco do último sábado e, depois de quase duas horas e meia, consagrou a vitória de uma dupla formada por torcedores corintianos, Marcel Visconde e Pedro Queirolo, que pilotaram o Porsche GT3 911 da geração 991 inscrito com o número 15 – esse que aparece na foto aí acima, produzida pelo imberbe Luis Fernando Sales.

Corrida longa nem sempre é interessante, era isso que me atormentava, se não por outros motivos pelo fato de estar escalado para narrar a transmissão ao vivo do Terra – ao meu lado, como comentarista convidado, estava o Paulão Gomes, com seu estilão inconfundivelmente despachado. Meus temores não se confirmaram. Tirando a média do que disseram todos os participantes com quem conversei na festa de encerramento da temporada, e foram muitos, a corrida foi um tesão.

Foram 70 voltas de disputas, tendo na pista 24 carros do Porsche GT3 Brasil, tanto os da categoria Cup quanto os da Challenge. Uma corrida que teve seu regulamento costurado e avaliado com todo o critério possível nas últimas semanas. A ordem, como é praxe, era não haver espaço para furos. Não houve furos e tudo que se anteviu foi metodicamente aplicado.

A mudar, para a edição que imagino já estar nos planos para o fechamento do calendário de 2016, apenas a disponibilização das informações sobre as punições em tempo que as duplas vão acumulando ao longo do percurso por velocidades acima ou abaixo dos limites na área de boxes ou por permanência nos pits por tempo menor que o mínimo estipulado. Paulão e eu notamos pelo monitor da cronometragem, ao longo da corrida, uma ou outra infração. Não conseguimos acompanhar todas elas, o que me levou a, nas voltas finais, narrar a vitória de Franco Giaffone e Eduardo Rocha Azevedo, quando na verdade o primeiro lugar era de Pedro e Marcel, que não levaram punição alguma.

Pudemos anunciar o resultado corrigido poucos instantes depois, é verdade, o que salvou-nos de comprometer a informação emitida. Eu preferia estar antenado o suficiente a ponto de proclamar meus colegas de Fiel como vencedores já à bandeirada final. Pecado meu, apenas meu, e para evitar a reincidência já tenho minhas anotações em guardanapos devidamente arquivadas com as providências que vou tomar na próxima vez.

Enfim, vamos aos 300 Quilômetros de São Paulo. Foi, de fato, um tesão de corrida.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Na íntegra: 300 km de São Paulo

  1. Pingback: BLuc

  2. Pingback: Porsche GT3 Cup abre nova fase – BLuc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s