Sem bater datas

25 PORSCHE GT3 CUP

CASCAVEL – Egoísta que sou, poderia dizer simplesmente que rabisquei isso aqui vislumbrando um mundo ideal para mim no que diz respeito à agenda de trabalho nas corridas. Não há contratempo maior que dois eventos em que você trabalha de alguma forma acontecerem no mesmo dia, ou no mesmo fim de semana, ainda que em dias diferentes. Acontece a todo momento.

Ter de adotar qualquer critério para definir um entre dois eventos simultâneos em lugares diferentes está longe, bem longe, de ser exclusividade minha. A lista de quem passa por isso é imensa. Passa por colegas jornalistas, fotógrafos, engenheiros, mecânicos, profissionais da geração de imagens, equipes de apoio e demais fornecedores que são especializados em maior ou menor grau nas várias vertentes implícitas no esporte automotor. Dá para incluir os patrocinadores nesse grupo, também, por que não?

Dá para incluir os fãs das corridas, também. O que veio à evidência no último domingo, quando a Stock Car correu em Campo Grande e a Fórmula Truck correu em Curitiba. As duas corridas foram transmitidas ao vivo na televisão, obviamente em canais diferentes, e no mesmo horário. Os menos dispostos ou habilidosos à confecção de gambiarras digitais tiveram de escolher uma das duas para ver. Ou derreteram as pilhas do controle remoto do televisor alternando as duas.

24 MBC (FD)

E qual seria, afinal, o mundo ideal que citei no início da conversa? Calendários de corridas que não conflitem. Tenho comentado o tema com um ou outro e a observação quase unânime é de que deveria partir dos dirigentes e promotores a iniciativa de evitar esses conflitos. Aí, há que se considerar que cada promotor relaciona suas datas de acordo com os interesses e necessidades peculiares a cada evento. São muitas as competições existentes no Brasil – o que é ótimo para profissionais e fãs, e também para profissionais fãs – e confeccionar um calendário em que essas coincidências não aconteçam parece missão impossível.

Parecia a mim, também, até que tomei meus blocos de rascunho aqui em casa algumas noites atrás e comecei a rabiscar. Tomei por base os quatro eventos que me levam a viajar quase todo fim de semana para algum lugar onde haja um autódromo ou onde improvisem uma pista de corrida nas ruas, a saber: Stock Car (minhas funções lá não são propriamente na Stock, mas no Mercedes-Benz Challenge e na Copa Petrobras de Marcas, vocês sabem que narro as duas para a televisão, sem esquecer que o evento da Stock inclui ainda a Fórmula 3 e o Brasileiro de Turismo), Fórmula Truck (a agência da qual faço parte presta assessoria de imprensa a alguns dos pilotos), Porsche GT3 Cup (narro para a TV e dou uma canja na comunicação com quem está no autódromo) e Moto 1000 GP (a Grelak Comunicação, agência citada dois parênteses atrás, assina a assessoria de imprensa do evento).

É, incluí o Brasileiro de Motovelocidade na conversa, também.

Curitiba 01Pus esse assunto na cabeça meses atrás, quando disse em tom de brincadeira que gostaria de pagar um jantar em São Paulo e lá reunir o Maurício Slaviero, a Neusa Navarro, o Dener Pires e o Gilson Scudeler, promotores dos quatro eventos, para que rabiscassem juntos o calendário. Mas setembro chegou e estou tentando poupar uns trocados para pagar em  CPMF a conta da corrupção e do saque no país onde vivo. O jantar vai ficar para outra ocasião, então proponho por aqui mesmo que a discussão seja iniciada.

São 12 etapas da Stock Car (as demais categorias são encaixadas dentro dessas 12), 10 da Truck, 9 do Porsche GT3 Cup e 8 do Moto 1000 GP. Logo, consumiriam 39 dos 52 fins de semana do ano. Aí, para que a coisa tenha mais propósito, é necessário evitar também datas como Páscoa, Dia dos Pais e Dia das Mães, quando todos os grupos que enumerei costumam preferir estar em casa com suas famílias. O domingo do GP do Brasil de Fórmula 1 não entra nessa conta, já que o Porsche GT3 Cup tem uma de suas etapas na mesma programação em Interlagos. No caso específico do ano que vem, seria de bom tom desviar também das datas dos Jogos Olímpicos do Rio, mais dois fins de semana – são três, mas um é o do Dia dos Pais, já economizado. Usaríamos 44 fins de semana só para esses quatro eventos. Considerando que em janeiro (aliás, por que não?) ninguém corre, e que em fim de dezembro também não, fica praticamente impossível desviar também dos feriados prolongados motivados por Tiradentes e Corpus Christi. Dá para evitar corrida no Carnaval, o que não ajuda muito – nunca houve corrida no Carnaval, acho.

Tendo essas informações em mãos, e também o calendário de 2016, lancei-me a confeccionar um calendário hipotético. Comecei considerando o pré-calendário da Fórmula 1, até porque a Stock Car não corre em fim de semana de F-1 por conta da cobertura da TV (parênteses acrescentados a posteriori: GPs que acontecem durante a madrugada pelo horário brasileiro, como os de China, Japão, Malásia, Austrália, não oferecem impedimento à realização de corridas da Stock Car nos mesmos dias). Distribuí nos domingos úteis – inventei essa definição agora – o mesmo número de etapas que cada campeonato programou na temporada atual. Depois disso foi só afastar etapas de uma mesma competição que ficaram muito próximas entre si e fazer demais ajustes assim.

Quando digo que meu calendário maluco foge da Olimpíada estou mentindo, obviamente. Nele, a sexta etapa do Moto 1000 GP (e não do Porsche GT3 Cup, como constava da primeira versão; explico as duas alterações ao fim da postagem) cai no último fim de semana dos Jogos do Rio, para quando estão previstas, além da presumida cerimônia de encerramento, disputas decisivas para o ouro no basquete, boxe, ciclismo/mountain bike, ginástica rítmica, handebol, luta livre e vôlei.

35 TRUCK LONDRINA 1

Claro, é uma sugestão meramente hipotética. Deve haver incompatibilidades não abrangidas pelo meu parco conhecimento das coisas e causas que cada promotor precisa contemplar. Bem provável que não seria possível cumprir a tabela que sugeri aqui, pela presumível necessidade de, seguindo o propósito disso tudo, inverter esse evento por aquele outro em determinada data.

Sugeri categorias e datas, sem meter o bedelho nas praças. Aliás, não havendo conflito entre os calendários dos vários promotores, eles próprios teriam um empecilho a menos para negociar suas etapas com as administrações dos autódromos. E a mídia de um fim de semana de corrida, que no Brasil não é grande coisa em termos de espaço, também seria toda concentrada na categoria da semana.

O que tentei, a bem da verdade, foi mostrar que é possível acomodar as principais categorias no calendário sem que batam data, como dizemos. Calendário que termina no dia 11 de dezembro, conforme relaciono aí abaixo. Procurei, de verdade, e não achei um ponto em que a distribuição proposta seja prejudicial a alguém. Enfim, apreciem, analisem, comentem, critiquem. Participem. Vocês que passam os olhos aqui pelo blog têm, de forma ou outra, interesse no assunto.

29 STOCK CAR CURITIBA (FF)

FEVEREIRO

20 E 21 – PORSCHE GT3 CUP (1)

27 E 28 – FÓRMULA TRUCK (1)

MARÇO

05 E 06 – STOCK CAR (1)

12 E 13 – MOTO 1000 GP (1)

19 E 20 – F1 (1) AUS / STOCK CAR (2)

26 E 27 – DOMINGO DE PÁSCOA

ABRIL

02 E 03 – F1 (2) BAH / FÓRMULA TRUCK (2)

09 E 10 – PORSCHE GT3 CUP (2)

16 E 17 – F1 (3) CHI / STOCK CAR (3)

23 E 24 – TIRADENTES (QUINTA, 21) / MOTO 1000 GP (2)

MAIO

30 E 01 – F1 (4) RUS / FÓRMULA TRUCK (3)

07 E 08 – DIA DAS MÃES

14 E 15 – F1 (5) ESP / PORSCHE GT3 CUP (3)

21 E 22 – STOCK CAR (4)

28 E 29 – CORPUS CHRISTI (QUINTA, 26) / F1 (6) MON / MOTO 1000 GP (3)

JUNHO

04 E 05 – STOCK CAR (5)

11 E 12 – F1 (7) CAN / FÓRMULA TRUCK (4)

18 E 19 – F1 (8) AZE / PORSCHE GT3 CUP (4)

25 E 26 – MOTO 1000 GP (4)

JULHO

02 E 03 – F1 (9) AUT / FÓRMULA TRUCK (5)

09 E 10 – F1 (10) ING / STOCK CAR (6)

16 E 17 – PORSCHE GT3 CUP (5)

23 E 24 – F1 (11) HUN / MOTO 1000 GP (5)

30 E 31 – F1 (12) ALE / FÓRMULA TRUCK (6)

AGOSTO

06 E 07 – OLIMPÍADA

13 E 14 – OLIMPÍADA / DIA DOS PAIS

20 E 21 – OLIMPÍADA / MOTO 1000 GP (6)

27 E 28 – F1 (13) BEL / FÓRMULA TRUCK (7)

SETEMBRO

03 E 04 – F1 (14) ITA / PORSCHE GT3 CUP (6)

10 E 11 – STOCK CAR (7)

17 E 18 – F1 (15) CIN / MOTO 1000 GP (7)

24 E 25 – PORSCHE GT3 CUP (7)

OUTUBRO

01 E 02 – F1 (16) MAL / STOCK CAR (8)

08 E 09 – F1 (17) JAP / FÓRMULA TRUCK (8)

15 E 16 – STOCK CAR (9)

22 E 23 – F1 (18) EUA / MOTO 1000 GP (8)

29 E 30 – STOCK CAR (10)

NOVEMBRO

05 E 06 – F1 (19) MEX / STOCK CAR (11)

12 E 13 – F1 (20) BRA / PORSCHE GT3 CUP (8)

19 E 20 – FÓRMULA TRUCK (9)

26 E 27 – F1 (21) ABU / PORSCHE GT3 CUP (9)

DEZEMBRO

03 E 04 – FÓRMULA TRUCK (10)

10 E 11 – STOCK CAR (12)

(ATUALIZANDO EM 23 DE SETEMBRO, ÀS 11h22)

Promovi uma pequena alteração em relação à sugestão publicada originalmente por conta de um detalhe que chegou ao meu conhecimento no último fim de semana. Quem salvou a primeira versão poderá comparar – nada que mude a cotação do dólar, o que nos tempos atuais é uma lástima. A sugestão continua valendo, inclusive.

(ATUALIZANDO DE NOVO EM 30 DE SETEMBRO, ÀS 17h42)

Saiu hoje o calendário da Fórmula 1 para o Mundial do ano que vem. Diante do já citado impedimento de corridas da Stock Car e suas categorias coligadas nos domingos de F-1, mexi de novo na sugestão original, cunhada a partir de um pré-calendário publicado meses atrás pelo GloboEsporte.com.

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sem bater datas

  1. Pingback: A volta de Brasília | BLuc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s